Referências Bibliográficas

Propaganda
CONTROLE ESTRUTURAL NA LAVRA DO MACIÇO CAPÃO
BONITO, SP, PARA UTILIZAÇÃO COMO ROCHA
ORNAMENTAL E PARA REVESTIMENTO
Thiago Motta BOLONINI1; Antonio Misson GODOY2
1
Pós-graduação Geologia Regional UNESP - IGCE ([email protected]); 2Depto de
Petrologia e Metalogenia – Universidade Estadual Paulista
O Maciço Capão Bonito ocorre no sudoeste do Estado de São Paulo e encontra-se
aflorando em parte das Folhas Topográficas, em 1: 50.000, de Capão Bonito e Guapiara, entre
as coordenadas: 48º35’44” - 48º19’00” W / 24º1’00” - 24º7’40” S (Fig. 1A).
Regionalmente, insere-se na Província Mantiqueira de Almeida et al. (1967) e na região
sul do Cinturão de Dobramentos Sudeste, na parte sul da Faixa Ribeira de Hasui et al. (1975).
Segundo Heilbron et al. (2004) a região situa-se na Província Mantiqueira Central subdividida
em três compartimentos tectônicos: parte sul do Orógeno Brasília, Orógeno Ribeira e os
Terrenos Apiaí, São Roque e Embu. A área de exposição das rochas do Maciço Capão Bonito
encontra-se no Domínio Apiaí - São Roque (Fig. 1B).
Figura 1. ALocalização da
área de estudo.
BMapa
geotectônico do
Domínio Apiaí
–São
Roque
(mod.
de
Heilbron et al.,
2004) com a
localização do
Maciço Capão
Bonito, SP.
Mais detalhadamente, o maciço ocorre intrusivo no Terreno Apiaí, no segmento das
unidades metassedimentares mesoproterozóicas que compreendem rochas supracrustais
metamorfisadas em condições de fácies xisto verde a anfibolito baixo da Formação
Votuverava do Grupo Açungui. Esta sequência de rochas foi posteriormente redefinida como
Supergrupo (Campanha, 1991) e apresentado por Fiori (1990) com uma estratigrafia não
original, mas resultante do empilhamento de fatias tectônicas decorrentes de cavalgamentos
que ocorreram durante o fechamento da bacia.
Na área ocorre a suíte granítica cálcio-alcalina alinhada na direção NE-SW, caracterizada
pelas rochas do Batólito Granítico Três Córregos e pelo granito pós-colisional anorogênico do
Maciço Granítico Capão Bonito, com idade U-Pb de 564 ± 8 Ma (Leite, 2003). Sobrepostas a
estas unidades afloram rochas sedimentares da Bacia do Paraná representada pelo Grupo
Itararé onde dominam arenitos, siltitos, folhelhos, diamictitos e ritmitos; e as manifestações
básicas da Formação Serra Geral na forma de soleiras e diques.
O Granito Capão Bonito (Fig. 2) encontra-se intrudido em rochas epimetamórficas do
Grupo
Açungui
representado
na
área
pela
Formação
Votuverava,
caracterizada
dominantemente por filitos, muscovita xistos, quartzitos e anfibolitos. A parte nordeste do
corpo magmático encontra-se parcialmente encoberta por rochas sedimentares do Grupo
Itararé, caracterizado por arenitos mal selecionados e por sedimentos recentes cenozóicos. Sua
porção noroeste está em contato direto com as rochas também neoproterozóicas do Complexo
Granítico Três Córregos, caracterizado por monzogranitos equigranulares a porfiríticos.
Figura 2. Mapa Geológico da região de Capão Bonito, SP.
O Maciço Capão Bonito denominado comercialmente como “Vermelho Capão Bonito”
ou para exportação com Rubi Red Granite corresponde a sieno- a monzogranitos
leucocráticos, isotrópicos a levemente cataclásticos, vermelho, inequigranular, com
granulação que vai de média a grossa (Fig. 3A). Composto por quartzo, microclínio,
oligoclásio, biotita e raras hornblendas cloritizadas, além de apatita, titanita, epidoto e
minerais opacos (Bolonini & Godoy, 2010).
No geral é bastante homogêneo, mas observa-se a presença de estruturas de schlieren
resultante de acúmulo de minerais máficos, veios de quartzo e raramente pequenos enclaves e
xenólitos, além da ocorrência de dique máficos associados da Formação Serra Geral.
O quadro estrutural é definido pelo arranjo de quatro deformações principais sendo que as
deformações progressivas D1/2, apresentam-se associadas ao início do processo colisional,
com a formação de dobras isoclinais a recumbentes com foliação plano axial paralelizado com
S0, definido por uma clivagem ardosiana, a qual se associa o emplacement e
consequentemente à deformação das rochas do Complexo Granítico Três Córregos.
Localmente ocorrem as duas foliações S1/2 e quando paralelizadas apenas a foliação S2 é
preservada. As foliações apresentam atitudes S1 de N100/20SW e S2 de N51/35SE.
Em nível crustal mais raso, em regime transcorrente/transpressivo (D3) ocorre à ascensão
magmática de corpos tardios, associada à formação de dobras normais com foliação
milonítica vertical S3 de direção N60/Sub-Vert. Esta fase foi responsável pela
compartimentação geotectônica atual da área com a estruturação em blocos delimitados pelas
principais zonas de cisalhamento, o emplacement e a atual estruturação alongada do Maciço
Capão Bonito. A partir de rejuvenescimentos tardios das zonas de cisalhamentos, superpõemse feições deformacionais cataclásticas (NE-SW), principalmente nas bordas do corpo.
Esta deformação é pouco penetrativa, com significativa atuação apenas nas zonas de
cisalhamento de alto ângulo e, secundariamente, na charneira das dobras. Esta deformação
milonítica no geral oblitera as demais feições, com geração de filonitos com acamamento
tectônico de alto angulo a vertical, visto principalmente nos metassedimentos. Distanciandose das zonas de cisalhamento esta fase assume um caráter regional dúctil, com esforço
transpressivo devido à acomodação das rochas granitóides, gerando ondulações suaves abertas
com desenvolvimento de uma tênue foliação subvertical de direção NE-SW. Nas rochas
metassedimentares lateralmente ao maciço ocorre localmente superposição de processos
metamórficos de contato com paragênese em fácies albita-epidoto hornfels.
A fase D4 de direção N140/80SE é marcada por uma tênue foliação nos metassedimentos
ou clivagem de fratura nas rochas do maciço com direção NW-SE. Tardiamente observam-se
diques básicos de direção NW-SE. O quadro estrutural é definido pelo melhor aproveitamento
de blocos na Pedreira Somibras (Fig. 3B, C) e é caracterizada pelos cortes em torno de
N60/85SE (Corrida) definidos por uma lineação mineral associada provavelmente à
deformação S3, o ortogonal N148/85SW (Segundo) definido por uma clivagem de fratura
provavelmente associada à deformação S4 e um terceiro corte subhorizontal (Trincante),
associada às fraturas de alívio de tensão (Fig. 3D).
Figura 3. A- Característica petrográfica do Sienogranito Capão Bonito, B- Pedreira Somibras,
C e D- Esquema de extração de blocos.
Agradecimentos: ao CNPq proc. no: 137364/2009-1 e 301302/2006-5.
Referências Bibliográficas
ALMEIDA, F.F.M. de. Origem e evolução da Plataforma Brasileira. Boletim DNPM-DGM. Rio de Janeiro,
p.241, 36, 1967
BOLONINI, T.M. & GODOY, A.M. Levantamento da Potencialidade do Sienogranito “Vermelho Capão
Bonito”, como rocha ornamental e para revestimento. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA,
XLV, 2010, Belém. Anais...Belém: Sociedade Bras. de Geologia, CD-ROM, 2010.
CAMPANHA, G.A.C. Tectônica proterozóica no Alto e Médio Vale do Ribeira, estados de São Paulo e
Paraná. Tese (Doutorado em Geoquímica e Geotectônica). Instituto de Geociências da Universidade São
Paulo – SP, IGc-USP. São Paulo, 296p., 1991
FIORI, A.P. Tectônica e estratigrafia do Grupo Açungui a norte de Curitiba. Tese (Livre Docência).
Instituto de Geociências, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1990.
HASUI, Y.; CARNEIRO, C.D.R.; COIMBRA, A.M. The Ribeira folded belt. Revista Brasileira Geociências,
[S.l]. p. 257-266, 1975.
HEILBRON, M.; PEDROSA-SOARES, A.C.; CAMPOS NETO, M.C.; SILVA, L.C.; TROUW, R.A.J.;
JANASI, V.A. Província Mantiqueira. In: Mantesso-Neto, V.; Bartorelli, A.; Carneiro, C. D. R.; BritoNeves, B. B. (Org). Geologia do Continente Sul-Americano: Evolução da Obra de Fernando Flávio Marques
de Almeida. São Paulo: Ed. Beca, p. 203-234, 2004.
LEITE, R.J. Petrogênese e geocronologia U-Pb do magmatismo granítico tardi a pós-orogênico no Batólito
Agudos Grandes – SP. Tese (Doutorado em Geoquímica e Geotectônica). Instituto de Geociências da
Universidade São Paulo – SP, IGc-USP. São Paulo, 218p., 2003.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards