ut 01 - embriologia animal

Propaganda
UT 01 – REPRODUÇÃO E EMBRIOLOGIA ANIMAL
REPRODUÇÃO ANIMAL
A manutenção da população de cada espécie depende do processo reprodutivo.
2 tipos de reprodução: assexuada e sexuada.
a) REPRODUÇÃO ASSEXUADA (= GÂMICA)
Apenas 1 indivíduo realiza, sem a participação de gametas.
Filhos geneticamente iguais aos pais (não ocorre variabilidade genética).
Várias maneiras:
 Mitose em unicelulares (algas, protozoários, bactérias)
 esporulação (fungos)
 brotamento (esponjas e corais)
 estrobilização (cnidários)
 laceração (platelmintos)
b) SEXUADA (= GÂMICA)
Participam gametas.
VANTAGEM: Permite aumento de variabilidade genética (na meiose tem crossing-over) pela recombinação
dos genes  aumenta a chance de adaptação aos ambientes (que estão sempre mudando).
Pode ser feita por:  1 indivíduo apenas (= autofecundação) ou
 por 2 ou mais (fecundação cruzada).
A fecundação cruzada pode ser:
 externa – no ambiente (exige muitos gametas) – minhoca, peixes, sapos...
 interna – dentro do corpo (mamíferos, aves, répteis, insetos, aranhas...
Os seres vivos que realizam este tipo de reprodução podem apresentar:
 gônadas masculina E feminina no mesmo corpo = MONÓICO (BISSEXUADO/HERMAFRODITA)
EX: Esponjas, planárias, minhocas, caracóis, sanguessugas.
 gônada masculina OU feminina no corpo = DIÓICO (UNISSEXUADO)
EX: maioria dos animais e você.
Ocorre em 3 etapas:
Gametogênese (produz os gametas)
Acasalamento
Fecundação
Ocorrida a fecundação surge o ovo (= zigoto) e inicia o desenvolvimento do embrião.
Ovócito 2ário + Espermatozóide = FECUNDAÇÃO
EMBRIOLOGIA = Estuda a formação de um novo indivíduo da fecundação (a partir do zigoto) até seu
nascimento.
CONTEXTO HISTÓRICO
1as idéias:
Aristóteles (384-322 aC):classificou os animais qto ao jeito que nasciam (ovíparos, vivíparos e
ovovivíparos)
Que nas aves, a matéria-prima do ovo representava o principio feminino, que se desenvolvia a
partir do encontro com o principio masculino do esperma.
Nos humanos, acreditava que o fluxo menstrual era o material formador, enquanto que o esperma
atuava dando forma e animação.
Em 1651, Willian Harvey concluiu que todos os animais se originam de ovos.
Em 1672, Marcello Malpighi fez o 1° estudo microscópico do desenvolvimento do ovo de galinha.
E a pergunta feita em seguida foi: Seriam os órgãos formados a cada nova geração ou já estariam
presentes em miniatura dentro o ovulo ou do espermatozóide ?
A partir da metade do séc. XIX já se tinha a certeza de que óvulos e espermatozóides eram células
e que a vida de um organismo tem inicio com o zigoto e passa por 3 processos básicos:
multiplicação celular, crescimento e diferenciação celular  tecidos e órgãos.
Em 1929, Walter Vogt aplicava corantes em algumas células do embrião de sapos e mostrou a
migração das células.
A partir de 1960, usaram-se substâncias radioativas e fluorescentes para marcar as células
embrionárias.
É constituída por 3 fases:
Fecundação (Ovo)
 segmentação (+ blastulação)  gastrulação (+ neurulação)  organogênese
↓
↓
↓
↓
↓
mórula
blástula
gástrula
nêurula
órgãos
Zigoto (= ovo)
Contém vitelo (= lécito) = material nutritivo
(a qtdade e distribuição variam de acordo com o organismo)
Tipos
Oligolécitos
Isolécitos
Alécitos
Telolécito
incompleto
Heterolécito
Mediolécito
Qtdade de vitelo
Pouco
distribuição
uniforme
ou sem
Média
Exemplo
Humanos
Esponjas, águas
vivas, estrelas
desigual
pólo animal = núcleo + bioplasma
Anelídeos, moluscos
↓
e anfíbios
(parte onde se forma o embrião)
pólo vegetativo = vitelo
Telolécito
completo
Muito
= anterior
Aves, peixes e
répteis
Muito
no centro
(pouco citoplasma)
Artrópodos
Insetos
Crustáceos
Megalécito
Centrolécito
O tipo de ovo determina o tipo de segmentação (+ o controle dos genes).
 Quanto menos vitelo, mais fácil e rápida é a segmentação do zigoto.
1. SEGMENTAÇÃO (= CLIVAGEM)
Zigoto  mórula  blástula
 O zigoto sofre mitose. Surgem células menores (=
blastômeros). Mitoses continuam. Surge um aglomerado
de 64 células = mórula (forma de amora) OBS: não
aumenta de volume.
 blastômeros migram para a periferia e surge: (figura
embrionária = blástula - 128 céls)
 blastocele (= cavidade no interior da mórula) e
blastoderme
Tipos de segmentação:
a) SEGMENTAÇÃO TOTAL (= HOLOBLÁSTICA)
O zigoto (sem casca) se divide por inteiro por ter pouco vitelo.
 nos ovos oligolécitos.
 os blastômeros têm mesmo tamanho (mamíferos)
Igual
Pode ser:
Obs: Nos humanos a blástula não é tão simples = blastocisto
(6 dias após a fecundação)
Trofoblasto  origina a placenta
Embrioblasto  origina o embrião (= céls.-tronco embrionárias usadas em
clonagem terapêutica )
 nos ovos telolécitos INCompletos (= heterolécitos)
 os blastômeros têm tamanhos diferentes
(micrômeros e macrômeros). (anfíbios, minhoca, caracóis)
Desigual
b) SEGMENTAÇÃO PARCIAL (= MEROBLÁSTICA)
Somente a parte sem vitelo do zigoto se divide.
 nos ovos Telolécitos Completos
 a divisão só ocorre no disco germinativo.
 o vitelo não divide. (répteis e aves) peixes
Discoidal
Pode ser:
 nos ovos centrolécitos
 o núcleo se divide em vários, vão para a periferia originando novas
células. (insetos)
Superficial
2A. GASTRULAÇÃO
É a transformação da blástula em gástrula (formação do tubo digestivo).
 ectoderme ( = modificação da blastoderme)
blastoderme
sofre
invaginação
(= embolia)
se transforma em
um embrião com 2
camadas de células
e surge:
 mesentoderme (para ressaltar o fato de que formará a
endoderme e mesoderme)

 endoderme (= 2 folheto embrionário)
 arquêntero (nova cavidade interna  formará o intestino)
 blastóporo (= abertura  liga o arquêntero ao exterior)
Se o blastóporo originar: a boca = animal é PROTOSTÔMIO
o ânus = animal é DEUTEROSTÔMIO
A origem da mesoderme varia de acordo com o nível evolutivo do animal. Em muitas espécies, se forma
a partir da endoderme. Nos mais evoluídos é a partir da ectoderme, através de um sulco q aparece na
parede dorsal do embrião, na sua região + posterior, por onde as células mergulham e se insinuam entre
os 2 folhetos iniciais.
2B. NEURULAÇÃO
É a transformação da gástrula em nêurula
O objetivo é formar, quase simultaneamente:
TUBO NEURAL, NOTOCORDA, MESODERME e CELOMA
a) TUBO NEURAL (vai formar todo o sistema nervoso central);
Na ectoderme (dorso) da
gástrula achata-se e forma
as bordas da calha
uma depressão
se fecham
(= placa neural)
CURIOSIDADE: falha de fechamento na parte posterior  espinha bífida
anterior  anencefalia
surge o tubo
neural
b) NOTOCORDA
A mesentoderme forma outro tubo ( = notocorda), abaixo do tubo neural.
c) MESODERME
A mesentoderme da
gástrula forma 1 cavidade parecem com 2 bolsas
laterais
estrangulam e se
separam da
mesentoderme
forma a
mesoderme
↓
(3 folheto embrionário  formará cartilagens, músculos, ossos, sangue, órgãos sexuais, etc.).
o
A parte superior da mesoderme se fragmenta em blocos (= somitos  originarão a coluna vertebral)
A notocorda será substituída por tecido ósseo, ou seja, ela apenas orienta (serve de molde para) a
formação da coluna vertebral. (+ a especialização do sistema nervoso central e periférico)
obs: nos invertebrados a notocorda não se forma.
A parte da mesoderme ligada à: ectoderme = somatopleura (ver desenho nêurula)
endoderme = esplacnopleura
Após a formação da mesoderme inicia a formação do .... CELOMA
d) ...CELOMA
A cavidade (celoma) formada no interior da mesoderme se amplia. Nela ficarão os órgãos internos.
Qto ao número de folhetos embrionários os animais podem ser:
 DIBLÁSTICOS: com apenas 2 folhetos (ectoderme e endoderme) - Cnidários
 TRIBLÁSTICOS: com 3 folhetos (ectoderme, mesoderme e endoderme) - outros animais, exceto os
poríferos
Qto a presença de celoma podem ser: Acelomados, Pseudocelomados, Celomados
PORIFEROS
DIBLASTICO
CNIDARIOS
ACELOMADO
PLATELMINTES
ASQUELMEINTES
PSEUDOCELOMADO
PROTOSTOMIO
ANELIDEOS
TRIBLASTICO
MOLUSCOS
ARTROPODOS
CELOMADO
EQUINODERMOS
DEUTEROSTOMIO
CORDADOS
5. ORGANOGÊNESE
Cada folheto embrionário será responsável por formar diferentes órgãos.
Epiderme 
Pele e anexos (unhas, pêlos, cascos, esmalte dos dentes, glândulas
sudoríparas e sebáceas) + sistema nervoso
Endoderme  Mucosas e glândulas digestivas,pâncreas, fígado e pulmões e brânquias
Mesoderme 
Músculos, ossos, coração, vasos e sangue, rins, bexiga
Nos CORDADOS, durante o desenvolvimento do embrião surgem estruturas que ajudarão no seu
desenvolvimento. São os anexos embrionários:
a) SACO
VITELÍNICO
b) ÂMNIO
Armazena vitelo.
Tem função nutritiva.
Nos mamíferos, origina os primeiros vasos e glóbulos do embrião, já que a função
nutritiva é desempenhada pela placenta.
É uma bolsa originada da ectoderme e da mesoderme (somatopleura).
É cheia de líquido (amniótico).
Realiza proteção contra:  pancadas (= choque mecânico) e
 desidratação (= dessecação).
Existe nos répteis, aves e mamíferos sem placenta.
Permitiu a conquista definitiva do ambiente terrestre.
É originado da endoderme e da mesoderme (= esplancnopleura).
c) ALANTÓIDE
d) CÓRIO
Relacionado com excreção + respiração. absorve cálcio da casca do ovo.
Existe nos répteis, aves e mamíferos sem placenta.
É originado da ectoderme e da mesoderme (somatopleura).
É o anexo + externo, em contato com a casca.
Protege, absorve cálcio e participa da respiração.
Existe nos répteis, aves e mamíferos.
Tem origem no trofoblasto (da blástula)
e) PLACENTA
f) CORDÃO
UMBILICAL
Nos mamíferos: cório + alantóide = placenta
Realiza trocas entre o feto e a mãe (respiração, nutrição, excreção, defesa anticorpos, hormonal)
Sangue da mãe não se mistura com o do feto (cório não deixa)
Formado pelo âmnio + saco vitelínico + alantóide
Liga a placenta ao embrião.
Dentro tem 2 artérias e 1 veia.
COMO SURGEM OS GÊMEOS?
2 possibilidades:
a) POLIOVULAÇÃO: vários óvulos amadurecem e são fecundados. Neste caso os gêmeos são
chamados dizigóticos ou bivitelinos ou fraternos, e poderão ser diferentes (sexo, altura, tipo de
sangue, cor dos olhos, cabelo, etc).
b) POLIEMBRIONIA: apenas um óvulo é fecundado. Ao longo da segmentação células se separam e
continuam desenvolvendo, agora 2 ou mais embriões. Como as células q surgiram a partir do zigoto
sofrem mitose terão a mesma carga genética e os gêmeos serão idênticos. São chamados de
monozigóticos ou univetelinos. Neste caso, se algumas células iniciais permanecerem unidas, surgem
os gêmeos siameses ou xifópagos.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards