percepção de dor em um paciente acometido por estenose cervical

Propaganda
PERCEPÇÃO DE DOR EM UM PACIENTE ACOMETIDO POR
ESTENOSE CERVICAL.
NETA, Raimunda Silva Santos1; THOMAZ, Érika Bárbara Abreu Fonseca2; ARAÚJO,
Rayanne Luiza Tajra Mualem3; BARROS, Marina Apolônio de4; COSTA, André Luis
Braga5; ALBUQUERQUE, Rafaela Pontes6
INTRODUÇÃO: A estenose do canal espinhal cervical consiste na diminuição do
espaço do canal vertebral e forame neural comprimindo a medula e as raízes nervosas.
A dor é a principal queixa encontrada. Além disso, pode apresentar paresia ou paralisia
do território correspondente, hipotrofia dos músculos acometidos e parestesias, com
perda de sensibilidade no território radicular correspondente. Crises de cervicalgia
podem acontecer e em alguns casos, há o sinal de Lhermitte, caracterizado por sensação
de choques elétricos no corpo, desencadeados pela flexão da cabeça. Uma parte
importante do tratamento é a orientação do paciente em relação às atividades cotidianas,
explicando-lhe noções de postura e ergonomia e solicitando que evite carregar peso.
Medicamentos analgésicos, miorrelaxantes e antiinflamatórios não hormonais são as
drogas de escolha para iniciar o tratamento. OBJETIVO: Avaliar a percepção da dor em
um paciente acometido por estenose cervical e estabelecer intervenções de enfermagem
no alívio da dor. Metodologia: Relato de experiência realizado na Clínica Cirúrgica do
Hospital Universitário Unidade Presidente Dutra da Universidade Federal do Maranhão
no período de 23/03 a 29/03 de 2010. Como instrumento de avaliação da intensidade da
dor utilizou-se a escala numérica de 0 – 10. A dor, como 5o sinal vital, foi avaliada
durante a aferição diária dos sinais vitais. RESULTADOS: L.M.L, 77 anos, masculino,
aposentado, natural de São João Batista- MA. Há 9 meses paciente queixa-se de dor na
região cervical, de forte intensidade, escore 6, associada a paresia em membro inferior
esquerdo, paralisia no membro inferior direito e presença de sinal de Lhermitte.
Caracteriza-se por dor referida com irradiação para o ombro esquerdo, contínua, em
queimação, tendo como etiologia a isquemia decorrente da compressão vascular
prejudicando a nutrição neural. Encontrou-se como fator agravante, a atividade; e
fatores aliviadores: repouso e terapia farmacológica. As intervenções de enfermagem
realizadas para o alivio da dor foram: mudanças posturais, distração, massagem, terapias
212 | P á g i n a
com gelo e calor, administração de medicamentos prescritos (analgésico, antiinflamatório e relaxante muscular). CONCLUSÃO: O paciente com estenose tem alta
percepção de dor e as intervenções da enfermagem, associadas ao tratamento médico,
podem produzir alívio da dor.
Palavras-chave: Assistência de enfermagem. Dor. Estenose.
1- Enfermeira. Universidade Federal do Maranhão. E-mail: [email protected]
2- Odontologista. Doutora em saúde pública. Docente da Universidade Federal do Maranhão.
[email protected]
3- Enfermeira. Residente de enfermagem. Universidade Federal do Maranhão.
[email protected]l.com
4- Enfermeira. Mestranda em Enfermagem. Universidade Federal do Maranhão.
[email protected]
5- Enfermeiro. Universidade Federal do Maranhão. E-mail: [email protected]
6- Enfermeira. Residente de enfermagem. Universidade Federal do Maranhão.
[email protected]
E-mail:
E-mail:
E-mail:
E-mail:
213 | P á g i n a
Download
Random flashcards
A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards