seminário digestivo 2

Propaganda
Universidade do Estado do Mato Grosso – UNEMAT
Campus de Sinop
3º Semestre de Pedagogia
Disciplina: Fundamentos biológicos para o desenvolvimento humano
Professora: Fátima A. Iocca
Acadêmicos: Fátima Ap., Sônia Maria, Dânia, Jefferson.
Data: 06 de agosto de 2012.
Sistema digestivo e glândulas anexas
O Sistema Digestivo é formado pelo tubo digestivo e suas glândulas anexas e
tem como função retirar dos alimentos ingeridos os nutrientes necessários para o
desenvolvimento e a manutenção do organismo, ou seja, o tubo digestivo transforma o
alimento em nutrientes e os absorve.
O aparelho digestivo é formado por: boca, faringe, esôfago, estômago, intestino
delgado, intestino grosso e anus.
A digestão começa na boca onde o alimento é triturado pelos dentes através da
mastigação e é umedecido pela saliva. Após a mastigação, o alimento ingerido passa
pela faringe e é direcionado para o esôfago. Lá, ocorrem movimentos que permitem que
o alimento seja direcionado ao estômago. Esse processo permite misturá-lo aos sucos
digestivos. No estômago, o suco gástrico atua sobre alguns lipídios, favorece a absorção
de cálcio e ferro, e mata bactérias. Durante, aproximadamente, três horas, água e sais
minerais são absorvidos nesta cavidade. O restante, agora denominado “quimo”, segue
para o intestino delgado.
No intestino delgado ocorre a maior parte da digestão e absorção do que foi
ingerido. Lá, com auxílio do suco intestinal, proteínas se transformam em aminoácidos,
e a maltose e alguns outros dissacarídeos são digeridos, graças a enzimas como a
enteroquinase, peptidase e carboidrase. A digestão se encerra na segunda e terceira
porção do intestino delgado, pela ação do suco intestinal. O alimento passa a ter aspecto
aquoso, esbranquiçado, e é chamado, agora, de quilo.
O quilo se encaminha para o intestino grosso. Esse, dividido em apêndice, cólon
e reto, absorve água e sais minerais e direciona a parte que não foi digerida do quilo
para o reto, a fim de que seja eliminada pelas fezes. Bactérias da flora intestinal
permitem a produção de vitaminas, como as K e B12.
No intestino grosso é feita a boa parte da absorção da água que existe nos
alimentos. É também no intestino grosso que o bolo alimentar vai se transformando em
fezes, que é todo o material não absorvido pelo organismo e que será eliminado. Depois
do intestino grosso, as fezes passam pelo reto, um canal que se abre no ânus, por onde
as fezes serão eliminadas.
As glândulas anexas
As glândulas anexas são aquelas que, mesmo não fazendo parte do tubo
digestivo, se comunicam com ele através de canais, desempenhando um papel
importante na digestão. São elas: glândulas salivares, pâncreas e fígado.
A relação entre os sistemas
Os alimentos ingeridos são processados e os resíduos vão para o intestino grosso
e são eliminados pelo ânus. Ao contrário, os nutrientes são absorvidos no intestino
delgado e caem na circulação sanguínea. Aí está a primeira interdependência a ser
apontada: é necessário que ocorra a ingestão de nutrientes para que estes sejam levados,
através da circulação sanguínea, a todas as células de nosso corpo.
A relação da digestão com a respiração se dá porque os produtos finais de cada
processo, principalmente a glicose (proveniente da digestão) e o oxigênio (proveniente
da respiração) precisam chegar a uma parte da célula específica, transformando a
glicose e o oxigênio em energia que, por sua vez, é necessária para realizarmos todas as
nossas funções vitais.
Para o sistema locomotor funcionar adequadamente é necessário que os
músculos não estejam privados de nutrientes, como glicose, oxigênio, sais minerais etc.,
bem como que os ossos estejam ricos em cálcio para terem a rigidez necessária à sua
sustentabilidade.
O sistema excretor elimina grande parte de impurezas do nosso corpo através da
urina e do suor. O processo para eliminação desses resíduos ocorre da seguinte forma: o
sangue chega até os rins (que fazem parte do sistema excretor), no interior dos quais
existem uma espécie de filtro, onde os resíduos são encaminhados para a bexiga e
uretra, por onde são expelidos. Os nutrientes como os aminoácidos e a glicose são
reabsorvidos pelo organismo.
Já o sistema endócrino seria o ajudante geral do comandante (o sistema
nervoso), pois compõe-se das glândulas que liberam hormônios, estimulando ou
retraindo o funcionamento dos diferentes órgãos dos diversos sistemas.
Por fim, para os sistemas reprodutores (masculino e feminino) funcionarem
adequadamente é necessário, além dos nutrientes já anteriormente mencionados, que a
circulação ocorra perfeitamente. Para existir o desejo, os sentidos são estimulados,
recebendo informações que são mandadas ao cérebro e decodificadas. A partir daí, os
hormônios são lançados no sangue. As diferentes sensações são percebidas através do
sistema nervoso, provocando reações no organismo: aumenta o ritmo da respiração e
dos batimentos cardíacos.
Enfim, essa interdependência entre os diversos sistemas corpóreos é mais uma
demonstração de como o nosso organismo é perfeito.
Alguns problemas relacionados com o sistema digestivo
Alguns problemas relacionados ao sistema digestivo - intestino/glândulas anexas
são:
 Úlcera - produção excessiva de ácido pelo estômago devido ao estresse,
infecções, tabaco ou álcool.
 Apendicite - pode ser provocada pela obstrução do interior do apêndice por fezes
ou sais.
 Doença celíaca ou Intolerância ao glúten - É uma doença autoimune, que afeta
o intestino delgado. Normalmente causa diarreia,dificuldade no crescimento e
desenvolvimento das crianças e fadiga. Atinge adultos e crianças. O glúten é
encontrado no trigo e em outros grãos. Quando ele chega no intestino, o
organismo estimula a produção de anticorpos, e assim os nutrientes não são
absorvidos pelo organismo e são eliminados junto com as fezes.
 Refluxo gastroesofágico - refluxo ou retorno do conteúdo alimentar do estômago
para o esôfago, geralmente com ph ácido e atinge até a boca. Quando atinge
bebes, os médicos aconselham dormir com a cabeceira do berço elevada, quase
que na vertical.
 Parasitas intestinais - infestam o trato gastro-intestinal, geralmente através de
água contaminada, carne mal cozida ou são absorvidos pela pele.
 Síndrome do Intestino Irritável - É uma doença intestinal funcional, isto é,
causada pelo estilo de vida - sedentarismo, estresse e má alimentação - . Não
existe lesão orgânica no intestino que justifique o quadro. As pessoas
acometidas por essa síndrome apresentam constantemente dor abdominal,
intestino preso ou diarreia.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards