resumo.circulatorio

Propaganda
COLÉGIO PEDRO II – campus Humaitá II
Sistema Cardiovascular
 FUNÇÃO
O sistema cardiovascular ou circulatório é responsável pela distribuição, dentre outras substâncias, de
gases, nutrientes, hormônios e anticorpos, através do sangue.
 ÓRGÃOS CONSTITUINTES
Para a promoção dessa distribuição, esse sistema conta com uma bomba, o CORAÇÃO e tubos de
diferentes espessuras que realizam o transporte, os vasos sanguíneos.
 TIPOS DE VASOS SANGUÍNEOS
 Artérias: são vasos que partem do coração, estão localizadas mais internamente, suportam grandes
pressões, são muito resistentes e possuem uma camada de tecido muscular espessa.
 Veias: são vasos que levam o sangue de volta ao coração e estão localizados mais superficialmente.
Como a pressão que suportam é muito baixa, a camada muscular que recobre esses vasos é menos
espessa do que aquela encontrada nas artérias. No interior desses vasos, há válvulas que fazem o
sangue se deslocar sempre em direção ao coração. O retorno do sangue ao coração é facilitado pela
ação dos músculos que, ao se contraírem, comprimem as veias e estas impulsionam o sangue.
 Capilares: vasos microscópicos por meio dos quais ocorrem as trocas entre o sangue e os tecidos.
 As artérias ramificam-se, diminuindo seu calibre e formam as arteríolas. Estas, por sua vez,
ramificam-se ainda mais e formam os capilares. Os capilares reunem-se e formam as vênulas e estas,
ao se reunirem formam as veias.
 CORAÇÃO E CIRCULAÇÃO SANGUÍNEA
O coração dos mamíferos é dividido em 4 câmaras: 2 átrios e 2 ventrículos. O sangue penetra no
coração pelos átrios e é lançado para fora dele pelos ventrículos.
O sangue vindo dos tecidos (pobre em
oxigênio – SANGUE VENOSO) chega ao
coração trazido pelas veias cavas
superior e inferior e entra no átrio direito.
Do átrio direito, o sangue passa para o
ventrículo direito de onde é impulsionado
para os pulmões através das artérias
pulmonares direita e esquerda.
Após a hematose, o sangue (rico em
oxigênio – SANGUE ARTERIAL) retorna ao
coração pelas veias pulmonares e
penetra no átrio esquerdo. Do átrio
esquerdo, o sangue passa para o
ventrículo esquerdo, de onde será
bombeado para o organismo por meio da
artéria aorta.
 É importante ressaltar que na metade direita do coração somente circula sangue venoso (pobre em
oxigênio e rico em gás carbônico) e, na metade esquerda, somente circula sangue arterial (rico em
oxigênio e pobre em gás carbônico). Em situações normais, só há comunicação entre o átrio direito e o
ventrículo direito e, entre o átrio esquerdo e o ventrículo esquerdo. A ausência de comunicação entre as
metades do coração é uma importante adaptação para a maior eficiência na distribuição de oxigênio
pelo corpo.
 A contração do coração é chamada de SÍSTOLE e o relaxamento de DIÁSTOLE.
 Entre o átrio direito e o ventrículo direito existe uma valva, VALVA TRICÚSPIDE, que garante que o
sangue circule sempre no mesmo sentido. Entre o átrio esquerdo e o ventrículo esquerdo existe a
VALVA BICÚSPIDE ou MITRAL.
 O ritmo dos batimentos cardíacos é dado pelo marca-passo, um grupo de células localizado no átrio
direito e que produz impulsos elétricos que fazem o coração se contrair. Além do marca-passo, nosso
sistema nervoso e alguns hormônios também influenciam o ritmo cardíaco.
 Denominamos de GRANDE CIRCULAÇÃO OU CIRCULAÇÃO SISTÊMICA, a circulação do sangue arterial
para o corpo e o retorno do sangue venoso até o coração: Ventrículo esquerdo  Artéria aorta  corpo
 Veias cavas superior e inferior  Átrio direito.
 Denominamos de PEQUENA CIRCULAÇÃO OU CIRCULAÇÃO PULMONAR, a circulação do sangue
venoso para o pulmão e o retorno do sangue arterial até o coração: Ventrículo direito  Artérias
pulmonares  Pulmões  Veias pulmonares  Átrio esquerdo.
 A pressão arterial mantém o sangue circulando no organismo e representa a força que o sangue
exerce contra a parede das artérias. Tem início com o batimento do coração. A cada vez que bate, o
coração joga o sangue pelos vasos sanguíneos chamados artérias. As paredes dessas artérias se
esticam e relaxam a fim de manter o sangue circulando por todas as partes do organismo. Esta pressão
é necessária para que o sangue consiga chegar aos locais mais distantes, como a ponta dos pés, por
exemplo.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards