AMICI E SERVITORI DELLA PAROLA

Propaganda
AMIGOS E SERVIDORES DA PALAVRA
13 de outubro de 2015 – quarta-feira da XXVIII semana do tempo Comum
A PALAVRA DO DIA
“Insensatos! Aquele que fez o exterior não fez também o interior? Antes, dai esmola
do que vós possuís e tudo ficará puro para vós”.
(Lc 11, 37-41)
Como viver esta Palavra?
A admiração do fariseu surpreso porque Jesus sentou-se à mesa para comer, sem
ter lavado as mãos, não passou despercebida pelo Mestre. Ele conhecia muito bem a
mentalidade de seu anfitrião e seu apego escrupuloso à tradição da pureza ritual.
Igualmente tinha consciência da reação que sua atitude causaria. No entanto, apesar de
ser hóspede, não perdeu a ocasião de denunciar a hipocrisia de quem o convidara para
almoçar.
A pureza exterior do fariseu não correspondia à do seu interior. Limpo por fora,
estava cheio de sujeira por dentro. A contaminação, provinda dos roubos e de sua
malícia, era muito pior do que a eventual impureza de um copo ou prato. Grande
insensatez perder tempo com coisas secundárias, olvidando o essencial!
Jesus anuncia: é preciso mudar de mentalidade, converter-se. É preciso passar
de uma religião de pureza exterior a uma religião interior de misericórdia, de humildade,
de comunhão. O fariseu, que convidou Jesus para a sua mesa, pôs-se a julgá-lo porque
não lavou as mãos antes de começar a comer. Não se tratava de um gesto de higiene,
mas de uma prática que tinha a pretensão de garantir a pureza diante de Deus. Jesus
afasta essa ideia de religião e de pureza, afirmando que o essencial é a pureza interior:
«Vós, os fariseus, limpais o exterior do copo e do prato, mas o vosso interior está cheio
de rapina e de maldade».
O homem pode purificar o exterior, mas não o coração. Só a graça de Deus o
pode fazer. Há, pois, que renunciar à pretensão de nos salvarmos a nós mesmos, com as
nossas obras. As únicas atitudes que nos salvam são colocar-nos humildemente diante
de Deus e, ao mesmo tempo, usar de misericórdia e de benevolência para com os
outros. Deus oferece a sua graça a quem está disposto a tornar-se graça para os outros.
Jesus apresentou a caridade como a melhor forma de garantir e conservar a
verdadeira pureza. Quando a pessoa abre seu coração e se torna sensível para com o
irmão carente, partilhando com ele seus bens, tudo se torna puro para ela. Esta é a
melhor forma de eliminar o egoísmo, único fator de contaminação do coração humano.
Quando o coração é puro, tudo o mais se torna puro.
A pureza, fruto da caridade, é agradável a Deus e garante a salvação. Ele julga as
pessoas a partir do interior de cada uma.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

teste

2 Cartões juh16

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards