marina_aula05e06

advertisement
MARINA ESTELA CARRARO
NOÇÕES DE INFORMÁTICA
TOLEDO - PR
2011
MARINA ESTELA CARRARO
NOÇÕES DE INFORMÁTICA
Trabalho apresentado à disciplina de
Noções de Informática do Curso Técnico em
Segurança no Trabalho do SENAI – Serviço
Nacional de Aprendizagem Industrial.
Orientadora: Prof. Adriana Regina Perez
Rech.
TOLEDO - PR
2011
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO ................................................................................................... 4
1 SISTEMA SOLAR ......................................................................................... ..5
1.1 OS PLANETAS ............................................................................................ 5
1.1.1 Marte ......................................................................................................... 6
1.1.2 Terra ......................................................................................................... 6
1.1.3 Saturno ...................................................................................................... 7
1.2 ASTERÓIDES ...........................................................................................................7
CONCLUSÃO .................................................................................................... 9
REFERÊNCIAS ................................................................................................ 10
Todos os indicativos de nº de páginas devem ser na mesma letra do texto
INTRODUÇÃO
O sistema solar é constituído por um conjunto de planetas e um do seus
principal astro é o Sol. Ao lado destes planetas, há um grande conjunto de estrelas e
vários astros, nos quais constituem a chamada Via Láctea. Os planetas constituintes
do Sistema Solar estão posicionados em órbitas eclípticas em torno do Sol. A
galáxia mais próxima do nosso sistema é a Galáxia de Andrômeda.
O sistema solar completo, em conjunto com as estrelas locais visíveis
numa noite clara, orbitam em volta do centro da nossa galáxia, um disco
em espiral com 200 bilhões de estrelas a que chamamos Via Láctea. A Via
Láctea tem duas pequenas galáxias orbitando na proximidade, que são
visíveis do hemisfério sul. (HAMILTON,1999)
1 SISTEMA SOLAR
O Sistema Solar é constituído pelo Sol e por um conjunto de objetos
astronômicos que se ligam ao Sol através da gravidade. Acredita-se que esses
corpos tenham sido formados por meio de um colapso de uma nuvem molecular
gigante há 4,6 bilhões de anos atrás. Entre os muitos corpos que orbitam ao redor
do Sol, a maior parte da massa está contida dentro de oito planetas relativamente
solitários,[e] cujas órbitas são quase circulares e se encontram dentro de um disco
quase plano, denominado plano da eclíptica.
Os quatro menores planetas (Mercúrio, Vênus, Terra e Marte) são
conhecidos como planetas telúricos ou sólidos, encontram-se mais próximos do Sol
e são compostos principalmente de metais e rochas. Os quatro maiores planetas
(Júpiter, Saturno, Urano e Netuno) encontram-se mais distantes do Sol e
concentram mais massa do que os planetas telúricos, sendo também chamados de
planetas gasosos. Os dois maiores, Júpiter e Saturno, são compostos em sua maior
parte de hidrogênio e hélio. Urano e Netuno, conhecidos também como "planetas
ultraperiféricos", são cobertos de gelo, sendo às vezes referidos como "gigantes de
gelo", apresentando também em sua composição água, amônia e metano.
1.1 OS PLANETAS
São corpos celestiais que órbita uma estrela ou um remanescente de
estrela, com massa suficiente para se tornar esférico pela sua própria gravidade,
mas não a ponto de causar fusão termonuclear, e que tenha limpado de
planetesimais a sua região vizinha (dominância orbital).
Os planetas são geralmente divididos em dois tipos principais: os grandes e
de baixa densidade planetas gigantes gasosos e os menores e rochosos planetas
terrestres. Seis dos planetas são orbitados por um ou mais satélites naturais.
6
1.1.1 Marte
Marte é o quarto planeta a contar do Sol e é o último dos quatro planetas
telúricos no sistema solar, situando-se entre a Terra e a cintura de asteróides, a 1,5
UA do Sol (ou seja, a uma vez e meia a distância da Terra ao Sol). De noite,
aparece como uma estrela vermelha, razão por que os antigos romanos lhe deram o
nome de Marte, o deus da guerra. Os chineses, coreanos e japoneses chamam-lhe
"Estrela de Fogo", baseando-se nos cinco elementos da filosofia tradicional oriental.
Executa uma volta em torno do Sol em 687 dias terrestres (quase dois anos
terrestres). Marte é um planeta com algumas afinidades com a Terra: tem um dia
com uma duração muito próxima do dia terrestre e o mesmo número de estações.
Ilustração 1:
http://www.google.com.br/imgres?q=marte&um=1&hl=ptBR&sa=N&biw=1440&bih=805&tbm=isch&tbnid=wEUiTSDPxs43M:&imgrefurl=http://www.ruiraiol.com.br/ver_destaque.asp%253Fcod%253D832&docid=lrof0DKV
t7MNTM&w=1024&h=768&ei=Uq45Tvy7F-Xf0QHBm8XFAw&zoom=1
1.1.2 Terra
A Terra é o terceiro planeta mais próximo do Sol, o mais denso e o quinto
maior dos oito planetas do Sistema Solar. É também o maior dos quatro planetas
telúricos. É por vezes designada como Mundo ou Planeta Azul. Lar de milhões de
espécies de seres vivos, incluindo os humanos, a Terra é o único corpo celeste onde
é conhecida a existência de vida. O planeta formou-se há 4,54 bilhões (mil milhões)
de anos, e a vida surgiu na sua superfície um bilhão de anos depois. Desde então, a
biosfera terrestre alterou significativamente a atmosfera e outros fatores abióticos do
planeta, permitindo a proliferação de organismos aeróbicos, bem como a formação
7
de uma camada de ozônio, a qual, em conjunto com o campo magnético terrestre,
bloqueia radiação solar prejudicial, permitindo a vida no planeta. As propriedades
físicas do planeta, bem como suas história geológica e órbita, permitiram que a vida
persistisse durante este período. Acredita-se que a Terra poderá suportar vida
durante pelo menos outros 500 milhões de anos.
1.1.3 Saturno
Saturno é o sexto planeta do Sistema Solar, com uma órbita localizada entre
as órbitas de Júpiter e Urano. É o segundo maior planeta, após Júpiter, sendo um
dos planetas gasosos do Sistema Solar, porém o de menor densidade, tanto que se
existisse um oceano grande o bastante, Saturno flutuaria nele. Seu aspecto mais
característico é seu brilhante sistema de anéis, o único visível da Terra. Seu nome
provém do deus romano Saturno. Faz parte dos denominados planetas exteriores.
Saturno é um planeta gasoso, principalmente composto de hidrogênio
(97%), com uma pequena proporção de hélio e outros elementos. Seu interior
consiste de um pequeno núcleo rochoso e gelo, cercado por uma espessa camada
de hidrogênio metálico e uma camada externa de gases. A atmosfera externa tem
uma aparência suave, embora a velocidade do vento em Saturno possa chegar a
1.800 km/h, significativamente tão rápido como os de Júpiter, mas não tão rápidos
como os de Netuno. Saturno tem um campo magnético planetário intermediário
entre as forças da Terra e o poderoso campo ao redor de Júpiter.
1.2 ASTERÓIDES
Um asteróide é um corpo menor do sistema solar, geralmente da ordem de
algumas centenas de quilômetros apenas. É também chamado de planetoide. O
termo "asteroide" deriva do grego "astér", estrela, e "oide", sufixo que denota
semelhança. Já foram catalogados mais de 500 mil asteroides, sendo que diversos
deles ainda não possuem dados orbitais calculados; provavelmente existem ainda
milhares de outros asteroides a serem descobertos. Estima-se que mais de
quatrocentos mil possuam diâmetro superior a um quilômetro.
8
Os asteroides estão concentrados em uma órbita cuja distância média do
Sol é de cerca de 2,17 a 3,3 unidades astronômicas, entre as órbitas de Marte e
Júpiter. Esta região é conhecida como Cinturão de Asteroides.
CONCLUSÃO
Antes de existir o Sol e os planetas, o que existia no lugar do sistema solar
era uma enorme nuvem de gases e poeira. Os gases são os que conhecemos:
oxigênio, nitrogênio e principalmente hidrogênio e hélio; a poeira são todos os outros
elementos químicos; ferro, ouro, urânio, etc... mas, a grande parte dessa nuvem era
o hidro-gênio e o hélio.
Por algum motivo que ainda não é bem explicado, essa nuvem encontrou
condições para se aglomerar, se juntar em pequenos blocos, esses blocos
começaram a se juntar em blocos cada vez maiores. Segundo Galvão “Os blocos
menores que se formaram ao redor do bloco central deram origem aos planetas”.
Um desses blocos, o que se formou primeiro, no centro da nuvem, ficou tão grande
e pesado que sua força gravitacional tornou-se suficiente para reter os gases com
muita facilidade. Esse bloco aumentou tanto de tamanho e massa que acabou por
se transformar numa estrela: o Sol.
10
REFERÊNCIAS
ENCICLOPÉDIA
LIVRE.
Saturno.
Disponível
<http://pt.wikipedia.org/wiki/Saturno_(planeta)> Acesso em: 03 ago 2011.
em:
__________. Terra. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Terra> Acesso em:
03 ago 2011.
__________. Asteróide. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Asteroide>
Acesso: em 03 ago 2011.
__________.
Sistema
Solar.
Disponível
<http://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_Solar> Acesso em: 03 ago 2011.
__________. Planetas.
Acesso em: 03 ago 2011.
Disponível
em:
em:
<http://pt.wikipedia.org/wiki/Planetas>
HAMILTON,
Calvin
J.
Solar
Views.
1999.
Disponível
<http://www.solarviews.com/portug/solarsys.htm> Acesso em: 09 ago. 2011.
em:
GALVÃO, Maurício de Lara. A Formação do sistema Solar. Disponível em:
<http://www.bibliotecadafloresta.ac.gov.br/biblioteca/docs_expo/SistemaSolar.pdf>
Acesso em: 10 ago. 2011.
Download