O vídeo As Grandes Epidemias, trata não só das epidemias atuais

Propaganda
O vídeo As Grandes Epidemias, trata não só das epidemias atuais como as de
décadas atrás, o infectologista Luis Arnaldo, explica o motivo dessas doenças se
tornarem grandes epidemias e mostra como podemos acabar ou diminuir elas e evitar
as contaminações.
As grandes tragédias causadas por vírus são os motivos para que haja o medo entre
as pessoas e para que os profissionais da área da saúde possa criar vacinas para
curar ou tratar essa doença, pois o risco de infectar várias pessoas e que se transmita
não só para pessoas de uma região mas sim de toda área daquele estado, os
cuidados tem que ser redobrados e medidas de precaução tomadas o mais rápido
possível.
Ebola, gripe H1N1,malária e febre amarela, são alguns dos vírus que o infectologista
aborda no vídeo , a ebola não é um vírus de agora como a maioria das pessoas
pensam mas sim de 1976, o tipo mais fácil, vamos dizer assim, vem tendo alguns
casos ao longo do tempo e esses casos eram controlados e não tinha um número de
mortalidade tão grande, já esse tipo de ebola ,que estamos nos acostumado a vermos
nos jornais, sites e em revistas, é mais agressiva e vem “atacando” as pessoas há
pouco tempo e por ser uma coisa ‘nova’ não tem um certo tipo de medicação para
poder controlar o número de mortalidade, pois com a mutação dos vírus fica mais
difícil de combater com medicamentos e vacinas, pelo fato de não poder ter uma base
para a criação de uma fórmula para as substancias do medicamento.
O H1N1 é o vírus mais comum, o que sempre está presente, a gripe espanhola que
gerou uma grande epidemia inicialmente na Espanha e Estados Unidos, foi uma
mutação do vírus da gripe, pelo fato de não existir antibióticos naquela época o
problema se agravou e matou mais de 50 milhões de pessoas no mundo todo, o fato
foi agravado pela pneumonia que os pacientes adquiriam. Os vários casos fez com
que os hospitais não tivesse condições para cuidar de todos, hoje já tem vacinas para
essa doença, as vacinas se renovam a cada ano pelo fato da mutação dos vírus,
fazendo que a cada ano as pessoas vão aos postos e tomar as vacinas para dificultar
e ate mesmo criar antivírus capazes de matar os vírus dessa gripe.
A Varíola, sarampo e poliomielite também teve casos de epidemias, e tiveram
resultados a partir da conscientização das pessoas, ajudando assim a diminuição dos
casos, com o programa de conscientização as pessoas conseguem ficar imunes a
esses vírus mais antigos, fazendo com que s casos não sejam alarmantes e muito
abaixo do nível preocupante. Caso uma pessoas que tomou a vacina e que venha ter
tempos depois, o combate ficará um pouco mais fácil pelo fato de ter um certo tipo de
proteção, não será 100% pois precisa ter a vacinação em dias mas será um pouco
menos grave.
A vacina contra o HPV que causa o câncer de colo do útero, está tentando acabar com
essa epidemia que é silenciosa e ocorre na maioria dos casos nas adolescentes, é
uma medida que ainda está tendo problemas de aceitação, pelo fato que alguns pais
ou responsáveis acharem que com a vacina as meninas ficarão tentadas a
começarem a vida sexual e acharem que estarão na idade certa por ter tomado a
vacina.
A Aids ainda é uma grande epidemia, número de pessoas contaminadas ainda é
grande mesmo com toda informação disponível para a prevenção dessa doença,
pessoas que estão começando com a vida sexual tem uma curiosidade de
experimentar sem a proteção devida fazendo com que aconteça contaminação em
alguns casos, pessoas com idade mais avançada também esta inclusa na lista de
pessoas infectadas, mesmo tendo vivido na época de que um grande numero de
pessoas morreram pelo fato de não ter tratamento e nem medicamento para combater
os avanços da doença, atualmente não existe cura para a aids, mas existe tratamento
e esse tratamento faz com que as pessoas tenham uma vida comum e que não ocorra
a morte por esse vírus caso os remédios sejam tomados corretamente. Pessoas que
não aceitam o tratamento não terá outra solução, pois ainda está na fase de pesquisa
para que descubram a cura.
A Dengue, é transmitida pela picada do mosquito Aedes Aegypti e não existe só um
subtipo de vírus e sim quatro subtipo transmitido por esse mosquito, esse vírus se
adapta aos tipos de clima e a principal, é uma doença que é simples de tratar,
atualmente as pessoas já sabem que precisam se hidratar para que possa melhor. O
tipo mais grave da dengue é a hemorrágica que pode levar a morte caso não tratada.
Com a globalização, foi possível começar os testes para a criação da vacina contra a
dengue, ela está na fase final e já mostra resultados positivos. Daqui a pouco tempo
ela irá chega para a população, trazendo assim menos risco para a população.
Hepatite C, também é uma doença silenciosa, é um vírus novo que foi descoberto em
1989, transmitido pelo sangue(transfusão de sangue), ou seja objetos contaminados é
um transmissor, transfusão de sangue também é um transmissor, pessoas que
sofreram transfusão de sangue antes de 1992 corre o risco de está contaminado não
sabe pelo fato dessa doença ser silenciosa. Milhares de pessoas morreram por causa
desse vírus, graças ao avanço da medicina essa infecção é curável através do
tratamento, existe novos medicamentos e a cada anos medicamentos para a cura
surge, profissionais da área da saúde acreditam que daqui a alguns anos mortes
causadas por essa doença não exista mais .
Tuberculose, existe a muito tempo e vem de pessoas que tenha o HIV, ocorre pelo
consumo de álcool, imunidade baixa, é uma doença infecciosa, (infecção bacteriana )
e transmissível que afeta prioritariamente os pulmões. Antigamente para conseguir
“curar”,(tratar) o paciente , teria que ficar internado, hoje não é mais preciso , cura-se
na própria casa mesmo. Alguns sintomas da tuberculose, é palidez, tosse seca,
cansaço, febre, fraqueza...
Como vimos no vídeo, é falado sobre as grandes epidemias, sobre algumas doenças
causadas por bactérias e/ou por vírus. Mostra formas de como combater, de como
tratar, evitar, em fim. No mundo atual em que vivemos, as doenças que ainda
persistem estão sendo mais fáceis de serem tratadas, pois com o avanço da
tecnologia a cada dia que passa surgem novas vacinas e técnicas para o combate de
tal doença.
Como a tecnologia antigamente era muito difícil , então o uso de vacinas
praticamente não existia e com isso o vírus de tal doença se alastrava na população ,
trazendo muitas mortes . Hoje já vimos que ocorre de uma outra maneira , a cada dia
que se passa novos vírus (doenças ) vai crescendo , porém o estudo para conseguir o
combate de alguns vírus também vai aumentando.
Entende-se que a globalização interfere nessas epidemias, pois a facilidade de
pessoas com o trânsito aéreo está bem vasta. Ou seja isso faz com que vírus e as
bactérias das doenças se alastrem mais rapidamente com a circulação de pessoas
em varias nações.
Como, ainda existem países que a população não tem total apoio de vacinas e
medicamento que tragam a cura, essas pessoas no mínimo procuram outros países
que tenha uma tecnologia, um tratamento mais avançado, e com isso o vírus que
essa pessoa possui começa a se manifestar . Fazendo com que especialistas da área
de saúde pesquisem e busquem novas formas e meios para solucionar e melhorar a
vida de todos que precisam o mais rápido possível .
Importante lembrar que antes dessa “globalização“, vírus muitos fortes que as pessoas
tinham eram muito raros serem manifestados . Ou melhor, eram manifestados, mais
não tão quanto hoje. Haviam muitas mortes. Essas mortes ocorriam não apenas por
faltas de medicamentos ou vacinas .mas sim, por não saberem manter uma higiene
pessoal consigo mesmo e uma total proteção contra a bactéria.. Vale lembrar que
ainda nos dias de hoje é preciso manter total responsabilidade com seus objetos
pessoais , como por exemplo , alicates de unha, etc. Como a internet não era
acessível antigamente, não tinha como saber ao certo o tipo de bactéria ,
vírus..(doença) que certo paciente estava. E por isso acontecia os altos níveis de
mortes.
Algumas doenças não trazem mais tantos perigos como antes, pois existem
prevenções. Algumas por conta das vacinas nem existem mais. Sabemos que a cada
dia que se passa novas doenças vão surgindo , e as novas descobertas para fazer
com que descubra como surgiu e como acabar vai crescendo também. Sabemos que
a facilidade de um Vírus se espalhar pelo mundo , (no ambiente ) e por as pessoas é
muito rápido. Trazendo assim o risco de infectar nós seres humanos.
Nosso mundo é marcado por tragédias que ocorrem com nós seres humanos
mesmos , por conta das grandes epidemias. Em alguns séculos passados , como por
exemplo o século quatorze , uma das grandes epidemias foi a da PESTE NEGRA,
como já foi dito, não havia muitas coisas a se fazer , não tinha os medicamentos
certos, se é que havia.
Naquele tempo não tinha tratamentos necessários onde que pudesse impedir o
restante da população , e por conta disso foi se alastrando e trazendo consequência e
principalmente mortes para a maioria da população, não só naquela população, e sim
em outros países.
Em outro século, no século vinte , aconteceu a epidemia de varias outras, Sarampo,
febre amarela, malária , poliomielite, tífu, Aids ...trazendo também muitas mortes . Já
vimos que hoje não corremos o risco de ter essas que por vez já trouxeram muitas
mortes, pois já existem as vacinas de todas elas .. para a aids existe o tratamento e os
devidos cuidados que devem ser tomados.
E hoje no mundo atual ainda persistem algumas epidemias, sabemos que houveram
muitas mudanças e que a preocupação não é tão grande como antes. Mas devemos
ter todo o cuidado necessário, ainda existem algumas doenças que as vacinas ainda
não foram liberadas , e/ou ainda não sabem a causa e que ainda traz muitas taxas de
mortalidade.
Também já foi dito que a circulação de pessoas em outras nações a cada dia que
passa vai crescendo e por isso o motivo de sempre surgir uma nova epidemia , pois
ainda existem países que não tem um desenvolvimento adequado , ou seja que ainda
não se desenvolveram e assim muitas doenças persistem fazendo com que o
“infectado” procure tratamento em outros países ou fazendo com que ele saia do seu
campo onde foi criado, onde adquiriu a doença e passe a morar em outro país .
Com isso o vírus que ele adquiriu começa a se manifestar na população. Trazendo
muitos desafios a saúde publica , especialistas.. e por isso faz com que as vacinas
sejam criadas mais rapidamente. Fazendo com que a população fique protegidas mais
rápidas.
Hoje temos mais uma nova epidemia, o vírus da Zika que é causado pelo mosquito
Aedes Aegypti , que traz consequências principalmente para gestantes. Foi
identificado pela primeira vez aqui no Brasil em 2015.
Deixando assim muitas pessoas infectadas. Seus sintomas são dores de cabeça,
manchas avermelhadas, febres, coceiras, entre outras ..especialistas buscam criarem
vacinas para esse “novo” vírus . Além do Zika vírus, temos a Chikungunya que os
sintoma coincidem com este dito a cima. Ocorre também através da picada do mesmo
mosquito, aqui no Brasil veio ocorrer em 2014 , sendo que este já existia na África.
Para esses “novos” vírus ainda não foram criadas as vacinas, e somente estão sendo
tratadas com medicamentos . sendo assim devendo ter todo cuidado possível , ainda
não foram crias as vacinas , mas podemos tentar ajudar nós mesmos, não deixar
água parada, estar sempre de repelente , ao dormir usar mosquiteiros ou telas nas
janelas , em fim enquanto não surge uma vacina adequada, podemos tentar evitar.
Bom, o que essas epidemias e a globalização tem em comum? Com o mundo
globalizado o número de epidemias aumentou significantemente, pessoas viajam de
um país para outro em todo momento, remédios e vacinas são transportados para
vários países que tem o mesmo ou parecido propósito, e com essas viagens acaba
que espalhando um tipo de doença que até então estava presente em uma
determinada área.
A falta de desenvolvimento de um determinado país ou estado é uma forma rápida
para que um determinado vírus se espalhe e contamine várias pessoas, como o a área
que está com as pessoas infectadas não tem uma vacina ou remédio, começa a ser
alarmante o número de pessoas que irão ter uma piora significativa e pode chegar até
a morte, mas a globalização também tem o lado positivo, graças a ela os
medicamentos e vacinas chegam a quase todos os países em um tempo considerável
curto, já que as pessoas contam com o tempo para a melhora da pessoa, fazendo com
que se consiga uma melhora significativa nas pessoas que contraíram a doença.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards