SPB0533 - Unitau

Propaganda
XVII Encontro de Iniciação Científica
XIII Mostra de Pós-graduação
VII Seminário de Extensão
IV Seminário de Docência Universitária
16 a 20 de outubro de 2012
INCLUSÃO VERDE: Ciência, Tecnologia e
Inovação para o Desenvolvimento Sustentável
SPB0533
AVALIAÇÃO DA EXPOSIÇÃO DE RISCO DE CONTAMINAÇÃO
PELO VÍRUS HIV EM UM PROJETO EXTENSIONISTA
JULIA LUIZA DA COSTA PEREIRA
JÉSSICA MAIARA DVOLATKA
AMANDA GOMES DE MIRANDA
CARLA LUIZA DA SILVA
LUCIANE PATRÍCIA CABRAL
[email protected]
BACHARELADO EM ENFERMAGEM
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA
ORIENTADOR(A)
LIDIA DALGALLO ZARPELLON
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA
RESUMO
Para realizar a prevenção, precisa que os profissionais da saúde trabalhem em prol da
promoção da saúde, pelo aumento da capacidade das pessoas, dos grupos e da comunidade
em geral de se proteger e trabalhar pelo enfrentamento coletivo dos problemas sociais e de
saúde. Atuar pela prevenção das DST/HIV/AIDS é trabalhar para que as pessoas possam se
proteger durante as relações sexuais, mudando sua maneira de agir e utilizando o preservativo.
O objetivo principal deste trabalho, através do projeto extensionista UEPG – Enfermagem na
busca e prevenção do HIV/AIDS foi realizar busca ativa dos possíveis portadores do vírus HIV,
bem como avaliar a exposição de risco dos participantes, de acordo com idade, sexo e estado
civil, sendo desenvolvidas ações preventivas por meio de orientação individual. Os dados foram
coletados por acadêmicos do curso de enfermagem da Universidade Estadual de Ponta
Grossa- Pr, por meio de questionário semi-estruturado durante o período de Abril à Novembro
de 2011, com uma frequência de uma vez ao mês, vinculados a outro projeto, o UEPG+Energia
- Festival da Saúde. Para esta coleta de dados, os participantes assinavam um Termo de
Consentimento Livre e Esclarecido, permitindo que estes dados pudessem ser divulgados em
eventos de extensão, obtendo uma amostra de 120 participantes, sendo 81 do sexo feminino e
39 do sexo masculino. O critério de inclusão deste trabalho foi que os participantes deveriam
ter vida sexual ativa. Diante deste estudo, podemos destacar os seguintes resultados:
54,16%(n=65) dos participantes não se expõem a riscos de contrair o vírus do HIV, destes,
44,29%(n=31) são casados. Em contrapartida, observa-se que os jovens na faixa etária de 1828 anos se expõem mais ao risco de contrair o vírus, alcançando um percentual de 58%
(n=29). Dos participantes que se expuseram por algum motivo ao risco (n=50), a porcentagem
de mulheres tiveram uma ou mais exposições, sendo de 64%(n=32) sendo essa maior do que
dos homens com 36% (n=18). Diante desses dados torna-se necessária a intervenção dos
profissionais da área da saúde, principalmente do enfermeiro, em ações de promoção e
prevenção à saúde, pois observa-se que homens e mulheres ainda acham que a percepção de
vulnerabilidade ao HIV é uma coisa que não pode acometê-los. Mas se atentarmos nesse
estudo, observa-se que os jovens e as mulheres ainda se expõem mais ao risco e alguns
homens são mais precavidos durante as relações sexuais. Neste sentido as campanhas
educativas, abordando os indivíduos, através da conscientização sobre a prevenção do
HIV/AIDS e estimulação do uso do preservativo devem ser utilizadas principalmente entre as
mulheres e os jovens.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards