O que é a sida?

Propaganda
O que é a sida?
A SIDA é provocada pelo Vírus da Imunodeficiência
Humana (VIH), que penetra no organismo por contacto
com uma pessoa infectada. A transmissão pode acontecer
de três formas: relações sexuais; contacto com sangue
infectado; de mãe para filho, durante a gravidez ou o parto
e pela amamentação.
Sintomas da Sida:

A fase aguda da infecção com VIH ocorre uma a quatro
semanas após o momento do contágio. Algumas pessoas
apresentam sintomas semelhantes aos de uma gripe
como febre, suores, dor de cabeça, de estômago, nos
músculos e nas articulações, fadiga, dificuldades em
engolir, gânglios linfáticos inchados e um leve prurido.
Calcula-se que pelo menos 50 por cento dos infectados
tenham estes sintomas.
Diagnóstico:

O diagnóstico faz-se a partir de análises sanguíneas para
detectar a presença de anticorpos ao VIH. Estes
anticorpos são detectados, normalmente, apenas três a
quatro semanas após a fase aguda, não podendo haver
uma certeza absoluta sobre os resultados nos primeiros
três meses após o contágio.
Contágio:

Através de sangue, sémen, fluidos vaginais, leite materno
e, provavelmente, dos fluidos pré-ejaculatórios dos
seropositivos. O VIH não se transmite pelo ar nem penetra
no organismo através da pele, precisando de uma ferida
ou de um corte para penetrar no organismo.
Prevenção:

Usar sempre preservativo nas relações sexuais, não
partilhar agulhas, seringas, material usado na preparação
de drogas injectáveis e objectos cortantes (agulhas de
acupunctura,
instrumentos
para
piercings, de cabeleireiro, manicura).
fazer
tatuagens
e
Comportamentos de risco:

Toxicodependentes que se injectam e partilham agulhas,
seringas e outro material usado na preparação da droga
para injecção.

Pessoas que não praticam sexo seguro, isto é, que não
usam preservativos e têm mais do que um parceiro sexual.

Profissionais de saúde - acidentes com contacto com
objectos
cortantes
contaminados
(agulhas)
ou
sangue, ou outros líquidos orgânicos, contaminados.
com
Diferenças entre VIH, HIV e SIDA:

VIH é a sigla para Vírus da Imunodeficiência Humana.
HIV é a sigla em inglês para Human Immunodeficiency
Virus.
SIDA significa Síndrome da Imunodeficiência Humana
Adquirida. É um conjunto de sinais e sintomas bem
definidos que podem surgir em indivíduos com a infecção
pelo VIH.
Diferenças entre VIH, HIV e SIDA:

Desde o momento em que se adquire a infecção até que
surjam sintomas de doença decorre um período de tempo,
designado como fase assintomática da infecção pelo VIH,
(que pode durar em média 8 a 10 anos) em que a pessoa
infectada não tem qualquer sintoma e se sente bem.
Pode estar-se sempre no estado de
seropositividade sem passar a sida?

Sem tratamento específico para o VIH (com os
medicamentos anti-retrovíricos) todos os infectados com o
vírus virão a ter SIDA mais cedo ou mais tarde. Desde o
momento em que a pessoa adquire a infecção até entrar no
estado de SIDA decorre um período de tempo que é, em
média, de 8 a 10 anos. Com o tratamento actualmente
disponível, é possível modificar a história natural desta
infecção, aumentando a duração do período assintomático
da doença e prevenindo o aparecimento das infecções e
tumores que definem a fase de SIDA.
Quem tem um teste positivo tem sida?

Ambos são vírus da Imunodeficiência Humana, capazes de provocar a
Síndrome da Imunodeficiência Adquirida e com formas de contágio
similares. As diferenças mais importantes entre eles são:

O VIH-1 é mais “agressivo”, sendo mais rápido na destruição do sistema
de defesa do organismo humano – o sistema imunológico. A evolução da
doença é mais rápida nos doentes com VIH-1, comparativamente aos
doentes com VIH-2. O período assintomático de infecção é, em média, de
10 anos para o VIH-1 e de 30 anos para o VIH-2.
Trabalho elaborado por:

Amélia carvalho

Turma: EFA-A
Dezembro 2007

Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Criar flashcards