Template for Electronic Submission of Organic Letters - Unifal-MG

Propaganda
Seminário de Inicia ção Científica da UNIFAL-MG – Edi ção 2012
Estudos das Bactérias Redutoras de Sulfato (BRS) provenientes de
sedimentos anóxicos amazônico envolvidas na metilação do mercúrio
Paula Mari Sato; Gunther Brucha.
*[email protected]
Laboratório de Biotecnologia Anaeróbia, Instituto de Ciência e Tecnologia, Campus Poços de Caldas
Palavras-chave: BRS, metilação do mercúrio, sedimento anóxico amazônico.
3
Introdução
Estudos sobre a ocorrência de metilação biótica do
mercúrio constataram que o grupo das bactérias
redutoras de sulfato (BRS) são as principais
metiladoras do metal em laboratório 1. As BRS são
microrganismos anaeróbios estritos, encontradas no
ambiente aquático e terrestre, sendo recorrente em
sedimentos, onde as condições redutoras são mais
favoráveis2, havendo a redução dissimilativa de
compostos como sulfato e sulfito, e a produção de
sulfeto de hidrogênio. Tendo em vista que há
décadas estuda-se a otimização de processos
capazes de reverter, ou ao menos amenizar,
situações de contaminação de água e solo,
bioacumulação,
biomagnificação
e
doenças
advindas do mercúrio, na forma de metilmercúrio
(CH3Hg), a pesquisa vem auxiliar no entendimento
sobre a ciclagem do metal na região amazônica,
bem como elucidar os grupos de BRS do bioma
brasileiro envolvidos no processo de metilação,
sobre os quais ainda pouco se sabe. Propôs-se,
nessa primeira fase do trabalho enriquecer o grupo
das BRS proveniente do sedimento amazônico para
ensaios posteriores de metilação do mercúrio.
Metodologia (material e métodos)
Amostras de sedimento amazônico coletados de
três pontos no lago Puruzinho, AM, retirados de dez
a doze metros profundidade, foram transferidos
para frascos de borosilicato de 1000 mL, mantidos
em refrigeração.Durante a coleta, parâmetros
físico-químicos (pH, condutividade,
oxigênio
dissolvido, temperatura) foram determinados com
auxílio da sonda Analisador Multiparâmetro de
Qualidade de Água, Eutech Instrumentos - PCD
650. No laboratório, amostras foram submetidas a
determinação de sólidos totais e sólidos totais
voláteis3. O enriquecimento do grupo das Bactérias
Redutoras de Sulfato (BRS) foi realizado mediante
30 mL de inóculo em 270 mL de meio de cultura
Postgate C, específico para crescimento de BRS 2, e
solução redutora de sulfeto de sódio a 0,5%, em
frascos de borosilicato de 500 mL, sob fluxo de N 2 e
atmosfera final em N2/CO2 (70:30). Os frascos
foram incubados em shaker à 30ºC e mantidos a
agitação constante de 150 rpm. O crescimento das
BRS foi acompanhado através da produção de
sulfeto de hidrogênio3.
Resultados e discussão
Os resultados fisico-químicos do local de coleta
estão apresentados na Tabela 1. As concentrações
de
sulfeto
(S-2)
obtidas
inicialmente
do
enriquecimento do inóculo permitem afirmar o
crescimento das BRS, conforme Figura 1.
Tabela 1. Resultados das análises físico-químicas do
local de coleta
P1
P2
P3
pH
5,10
5,43
5,52
Cond(µS)
11,40
16,01
9,0
T(°C)
27
25,4
27,6
OD(mg/L)
0,14
0,27
0,52
Figura1: Concentração de sulfeto nas amostras dos
pontos 1,2 e 3, e do controle.
Conclusões
Como a parte experimental ainda não foi concluída,
dar-se-á continuidade ao enriquecimento, ao ensaio
de metilação de mercúrio e identificação
filogenética por procedimento de extração de DNA,
amplificação de fragmentos do DNAr 16S,
purificação, clonagem e sequenciamento genético.
Agradecimentos
Os autores agradecem ao CNPq pelo financiamento
do Projeto (Processo n° 485089/2011-4), ao
INCT-INPETAm pelo apoio financeiro e a FAPEMIG
pela bolsa de Iniciação Científica concedida.
Referências bibliográficas
COMPEAU, G.C.; BARTHA, R. Sulfate-Reducing Bacteria: Principal
Methylators mercury in anoxic Estuarine Sediment. Applied and
Environmental Microbiology, Aug. 1985, p. 498-502.
2
SAKAMOTO, I.K; VARESCHE, M.B.A. Quantificação das bactérias
redutoras de sulfato por NMP. São Carlos, SP: CNPQ/FINEP/
PROSAB/USP, 2009.
1
Seminário de Inicia ção Científica da UNIFAL-MG – Edi ção 2012
FORESTI E.; et al. Métodos de Análises Físico-químicas de rotina de
águas residuárias tratadas biologicamente. São Paulo, SP: USP, 2005.
3
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards