Hipertensao e Atividade fisica

Propaganda
Hipertensão e Atividade física
Podemos considerar que a Hipertensão Arterial ou “Pressão Alta” a pressão dentro das
artérias de uma pessoa subiu a valores elevados e permanecem altos. Na atualidade, o
nível de pressão máxima maior do que 140 mmHg ou pressão mínima maior do que 90
mmHg indicam “pressão alta”.
A hipertensão arterial atinge mais de 30 % da população adulta, principalmente acima
dos 30 anos de idade. Embora exista uma influência de fatores hereditários, dentre eles
os familiares, na elevação da pressão arterial, sabem que condições de vida contribuem
para esta elevação - baixa escolaridade, desemprego, baixos salários etc., assim como o
estilo de vida - comer muito sal, deixar de ser “estressado”, estar acima do peso, não
fazer exercícios e ingerir bebida alcoólica em excesso.
Esta doença é considerada perigosa porque freqüentemente não causa sintomas, mas
pode acarretar conseqüências graves para o indivíduo como: acidente vascular
encefálico, infarto do miocárdio (insuficiência do coração), insuficiência renal ou ainda
obstrução das artérias que levam o sangue para as pernas, se não for diagnosticada e
tratada adequadamente.
É necessário que todas as pessoas, mesmo que não sintam nada, devem verificar sua
pressão arterial no Posto de Saúde pelo menos a cada seis meses (no máximo).
Todo hipertenso deve fazer atividade física, desde que esteja com a pressão arterial
controlada e os exercícios sejam feitos de forma adequada, sempre acompanhada de um
profissional competente e qualificado.
Antes de começar a atividade física, o ideal é fazer um teste ergométrico,
principalmente, se tiver outros fatores de risco cardiovasculares associados. A
supervisão médica, durante as sessões de exercício, não é necessária, a não ser que o
hipertenso tenha alguma doença no coração. Mas, se for acompanhado por um professor
de educação física, desenvolverá um trabalho mais eficiente, completo e com menos
riscos à sua saúde.
O exercício recomendado ao hipertenso é o aeróbio, executado de três a cinco vezes por
semana, com duração de 40 a 50 minutos e intensidade de leve a moderada, ou seja, 50
a 70% da freqüência cardíaca.
Esse exercício auxilia na redução da pressão arterial, porém, pensando na saúde global
do indivíduo, deve-se também fazer exercícios localizados e de alongamento. É preciso
que se realize uma avaliação física para que determina com eficácia os exercícios a qual
devem ser trabalhados com fidedignidade.
Os benefícios da atividade física no controle da pressão arterial acontecem por diversos
fatores diretos e indiretos da atividade física no organismo:
- Alterações cardiovasculares (Diminuição da freqüência cardíaca de repouso, debito
cardíaco no repouso e resistência periférica)
- Alterações endócrinas e metabólicas (Diminuição da gordura corporal, diminuição dos
níveis de insulina, diminuição na atividade do sistema nervoso simpático, aumento da
sensibilidade a insulina, melhora da tolerância a glicose.)
- Composição corporal (Efeito diurético, aumento da massa muscular e aumento da
força muscular.)
- Comportamento (Diminuição do stress e ansiedade)
Lembre-se, se for faz parte deste quadro de pessoas hipertensas, a prática de uma
atividade física tende realmente e melhorar, porém procure profissionais com
qualificação e sinta a diferença!
1Prof.
Especialista Alexandre Vieira
Sócio-Diretor da Evolution – Cursos para Preparação Profissional.
Prof. Universitário / Educação Física – Cref. 3.123
Pós-graduado em Bases Fisiológicas e Metodológicas do Treinamento Desportivo –
UNIFESP
Contato: [email protected]
Fonte: Webartigos.com | Textos e artigos gratuitos, conteúdo livre para reprodução. 1
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards