Formart_artigoCientífico

Propaganda
III Seminário de Gestão Socioambiental para o Desenvolvimento Sustentável da Aqüicultura e da Pesca no Brasil – III
SEGAP 2009
FORMATAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO
Nome do autor e SOBRENOME
Nome da instituição
Endereços postal, telefone e eletrônico
RESUMO
O resumo deverá ter no máximo 150 palavras, sendo o
corpo do texto com fonte Times New Roman, tamanho 10,
estilo Normal.
d)
e)
Palavras-chave: gestão socioambiental – aqüicultura e
pesca – sustentabilidade (Máximo de 05 palavras)
1. INTRODUÇÃO
O SEGAP, desde a sua primeira realização em 2004,
tem buscado ser um espaço de interlocução entre a
comunidade acadêmica e a sociedade da aqüicultura e
da pesca no Brasil, em parceria com outros atores
sociais, para o desenvolvimento de ferramentas de
gestão e pesquisa do uso sustentável dos ecossistemas
aquáticos. A experiência brasileira tem demonstrado
que há um caminho longo a percorrer no sentido da
criatividade e inovação para que haja uma maior
integração entre o setor destas duas atividades e os
maiores setores da produção industrial do país, por
dividirem com aquelas o mesmo ecossistema para
suas operações: hidrocarbonetos, energia hidráulica,
mineração e agroindústria.
f)
g)
h)
numerados depois de Palavras-chave e em
negrito;
Nome do autor em negrito, com tamanho 11, o
segundo, com maiúsculas iniciais e minúsculas
para o último sobrenome;
Nome da instituição e endereços com estilo de
fonte Normal e tamanho 10;
Havendo mais de um autor, deve-se proceder de
acordo com as alíneas (d) e (e), separando as
referências de cada autor com um espaço em
branco simples;
Corpo do texto: tamanho 11, entre linhas simples,
uma linha em branco entre os parágrafos.
Citações, se houver, e referências bibliográficas
deverão estar de acordo com a ABNT em vigor.
Na perspectiva das tendências contemporâneas da
ciência e da tecnologia, agregar conhecimento das
ciências aplicadas ao patrimônio científico das
ciências naturais torna-se hoje uma estratégia
indispensável para a superação dos óbices desse setor
de produção no país. Para isso, é fundamental a
participação dos "stakeholders" (entidades de
profissionais e empresários da aqüicultura/pesca, grandes
indústrias, órgãos governamentais, ONG’s), através
da reflexão e da criatividade para o encontro de
alternativas aos modelos de industrialização e de
consumo adotados pelo país nas últimas décadas.
2. A FORMATAÇÃO
3. CONCLUSÃO
O artigo científico deverá conter entre 06, no mínimo,
e 10 páginas no máximo, incluindo as referências
bibliográficas. Ele deverá estar formatado de acordo
com as seguintes especificações:
a) Digitação com fonte Times New Roman;
b) Configuração da página: Carta, em duas colunas,
02cm para as margens superior/esquerda e 1,5cm
para as margens inferior/direita;
c) Título e subtítulos: o primeiro, com maiúsculas,
tamanho 14 e em negrito, o segundo, com
maiúsculas iniciais e minúsculas, tamanho 11,
O III SEGAP procurará, portanto, enfatizar a análise
da governança das interações entre sistemas sociais e
ecológicos de unidades de conversação de uso
sustentável em ecossistemas aquáticos, por eles terem
peculiaridades bastante complexas em um mundo
cada vez mais globalizado. Este processo intensifica
as ligações interescalares e fragiliza as instituições de
manejo locais da pesca. Além disso, os recursos
pesqueiros se caracterizam por envolver um recurso
móvel de propriedade comum e de livre acesso. A
hipótese da gestão adaptativa para as atividades
extrativistas e aqüícolas supõe que, em razão da
2
impossibilidade de exatidão do ponto crítico de
mudança de um estado para outro desses sistemas, as
mudanças sejam cíclicas, pressupondo a prevalência
da noção de “evento” sobre a de “estrutura”. O que o
aumento da resiliência pode fazer é afastar um dado
sistema de limiares críticos, levando-o a absorver
estresses e perturbações inesperadas sem perda do
controle estrutural e funcional, ampliando a sua
capacidade de auto-organização.
4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
THÉ, Ana Paula G. Conhecimento ecológico, regras
de uso e manejo local dos recursos naturais na
pesca do Alto-Médio São Francisco, MG. São
Carlos: Tese de doutorado, PPGERN/UFSCar, SP.
2003
VIEIRA, Paulo Freire; BERKES, Fikret; SEIXAS,
Cristiana. Gestão Integrada e Participativa de
Recursos Naturais: conceitos, métodos e
experiências. Florianópolis: Secco/APED, 2005.
NOTA: A presente subdivisão em quatro partes é,
apenas, sugestiva para a ordem lógica do texto.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards