GEOGRAFIA - Prof. Márcio

Propaganda
01 . A nossa literatura foi enriquecida com poetas de primeira grandeza, como Carlos
Drummond de Andrade, autor dos versos a seguir:
Urbaniza-se? Remove-se?
São 200, são 300
as favelas cariocas?
O tempo gasto em contá-las
é o tempo de outras surgirem.
800 mil favelados
ou já passa de um milhão?
Enquanto se contam, ama-se
em barraco e a céu aberto,
novos seres se encomendam
ou nascem à revelia. [...]
(Carlos Drummond de Andrade.
Nova reunião:
23 livros de poesia, v. 3. Rio de Janeiro:
BestBolso, 2009. p.477)
Quando Drummond escreveu estes versos, sua dúvida era o total das favelas: 200 ou 300?
Em 2009, o número já atingia 968, abrigando cerca de 20% da população carioca.
O processo de favelização da cidade do Rio de Janeiro
(A) está relacionado à geografia física da cidade: o mar e os morros dificultam a expansão da
mancha urbana e a saída é a ocupação das encostas dos morros com moradias precárias.
(B) difere do processo observado em outras cidades brasileiras, não somente por sua
velocidade como pela sua localização, pois no Rio de Janeiro ocorre a ocupação de áreas de
risco.
(C) é semelhante ao de outras cidades brasileiras porque resulta de fatores como a pobreza
crônica de grande parcela da população e a ineficácia de políticas habitacionais.
(D) teve sua expansão mais acelerada do que em outras localidades brasileiras visto a cidade
oferecer boas oportunidades de trabalho e, consequentemente, atrair migrantes.
(E) é complexo e singular porque, devido ao reduzido sítio urbano disponível, as favelas
cariocas apresentam elevado número de habitações e baixa densidade demográfica.
02. A vastidão territorial do Brasil condicionou a existência de um grande conjunto de formas
de relevo que se relacionam a grandes domínios climáticos. Sobre o relevo brasileiro, é
CORRETO afirmar:
a) Predominam as formas horizontais e sub-horizontais em grandes porções do território,
indicando a antiguidade litológica.
b) Os planaltos são, percentualmente, as formas mais abundantes de relevo e atestam a
predominância dos processos de sedimentação atuantes.
c) As planícies constituem a maior parte das formas de relevo na região amazônica, dado o
intenso trabalho fluvial.
d) As depressões compõem os fundos dos vales fluvia is e não possuem expressão territorial.
e) O relevo brasileiro é produto da intensa atividade orogenética recente, assim como ocorre
na porção oeste da América do Sul.
03. Considerando conhecimentos geográficos sobre as formas de uso dos recursos hídricos
brasileiros, é correto afirmar que, dentre as consequências associadas ao cenário
apresentado pela região Centro-Sul do Brasil em janeiro e fevereiro de 2014, estão
(A) o esgotamento dos recursos hídricos e a ampliação da geração de energia elétrica por
fonte solar e eólica.
(B) o racionamento na distribuição de água em algumas localidades e o comprometimento na
capacidade de geração de energia nas hidrelétricas.
(C) a redução da produção industrial brasileira e o aumento do abastecimento de água para
atender a nova demanda nas cidades.
(D) a extinção do abastecimento público e a implantação de medidas socioeducativas para
captação e uso racional da água.
(E) o comprometimento da produção agropecuária e a reserva de água para abastecimento
exclusivo das usinas hidrelétricas.
04. A dinâmica de circulação atmosférica tem importante papel na definição dos regimes
climáticos predominantes em cada região brasileira. Dentre as razões que explicam a
excepcional estiagem e as elevadas temperaturas que assolaram a região Centro-Sul do
Brasil em janeiro e fevereiro de 2014 estão
(A) a manifestação do fenômeno La Niña e o reforço das condições climatológicas de
ambiente quente e seco por questões sazonais.
(B) a incidência de uma zona de alta pressão atmosférica e o predomínio de uma massa de ar
quente e seca.
(C) a ocorrência de uma zona de baixa pressão atmosférica e a passagem de uma massa de
ar quente e seca.
(D) a atuação da Zona de Convergência do Atlântico Sul e o predomínio de uma massa de ar
quente e seca.
(E) a presença da Zona de Convergência Intertropical e a existência de um evento climático
extremo de subsidência da umidade em superfície.
05. Mata de terra firme, mata de várzea e igapó são formações vegetais típicas deste bioma.
Em razão do processo de uso e ocupação do território brasileiro e das ações dirigidas à
preservação dos recursos naturais realizadas nas últimas décadas, este bioma constitui-se
também naquele que guarda as maiores extensões de floresta nativa no Brasil, ainda que seu
desmatamento não tenha sido completamente cessado.
O texto refere-se ao bioma
(A) Cerrado.
(B) Mata Atlântica.
(C) Pampa.
(D) Caatinga.
(E) Amazônico.
06. O número total de refugiados por causa da guerra civil na Síria chegou a 2 milhões,
informa nesta terça-feira [03.09.2013] o Alto Comissariado das Nações Unidas para
Refugiados, Acnur. De acordo com um informe da agência, não há previsão de melhora na
situação, que já dura dois anos e meio. Ainda de acordo com o Acnur, o número de
refugiados representa um salto de quase 1,8 milhão em 12 meses.
Há exato um ano, o número de sírios registrados como refugiados ou aguardando registro era
de 230 mil.
(http://g1.globo.com. Adaptado.)
Considerando as diversas causas que determinam a natureza dos fluxos demográficos, o
termo que melhor qualifica o tipo de migração retratado no texto é migração
(A) sazonal.
(B) espontânea.
(C) forçada.
(D) pendular.
(E) de retorno
Texto para as questões 07 e 08
Presenciamos um imperativo das exportações, presente no discurso e nas políticas do Estado
e na lógica das empresas, que tem promovido uma verdadeira commoditização da economia
e do território. A lógica das commodities não se caracteriza apenas por uma invenção
econômico-financeira, entendida como um produto primário ou semielaborado, padronizado
mundialmente, cujo preço é cotado nos mercados internacionais, em bolsas de mercadorias.
Trata-se também de uma expressão política e geográfica, que resulta na exacerbação de
especializações regionais produtivas.
(Samuel Frederico. Revista Geografia, 2012. Adaptado
07. Por “commoditização do território” entende-se:
(A) a diminuição das especializações regionais baseadas na produção de bens de capital e
recursos minerais.
(B) a diminuição das especializações regionais baseadas na produção de bens de alta
tecnologia e produtos agrícolas.
(C) a ampliação e o aprofundamento das especializações regionais baseadas na produção de
bens de capital e bens de consumo duráveis.
(D) a ampliação e o aprofundamento das especializações regionais baseadas na produção de
bens agrícolas e recursos minerais.
(E) a ampliação e o aprofundamento das especializações regionais baseadas na produção de
bens de alta tecnologia e recursos minerais.
08. Entre as implicações políticas e econômicas do processo de “commoditização do
território”, é correto indicar
(A) a menor autonomia dos produtores locais e a maior vulnerabilidade das regiões em
relação às demandas e às regulações impostas pelo mercado externo.
(B) o fortalecimento dos produtores locais e a menor vulnerabilidade das regiões em relação
às crises e às oscilações do mercado externo.
(C) a maior autonomia dos produtores locais e o fortalecimento das regiões em função do
atendimento prioritário das demandas do mercado interno.
(D) a menor autonomia dos produtores locais e a instabilidade das regiões em função do
atendimento prioritário das demandas do mercado interno.
(E) o maior controle pelos produtores locais e a maior autonomia das regiões em relação à
definição dos preços internacionais das commodities.
09. Leia a reportagem abaixo:
Empregos verdes
A preocupação com o aquecimento global está criando um mercado de trabalho vinculado às
demandas ambientais, inclusive no Brasil. Quem está se beneficiando dessas novas
oportunidades são os profissionais que entendem de mercado de carbono. Empresas
brasileiras, a exemplo da Klabin, Votorantin e Petrobras, precisam de gente que conheça o
protocolo de Kyoto e as regras estipuladas pela ONU para a criação de projetos
ecologicamente corretos.
(RODRIGUES, Flávia. Empregos verdes. O Globo. Rio de Janeiro, 25 mar. 2007. Caderno 3,
p. 2. Adaptado.)
Com base na análise do texto acima e nos conhecimentos sobre a temática de meio
ambiente, assinale a afirmativa CORRETA:
a) As novas demandas do mercado de trabalho indicam que os problemas ambientais
encerrarão em função da maior cobrança pelo direito de poluir.
b) O protocolo de Kyoto constitui-se num acordo assinado pelos países desenvolvidos, os
maiores poluidores, objetivando diminuir a emissão de seis gases poluentes na atmosfera.
c) As novas estratégias utilizadas revelam que os problemas de emissão de gases poluentes
somente podem ser solucionados pela lógica econômica, comandada pelas multinacionais.
d) O mercado de carbono constitui-se numa nova estratégia político-econômica para
minimizar os impactos ambientais relacionados ao processo de aquecimento global.
e) As demandas ambientais são reduzidas tanto na escala nacional quanto na escala global e,
portanto, não haverá geração de empregos.
10. A cidade tem sido sempre o lugar da liberdade, um lugar de refúgio para os pobres e
desenraizados. E para minorias de todos os tipos, que encontraram proteção na cidade [...] A
diversidade de origem é uma constante da população das cidades. A cidade tem sido com
frequência o espaço da coexistência e da mestiçagem. Isso não foi produzido sem dor e
dificuldades. Porém, tem gerado sempre consequências positivas para as áreas urbanas e
para o desenvolvimento da cultura em geral. Sempre nas cidades essa diversidade tem sido
maior que nas áreas rurais e, maior nas grandes cidades do que nas pequenas. E tudo isso
em todas as épocas, países e cultura.”
(Horacio CAPEL. Los inmigrantes en la ciudad. Crecimiento económico, innovación y conflicto
social [Os imigrantes na cidade. Crescimento económico, inovação e conflito social] In: Scripta
Nova. Revista Electrónica de Geografía y Ciencias Sociales. Barcelona:
Universidad de Barcelona, Nº 3, 1 de mayo de 1997, http://www.ub.es/geocrit/sn3.htm, acesso
em 11 de outubro de 2011, tradução nossa)
Considerando o texto é correto afirmar que
(A) é da natureza das grandes cidades a diversidade cultural e étnica, visto que não há
grandes populações urbanas homogêneas, já que as cidades, em razão de suas múltiplas
atividades e possibilidades, têm um poder de atração bastante abrangente.
(B) grandes cidades, quanto mais desenvolvidas, notabilizamse por terem populações
homogêneas do ponto de vista étnico e cultural, isso porque há dificuldades para o
desenvolvimento, quando se depende de relações entre pessoas muito diferentes.
(C) a generosidade na recepção de imigrantes é uma condição que as cidades modernas
perderam, na Europa, e também no Brasil, em vista dos encargos que os imigrantes impõem,
sem retorno econômico equivalente.
(D) as inevitáveis dificuldades de convivência nas cidades entre os imigrantes e os nativos
agravamse quando a imigração é estrangeira, pois se nacional ela é recebida sem
preconceitos, como ocorre na metrópole de São Paulo.
(E) o fenômeno migratório gerou nas cidades modernas muita riqueza econômica e cultural,
mas atualmente isso não mais ocorre, pois a fase original de povoamento das grandes
cidades já foi completada e atualmente elas não comportam novos contingentes
populacionais
RESPOSTAS:
01.
02.
03.
04.
05.
06.
07.
08.
09.
10.
Download
Random flashcards
Criar flashcards