Aula 00 (Demonstrativa)

Propaganda
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Aula 00 (Demonstrativa)
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Demanda e Oferta. Equilíbrio.
Professor: Celso Natale
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
1
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Aula 00 – Aula Demonstrativa
É com enorme satisfação que parabenizo você por já ter vencido uma
etapa importantíssima em sua preparação! Estou falando da escolha do
material de estudos. Lamentavelmente, o mercado está cheio de apostilas,
cursos e até livros de baixa qualidade, mas você chegou ao Ponto dos
Concursos, e aqui vai encontrar tudo o que precisa para sua aprovação, como
eu encontrei.
Ah sim! Permita-me uma breve apresentação. Meu nome é Celso Natale e
sou Analista do Banco Central do Brasil. Sou bacharel em Administração de
Empresas. Felizmente, minha empreitada de concurseiro durou pouco, pois
consegui minha aprovação de primeira no concurso de 2013 para o Banco
Central, aos 24 anos.
Agora, dedico-me a retribuir tudo o que conquistei, ajudando você a
alcançar também a realização pessoal e o conforto financeiro de ser
concursado. Obrigado por esta oportunidade!
Gostei de Economia na minha graduação, encantei-me na fase de
preparação para o concurso, e me apaixonei pela matéria no dia a dia do meu
trabalho no Banco Central. Estou seguro de que você também vai achar os
assuntos muito interessantes!
Sobre o Curso
Este é um curso de Economia regular, então é ideal para quem está se
preparando para qualquer concurso que cobre a matéria. Se você nunca
estudou Economia para concursos, não se preocupe, pois este curso vai
desenvolver cada assunto desde seu início. O curso também é especialmente
útil para quem quer revisar os principais tópicos de economia.
Vamos nos encontrar em um total de 13 aulas (incluindo esta).
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
2
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Começaremos pela Microeconomia, que é uma das três áreas da
disciplina, como veremos mais adiante.
Teremos muitas questões de concursos! A resolução de questões é,
com certeza, a melhor forma de fixar os conteúdos e entender como as bancas
cobram os temas nas provas. Teremos mais de 300 questões comentadas
ao longo do curso, elaboradas pelas principais bancas do país.
Quanto à resolução de questões, você verá que costumo utilizar
diferentes abordagens ou táticas, pois assim você pode encontrar a melhor
forma para você mesmo resolver as situações propostas.
O conteúdo programático, com os assuntos e datas de lançamentos das
aulas, é o seguinte:
Aula
Conteúdo Programático
Data
00
Demanda e Oferta. Equilíbrio.
-
01
Excedentes. Controle de Preços. Elasticidade
25/mai
02
Impostos. Curva de Laffer. Comércio Internacional.
01/jun
03
Teoria do Consumidor.
08/jun
04
Teoria do Produtor.
15/jun
05
Estruturas de Mercado: Monopólios, Oligopólios e
Concorrência Perfeita.
22/jun
06
Externalidades. Bens Públicos. Bem-estar.
29/jun
07
Teoria dos Jogos. Riscos.
06/jul
08
Contas Nacionais. Balanço de Pagamentos.
13/jul
09
Política Fiscal. Política Monetária. Banco Central.
20/jul
10
Mercado de Bens. Modelo IS-LM.
27/jul
11
Poupança. Investimento. Sistema Financeiro.
03/ago
12
Economia Internacional. Desenvolvimento Econômico.
10/ago
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
3
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Peço sua licença para caminhar ao seu lado na sua empreitada,
apoiando e orientando você no que for necessário. Estive desse lado há pouco
tempo, e conheço alguns caminhos que vão te levar ao seu objetivo.
Procure-me sempre que precisar, seja para sanar dúvidas ou propor
melhorias ao curso (afinal, eu também gostaria muito de aprender com você).
Este é meu e-mail: [email protected] Vamos à nossa
aula demonstrativa! Espero por você no curso completo.
Tópicos da Aula
1. Introdução – Economia .............................................................................................................5
2. Demanda ...............................................................................................................................................6
2.1 A curva da Demanda ................................................................................................................................. 7
2.2 Fatores que afetam a Demanda ............................................................................................................... 9
3. Oferta ....................................................................................................................................................22
3.1 A curva da Oferta ....................................................................................................................................22
3.2 Fatores que afetam a Oferta ..................................................................................................................23
4. Equilíbrio .............................................................................................................................................24
4.1 Preço e Quantidade de Equilíbrio ...........................................................................................................25
4.2 A Dinâmica do Equilíbrio.........................................................................................................................29
5. Questões comentadas ................................................................................................................34
6. Lista de Questões ..........................................................................................................................57
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
4
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
1.
Introdução - Economia
A Economia é o estudo da administração da escassez. Escassez é o fato
de os recursos serem limitados, ou seja, não são infinitos. Então, a Economia
estuda como a sociedade toma suas decisões diante da escassez de recursos.
Essas decisões são sobre a produção e o consumo.
A Economia existe porque a escassez de recursos coexiste com as
necessidades e desejos ilimitados do ser humano. Se os recursos fossem
ilimitados, não haveria nenhuma necessidade de estudar sua gestão.
A Economia estuda como a sociedade toma suas
decisões diante da escassez.
A Economia é dividida em quatro grandes áreas: Microeconomia,
Macroeconomia, Economia Internacional e Desenvolvimento Econômico.
A Microeconomia analisa a formação dos preços no mercado, por meio
das decisões dos consumidores (famílias) e produtores (empresas). Seu foco é
tanto em nível individual como em grupos.
A Macroeconomia se preocupa com o nível agregado da economia.
Analisa indicadores como a renda, a produção, o emprego, a inflação, os juros,
a balança de pagamentos e o câmbio. Interage com a Microeconomia, uma vez
que o nível agregado é a soma dos níveis individuais da economia.
A Economia Internacional estuda a relação econômica entre os
países, principalmente o comércio exterior e o fluxo de capitais (investimentos,
empréstimos, remessas, etc.).
Por fim, o Desenvolvimento e Crescimento Econômico é a área da
economia responsável pelo estudo de novas tecnologias que proporcionem o
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
5
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
aumento da produção de bens e serviços para a sociedade. Cabe observar
que, em Economia, tecnologias não são apenas aquelas invenções high tech,
mas toda inovação que resulta em aumento da eficiência na produção.
Outro fato importante sobre a Economia é que ela desenvolve e faz uso
de modelos que constituem representações simplificadas da realidade.
A aula de hoje terá, a partir deste ponto, abordagem Microeconômica.
2.
Demanda
A demanda é a quantidade de algum bem que os consumidores
desejam e podem comprar. De acordo com o princípio da otimização, as
pessoas tendem a escolher o melhor padrão de consumo ao seu alcance, mas
aqui já cabe uma importante observação: a demanda não é a concretização de
uma venda!
A demanda não é a concretização da compra, e sim
o desejo do consumidor e sua capacidade de
adquirir determinado bem.
Outro fato importante que devemos saber é que a demanda de
mercado é a soma das demandas individuais.
Para entender como isso tudo funciona, apresento-lhe a Curva da
Demanda.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
6
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
2.1
A Curva da Demanda
A curva da demanda é uma demonstração gráfica de quanto os
consumidores irão demandar de determinado bem, em diferentes níveis de
preço.
Para construir nossa curva, vamos analisar um mercado muito conhecido
por todos nós: o mercado de smartphones.
Vamos supor inicialmente que exista, no nosso mercado fictício, um único
consumidor disposto a pagar até R$7.000 pelo Iphone 7. Talvez ele atribua um
valor maior do que os demais consumidores pelo status, ou talvez seja
supersticioso, mas não importa agora. O que devemos saber é que, ao preço de
R$7.000, somente uma unidade do produto será demandada.
Depois desse generoso cidadão, temos duas pessoas dispostas a pagar,
no máximo, R$5.500 pelo mesmo produto. Nesse caso, se o preço for fixado em
R$5.500, três unidades serão demandadas! Afinal, o consumidor que está
disposto a pagar até R$7.000 ficará feliz de economizar R$1.500. Por outro
lado, se for cobrado R$6.000 pelo produto, somente um consumidor irá
demandá-lo.
O preço máximo que o consumidor está disposto a pagar para
adquirir determinado produto é chamado de preço de reserva.
Por fim, para podermos montar nossa curva de demanda, vamos dizer
que existem três consumidores que pagariam, no máximo, R$5.000 pelo Iphone
7.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
7
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Tabela de demanda
Preço do
Iphone 7
R$7.000
R$5.500
Quantidade
demandada
1
3
R$5.000
6
Curva da Demanda do Iphone 7
Mesmo nesse modelo simplificado, já temos algumas informações
importantes. Vejam que a “curva” da demanda é decrescente! Isso significa
que quando diminuímos o preço a quantidade demandada aumenta. É
exatamente isso que o gráfico nos diz. Se o preço é R$7.000, a quantidade é 1;
se o preço é R$5.500, a quantidade é 3; e se o preço é R$5.000, a quantidade
será 6.
Se imaginarmos o mercado real, podemos concluir que existem milhões
de consumidores que possuem preços de reserva diferentes entre si. Há quem
esteja disposto a pagar R$6.500, mas há também quem pague até R$6.499 (as
lojas de varejo sabem bem disso!). Por isso, a verdadeira curva de demanda
seria assim:
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
8
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
2.2
Fatores que afetam a Demanda
Alterações nos Preços provocam mudanças ao longo da curva da
demanda e na quantidade demandada. Além do Preço, existem Cinco
Fatores que deslocam a curva da demanda, resultando em alterações na
demanda: Renda do consumidor, Preços de bens relacionados, Gostos,
Expectativas e Número de Consumidores.
Para as análises desta seção, vamos deixar de lado o mercado de
smartphones. As curvas da demanda a seguir são de um bem qualquer.
PREÇO
Como vimos, geralmente um aumento no preço causa uma diminuição na
quantidade demandada do bem. Isso significa que preço e quantidade demanda
são inversamente relacionados. Também quer dizer que a curva de demanda
costuma ser decrescente/declinada/descendente.
Para ver como isso fica graficamente, vamos reduzir o preço do bem
hipotético, de R$10 para R$5, e ver o que acontece.
Momento 1 – Preço Original
Preço do bem:
R$10
Demanda: 3 unidades
Momento 2 – Preço Reduzido
Preço do Bem:
R$5
Demanda: 8 unidades
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
9
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
O preço do bem caiu para R$5, e a quantidade demandada subiu para 8
unidades.
Algo importante acaba de acontecer! Algo que cai muito, mas muito
mesmo, em provas de economia! Percebam que a curva não se moveu! O
deslocamento se deu ao longo da curva da demanda! Também se pode dizer
que o deslocamento ocorre na curva ou sobre a curva. Nesse caso, a curva
não se move.
Alterações
no
preço
do
bem
resultam
em
deslocamentos ao longo da curva da demanda. Não é
deslocamento da curva, já que ela não “se mexe”.
O contrário também vale aqui: se o preço aumentar, teremos um
deslocamento ao longo da curva em sentido contrário (para cima e para a
esquerda), levando a uma quantidade menor demandada.
RENDA
Uma alteração na renda do consumidor afeta a demanda. Normalmente, o
que acontece quando a renda aumenta é um aumento também na demanda dos
bens em geral.
Isso é bem intuitivo. Quando você for aprovado no concurso e sua renda
aumentar, é natural que você passe a demandar mais bens. A mesma coisa
acontece se estivermos falando da renda de um grupo ou da população em
geral. Vamos ver o que acontece na curva da demanda?
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
10
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Momento 1 – Renda Original
Momento 2 – Renda Aumentada
Preço do bem:R$10
Quantidade Demandada: 3 unidades
Preço do Bem:
R$10
Quantidade Demandada: 7 unidades
Viu só? A renda aumentou e arrastou a curva da demanda para a direita,
de forma que agora, sob o mesmo nível de preço (R$10), a demanda
aumentou para 7 unidades. O contrário também é válido: se a renda for
reduzida, toda a curva será deslocada para a esquerda.
É
importante
destacar
que
a
quantidade
e
o
preço,
depois
do
deslocamento da curva, não serão definidos dessa forma. Esse é apenas o
começo do movimento, que será melhor compreendido à frente, quando
abordarmos o Equilíbrio, na parte 4 desta aula.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
11
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Aumento da Demanda X Aumento da Quantidade Demandada
Sempre que houver alteração no preço, haverá uma mudança ao longo
da curva de demanda, e isso resultará em aumento ou em diminuição na
quantidade demandada.
Por outro lado, se a alteração for de algum dos outros fatores que
afetam a demanda que não seja o preço do próprio bem (renda, gostos,
expectativas, preço de bens relacionados), haverá um deslocamento da curva,
e um aumento ou diminuição da demanda, que significa um aumento da
quantidade demanda a qualquer nível de preço.
Pode parecer confuso, mas fica mais claro adiante. Por enquanto, tenha
em mente que aumento da demanda e aumento da quantidade
demandada são conceitos diferentes, assim como deslocamentos da curva
e deslocamentos ao longo da curva também não são a mesma coisa.
Antes de vermos os efeitos dos outros três fatores (Preços de bens
relacionados, Gostos e Expectativas) sobre a demanda, precisamos conhecer
alguns bens que fogem às regras que aprendemos, mas são presença
recorrente nas questões de prova!
BENS INFERIORES
Os bens inferiores são aqueles que têm sua demanda aumentada quando
a renda cai. Eles também são menos desejados quando a renda do
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
12
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
consumidor aumenta. Isso significa que o movimento da curva de demanda é
o contrário do que vimos: quando a renda aumenta, a curva é deslocada para
a esquerda, resultando numa menor demanda no mesmo nível de preços.
São aqueles bens que adoraríamos deixar de consumir, mas não o
fazemos por restrições orçamentárias. É a marmita, a carne de segunda, o
ônibus, os salgados de origem duvidosa...
Mas perceba que esses são exemplos que variam de um indivíduo para o
outro. Alguém extremamente pobre certamente irá adorar aumentar seu
consumo de marmitas e carne, seja qual for o tipo, se conseguir um aumento
de renda.
BENS DE GIFFEN
Esses são os bens “diferentões”! São tão inferiores que, quando o
preço aumenta, a demanda por eles também aumenta. Claro que, para um
bem tão “bizarro” quanto o de Giffen, não é surpresa que a quantidade
demandada diminua se o preço diminuir, e aumente se o preço aumentar.
Então, os bens de Giffen apresentam uma curva de demanda
ascendente/crescente.
Está achando difícil imaginar? Não se preocupe, pois até mesmo os
economistas têm poucos exemplos. Mas como quero que você entenda o
conceito, vamos a uma pequena hipótese.
Imagine uma família pobre que consome apenas ovos e carne. Essa
família, que só pode destinar R$80 por semana para proteína, só come carne
aos sábados, que custa R$20. Nos outros seis dias, a família come ovos, que
custam R$10 por dia.
Certo dia o preço dos ovos cai para R$6. Dá para consumir mais carne e
menos ovos! Assim, durante a semana, a família pode gastar R$30 com ovos
e, nos dois dias do final de semana, comprar R$40 de carne. Conclusão: o
preço dos ovos caiu, mas seu consumo caiu também.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
13
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Bens Inferiores
Bem de Giffen
P2
R1
P1
R2
R1 - Renda Original
R2 - Renda Aumentada
P1 – Preço Original
P2 – Preço Aumentado
A demandada fica menor para
qualquer nível de preço, quando
a renda aumenta.
As quantidades demandadas
são maiores quanto maior for o
preço do bem de Giffen.
*como a mudança é no preço
do próprio bem, a alteração é
ao longo da curva.
Vamos em frente, com mais um fator que afeta a demanda.
PREÇO DE BENS RELACIONADOS
Os
bens
relacionados
a
determinado
produto
podem
ser
seus
complementares ou substitutos.
Vamos entender como o preço de cada um desses tipos influencia o preço
do bem que vamos analisar.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
14
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
a) Bens Complementares: Supondo que nosso bem seja feijão, podemos
concluir
que
o
arroz
é
um
bem
complementar.
Vamos
ver
o
comportamento da curva da demanda de feijão quando cai o preço do
arroz?
Efeito da Diminuição do preço do Arroz na demanda do Feijão
D2
D1
Veja que, na curva D2, após a diminuição no preço do arroz, a
demanda pelo feijão aumenta, independentemente de diminuição no
preço do feijão.
Agora, se o preço do arroz aumentar, a demanda de feijão vai
diminuir. Isso porque, como são consumidos juntos, se um dos bens
aumentar, a tendência é que as pessoas optem por consumir outros bens
(macarrão, talvez). Isso vai causar um deslocamento da curva de
demanda para esquerda, tornando a demanda de feijão menor em
todos os níveis de preço.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
15
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Efeito do Aumento do Preço do Arroz na demanda do Feijão
D1
D2
Outros exemplos de bens complementares são: pão e manteiga,
terno e gravata, gasolina e automóvel.
b) Bens Substitutos
Os bens substitutos são aqueles que cumprem as mesmas funções.
Isso significa que, para o consumidor, tanto faz consumir um ou outro, de
forma que, se o preço de um aumentar, a demanda do outro é que
aumenta. Os exemplos que vamos usar para construir nossas curvas de
demanda serão o etanol (álcool combustível) e a gasolina.
Primeiro vamos ver o que acontece com o consumo de gasolina se o
preço do etanol aumentar nos postos.
Efeito do Aumento do Preço do Etanol na demanda de Gasolina
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
16
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
D2
D1
Claro que o contrário também é verdadeiro. Se o preço do Etanol
cair, veremos uma queda na demanda da Gasolina.
Efeito da Diminuição do Preço do Etanol na demanda de Gasolina
D1
D2
Percebam que, quando há alteração nos preços de bens relacionados,
sejam complementares ou substitutos, ocorre deslocamento da curva da
demanda do bem em análise.
GOSTOS E EXPECTATIVAS
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
17
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Esses são fatores extremamente subjetivos. Trata-se da mudança na
demanda de determinado bem quando o consumidor muda seus gostos ou suas
expectativas.
Em ambos os casos, haverá um deslocamento da curva de demanda.
Significa que, se o consumidor passar a gostar mais de determinado
produto, ele irá demandar mais desse produto. A boa notícia aqui é que não
precisamos nos preocupar em entender o porquê o consumidor muda seus
gostos, mas, tão somente, saber que esses gostos afetam suas escolhas e
demandas.
O mesmo ocorre quando o consumidor espera que ocorra, no futuro, um
aumento no preço de determinado produto; ele aumentará sua demanda pelo
bem no presente. A expectativa também pode ser em relação à renda futura do
consumidor, mas aí o efeito é diferente: se o consumidor espera aumentar sua
renda no futuro, pode antecipar seu consumo; e se, ao contrário, vislumbrar
uma queda na renda, a tendência é consumir menos para poder poupar.
TAMANHO DO MERCADO
Alterações no tamanho do mercado, ou seja, aumentos na quantidade de
consumidores também deslocam a curva da demanda de mercado.
Isso ocorre por que a demanda de mercado é a soma das demandas
individuais. Cada novo consumidor que chega ao mercado soma sua curva à
curva de mercado.
Destaquei que esse fator altera a demanda de mercado, porque não tem
efeito na demanda individual.
OUTROS FATORES
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
18
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Há ainda outros fatores, menos cobrados em provas, que afetam a
demanda pelos produtos. De qualquer forma, vale conhecer:

Clima

Época do ano

Guerra

Catástrofes Naturais
Muito bem! Com isso terminamos nossa parte teórica sobre Demanda, e é
hora de “arregaçar as mangas” e praticar um pouco antes de começarmos a ver
Oferta.
OBS: No final da aula (Parte 5), teremos muitas questões comentadas.
Considere as próximas como um pequeno aquecimento.
1. FCC/2013/Defensoria Pública RS - Economia
A curva de demanda
a) individual possui inclinação descendente, enquanto a curva de demanda de
mercado dela derivada sempre apresenta inclinação ascendente.
b) de mercado de um dado bem resulta da agregação, para cada preço, das
demandas dos consumidores individuais.
c) individual está relacionada ao desejo dos consumidores em adquirir
determinado bem, ao passo que a demanda de mercado refere-se à
concretização da compra, o que se denomina demanda efetiva.
d) de mercado é resultado da soma vertical das diversas curvas de demanda
individual.
e) de mercado de um dado bem tem sua constituição influenciada pelo preço
dos chamados bens concorrentes, mas não afeta a inclinação da curva de
demanda individual dela derivada.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
19
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Comentário:
Vou comentar cada alternativa. Fique atento às novas dicas!
a) individual possui inclinação descendente, enquanto a curva de demanda
de mercado dela derivada sempre apresenta inclinação ascendente.
Errado. A única curva de demanda de mercado que apresentaria
inclinação ascendente, ou crescente, é a curva de um bem de Giffen,
cuja demanda aumenta junto com o preço. Já vimos que esse tipo de
bem é a exceção da exceção. Sendo assim, a curva de demanda
agregada terá inclinação descendente, via de regra.
b) de mercado de um dado bem resulta da agregação, para cada preço, das
demandas dos consumidores individuais.
Certo! A curva da demanda de mercado é a soma, ou agregação (é a
mesma coisa), das demandas individuais.
c) individual está relacionada ao desejo dos consumidores em adquirir
determinado bem, ao passo que a demanda de mercado refere-se à
concretização da compra, o que se denomina demanda efetiva.
Errado. A primeira afirmação está certa, já que a curva de demanda
individual
é,
de
fato,
o
desejo
dos
consumidores
de
adquirir
determinado bem. Portanto, a demanda de mercado é a soma desses
desejos; é o desejo do mercado. Não é a concretização da compra,
como afirma a alternativa.
d) de mercado é resultado da soma vertical das diversas curvas de demanda
individual.
Errado. A soma é horizontal! Basta lembrar que as curvas se deslocam
para a direita quando a oferta ou a demanda aumentam. Movem-se na
horizontal, para o lado. Ok?
e) de mercado de um dado bem tem sua constituição influenciada pelo preço
dos chamados bens concorrentes, mas não afeta a inclinação da curva de
demanda individual dela derivada.
Errado. O que define a constituição da curva de demanda é o preço do
próprio bem. O preço dos substitutos (aqui chamados de concorrentes)
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
20
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
pode afetar a posição da curva, mas não sua constituição.
Resposta: B
2. CESPE/2012/ANAC – Analista
Com relação à demanda do consumidor, julgue os itens subsequentes.
A demanda por um bem é influenciada por uma série de variáveis, como
renda e preferências, por exemplo, portanto, considerando-se constante o
preço do bem, as mudanças nessas variáveis implicam o deslocamento da
curva de demanda para a direita ou para a esquerda, segundo o tipo de efeito
observado.
Comentário: Certo! A curva da demanda possui duas variáveis endógenas
(internas), que são o preço e a quantidade. Qualquer alteração nessas
variáveis resulta em movimento ao longo da curva, ou seja, a curva não se
mexe. A questão fala em duas variáveis exógenas: renda e preferências
(gostos). Elas são chamadas exógenas, porque não estão nos gráficos da
curva. Lembra que temos apenas preço e quantidade no modelo? Pois então,
variáveis exógenas, quando afetam a demanda ou a oferta, provocam o
deslocamento da curva inteira.
Resposta: C
3. CESPE/2012/Instituto Rio Branco - Diplomata
Com base na teoria microeconômica, julgue (C ou E) o item que se segue.
Suponha
que
estacionamento
o
aumento
substancial
dos
preços
cobrados
para
o
de veículos nas grandes cidades eleve a quantidade
demandada de corridas de táxi nesses locais. Dessa forma, conclui-se que
esse aumento de preços provoca um deslocamento ao longo da curva de
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
21
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
demanda por serviços de táxi.
Comentário: Errado! Da forma como o enunciado expõe a situação, fica
claro que os táxis são bens substitutos para o serviço de estacionamento de
veículos.
Com
isso,
sabemos
que
um
aumento
nos
preços
dos
estacionamentos vai aumentar a demanda por serviços de táxi. A questão
está errada, pois esse aumento se dará via deslocamento da curva de
demanda por táxis para a direita, e não ao longo da curva.
Resposta: E
Há ainda outro erro na questão. Um erro tão sutil que não tenho certeza se
foi proposital ou descuido da banca. Vimos que, quando o fator que está
afetando a demanda de determinado produto é uma alteração no preço de
bens relacionados (substitutos ou complementares), ocorre alteração na
demanda, e não necessariamente na quantidade demandada, que pode
inclusive se manter inalterada.
Grande parte das questões de concurso combina a curva de demanda com a
curva de oferta e explora a questão do equilíbrio. Agora, veremos a curva de
oferta.
3.
Oferta
A oferta de um bem é a quantidade que os produtores querem e podem
vender. Assim como no caso da demanda, há diversos fatores que influenciam a
quantidade ofertada de determinado bem. A oferta também fica mais fácil de
entender com o uso de ferramentas gráficas.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
22
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
3.1
Curva de Oferta
Assim
como
acontece
com a demanda, a
curva
da oferta é
a
demonstração gráfica da quantidade ofertada a cada nível de preços. Contudo,
há uma diferença substancial: quanto maior o preço, maior a oferta! Isso
acontece por que quem define a oferta é o produtor, e para esse pessoal,
quanto maior for o preço do bem, mais interessante será produzir e vender
esse bem.
Vamos voltar ao nosso mercado de Iphone 7? Aqui, ao preço de R$5.000,
só interessa ao produtor ofertar uma unidade do bem. Agora, se o preço
melhorar um pouquinho para, digamos, R$5.500, o produtor vai ofertar três
unidades. Se o preço for R$7.000, o produtor vai aproveitar e ofertar logo seis
unidades! Já podemos montar nossa “curva” de oferta.
Tabela de Oferta
Preço do
Iphone 7
R$7.000
R$5.500
Quantidade
Ofertada
6
3
R$5.000
1
Curva da Oferta do Iphone 7
Ok! Veja que a curva da oferta é ascendente/crescente/positivamente
inclinada. Os três nomes podem ser usados para descrevê-la. Isso porque a
relação entre preço e quantidade ofertada é positiva.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
23
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Vamos conhecer quais fatores afetam a quantidade ofertada de um bem.
3.2
Fatores que afetam a Oferta
Além do preço, há também outros cinco fatores que afetam a oferta de
um bem. São eles: custos, tecnologia, preço de outros bens, expectativas e
tamanho do mercado.
PREÇO
Como vimos, um aumento no preço torna mais atraente ao produtor
aumentar a oferta. Vamos ver na curva de oferta o que acontece se o preço do
bem subir.
Momento 1 – Preço Original
Preço do bem:
R$6
Quantidade Ofertada: 3 unidades
Momento 2 – Preço Reduzido
Preço do Bem:
R$10
Quantidade Ofertada: 7 unidades
Assim como no caso da demanda, o deslocamento dar-se-á ao longo da
curva, pois a alteração foi no preço do próprio bem. Também é correto dizer
que aumentou a quantidade ofertada!
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
24
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
CUSTOS
O produtor vai sempre avaliar os custos nos quais irá incorrer para
produzir determinado bem. É muito natural que, se esses custos diminuírem, o
produtor aumente a oferta. Quer saber o que acontece com a curva de oferta
nesse caso?
Momento 1 – Custo Original
Preço do bem:R$7
Quantidade Demandada: 4 unidades
Momento 2 – Custo Aumentado
Preço do Bem:
R$7
Quantidade Demandada: 8 unidades
Os custos podem ser os insumos, que são qualquer bem ou serviço
utilizado para produzir outro bem ou serviço, bem como os impostos.
Exatamente como observei em relação à demanda: “é importante
destacar que a quantidade e o preço, depois do deslocamento da curva, não
serão definidos dessa forma. Esse é apenas o começo do movimento, que será
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
25
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
melhor compreendido à frente, quando abordarmos o Equilíbrio, na parte 4
desta aula”
TECNOLOGIA
Esse fator está relacionado ao anterior, pois o desenvolvimento de novas
tecnologias de produção costuma aumentar a eficiência do processo produtivo e
reduzir os custos incorridos pelo produtor.
Em caso de novas tecnologias, os movimentos da curva também serão
semelhantes ao que foi visto no tópico anterior: haverá deslocamento da curva
de oferta (geralmente para a direita).
Em economia, tecnologia não quer dizer apenas aquela tecnologia de ponta.
Tecnologia é tudo aquilo que pode ser usado para transformar insumos em
produtos, ou seja, uma simples mudança na sequência de produção, que
aumenta a eficiência do processo, também é tecnologia!
PREÇOS DE OUTROS BENS
Os produtores também levam em conta o preço de outros bens que
possam utilizar o mesmo processo produtivo. Por exemplo, a Ambev pode
escolher produzir menos Brahma se o preço da Skol se tornar mais alto. Esse é
o caso de bens substitutos na produção.
Isso ocorre, pois, na prática, os produtores costumam possuir um mix de
produtos, ou seja, não produzem apenas um item.
Também existem bens complementares na ótica do produtor. Por
exemplo, quando a Petrobras perfura poços, muitas vezes encontra petróleo e
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
26
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
também gás natural. Um aumento do preço do petróleo pode aumentar a oferta
desse bem e, por consequência, aumentará também a produção de gás natural.
EXPECTATIVAS
Os produtores podem decidir ofertar, no presente, mais ou menos de
determinado bem se tiverem expectativa de que o preço irá, no futuro,
diminuir ou aumentar, respectivamente. Isso quer dizer que, por exemplo, se o
produtor de soja acreditar que o preço vai aumentar, ele provavelmente irá
ofertar menos no presente, guardando estoques para vender ao preço mais alto
no futuro.
TAMANHO DE MERCADO
Sobre o tamanho do mercado, precisamos ter em mente que a curva da
oferta de mercado é a soma horizontal das curvas de oferta individuais (as
curvas de cada produtor). Então, se aumentar o número de produtores
ofertando determinado bem, sua curva de oferta agregada irá se deslocar para
a direita, com maior quantidade ofertada a qualquer nível de preço.
Com isso encerramos o assunto Oferta, mas vamos esperar um pouco
para praticar, pois, como eu disse, a maioria das questões de concursos
combinam Demanda e Oferta com Equilíbrio, que será nosso próximo assunto.
4.
Equilíbrio
Chegou o momento de juntarmos o que aprendemos até aqui sobre
Demanda, Oferta e os fatores que as afetam. Agora sim podemos falar do preço
pelo qual os bens serão comercializados, bem como saber qual será a
quantidade transacionada no mercado.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
27
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Existe, em Economia, um princípio geral que afirma que os mercados se
movem em direção ao equilíbrio. A disciplina também explica que existe um
tipo de mercado no qual nenhum vendedor individual consegue determinar o
preço de um bem: é o mercado competitivo. Nesse tipo de mercado, o
equilíbrio ocorre quando a quantidade ofertada de um bem é igual à sua
quantidade demandada. O preço de equilíbrio é o preço exato que permite
essa situação (oferta=demanda).
I.
II.
III.
Os mercados se movem em direção ao equilíbrio.
Mercado competitivo é aquele no qual nenhum produtor consegue,
sozinho, determinar os preços de mercado.
Preço de equilíbrio é aquele no qual a quantidade ofertada é igual à
quantidade demandada.
Vamos ver, a seguir, como encontrar o preço e quantidade de equilíbrio.
4.1
Preço e Quantidade de Equilíbrio
Para aprendermos a dinâmica da formação do preço e a quantidade de
equilíbrio, a melhor forma é combinar as curvas de oferta e de demanda no
mesmo gráfico.
O ponto em que as curvas se cruzam, também chamado de ponto de
intersecção, demonstra o preço e a quantidade de equilíbrio. Vamos ver como
isso fica graficamente no nosso mercado de Iphone 7, que foi especialmente
modificado e ampliado para essa análise.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
28
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
R$8000,0
R$7000,0
Oferta
Preço
R$6000,0
R$5000,0
R$4000,0
E
QE
R$3000,0
Demanda
R$2000,0
R$1000,0
R$-
PE
Quantidade
Direto ao ponto: o Preço de Equilíbrio (PE) é de R$4.000, e a Quantidade
de Equilíbrio (QE) é de 1,2 milhões de unidades. O ponto E, onde a oferta e a
demanda se cruzam, é o ponto de equilíbrio.
4.2
A Dinâmica do Equilíbrio
Primeiro vamos ver o que acontece se o preço estiver acima ou abaixo do
preço de equilíbrio. Em seguida, vamos “mexer” nos fatores que afetam a
Demanda e a Oferta, e veremos o que acontece no mercado, no curto prazo.
PREÇO ACIMA DO NÍVEL DE EQUILÍBRIO
Vamos supor que o preço de mercado esteja em R$5.000 (acima dos
R$4.000 do preço de equilíbrio). Isso vai gerar o seguinte gráfico:
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
29
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
R$8000,0
R$7000,0
Excedente
Preço
R$6000,0
R$5000,0
R$4000,0
Oferta
E
QE
R$3000,0
Demanda
R$2000,0
R$1000,0
R$-
PE
Quantidade
A linha preta tracejada, mais acima, mostra que, no valor de R$5.000, os
consumidores vão demandar apenas 800 mil unidades (ponto verde, do lado
esquerdo), enquanto os produtores vão ofertar 1,6 milhões (ponto vermelho, do
lado direito)! Essa diferença, de 800 mil unidades, é chamada de excedente.
Significa que tem muito produto no mercado para pouco comprador. Aí você já
sabe o que acontece, não é mesmo? Os produtores vão ter que abaixar os
preços para atrair mais compradores até “zerar” o excedente... e, assim, o
preço volta ao equilíbrio.
PREÇO ABAIXO DO NÍVEL DE EQUILÍBRIO
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
30
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
R$8000,0
R$7000,0
Oferta
Preço
R$6000,0
R$5000,0
R$4000,0
E
QE
R$3000,0
Escassez
R$2000,0
Demanda
R$1000,0
PE
R$-
Quantidade
Agora, teremos mais consumidores demandando do que produtores
ofertando! Isso irá gerar escassez do bem: por R$1.500, a demanda é de 2
milhões e a oferta de apenas 400 mil! Está faltando produto no mercado, e os
produtores vão aumentar os preços, é claro, afinal, há consumidores dispostos
a
pagar
mais.
Vão
aumentar
o
preço
enquanto
tiverem
compradores
interessados. Assim, novamente os preços voltam ao equilíbrio.
VARIAÇÕES NA DEMANDA E NA OFERTA
Chegamos! Esse é o ponto mais importante da
aula de hoje (também é o último assunto teórico antes
das questões). É um dos assuntos de microeconomia
mais recorrente em provas, e vai exigir que você
entenda como as coisas funcionam, e não somente
decorar os exemplos.
Respire fundo! Se estiver cansado, faça uma pausa,
e só siga adiante com “faca nos dentes”.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
31
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
MOVENDO A CURVA DA DEMANDA
Manterei o exemplo do mercado de Iphone 7, mas agora os números não
são importantes. O que você precisa entender é para onde vai a curva e em
qual direção irão variar o preço e a quantidade.
Vamos supor que o preço do Samsung Galaxy S8 aumente. Com exceção
dos ferrenhos defensores do sistema Android, podemos esperar que mais
consumidores irão procurar o Iphone 7, e isso vai deslocar a curva desse bem
para a direita.
Momento 1 – Demanda Original
Momento 2 – Aumento da Demanda
Oferta
P1
Preço
Preço
(deslocamento da curva para a direita)
Oferta
E2
P2
P1
E1
E1
D2
D1
Quantidade
Q1
Quantidade
Q1 Q2
No Momento 1, o equilíbrio é o ponto E1, o preço de equilíbrio é P1 e a
quantidade de equilíbrio é Q1. Quando a curva é deslocada para a direita por
causa do aumento no preço do bem substituto, passa a existir escassez,
forçando um aumento do preço via movimento ao longo da curva da oferta.
E a conclusão é: quando a demanda de um bem ou serviço aumenta,
tanto seu preço quanto sua quantidade de equilíbrio aumentam.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
32
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Os gráficos acima explicam também o efeito se, no lugar do aumento no
preço de um bem substituto, tivesse ocorrido: queda no preço de um bem
substituto, expectativas de aumento do preço no futuro, aumento da renda do
consumidor, aumento na quantidade de consumidores ou qualquer outro
fenômeno que desloque a curva da demanda para a direita, ou seja, que
aumenta a demanda.
E se fosse o contrário? Ou melhor, e se o preço do Galaxy S8 diminuir? O
que acontecerá com a demanda do Iphone 7? Vai diminuir também! O efeito
será o inverso do que vimos. A curva da demanda será deslocada para a
esquerda e haverá excesso de oferta de Iphone 7. Aí os produtores terão que
diminuir seus preços, para adequarem-se à menor quantidade demandada.


Aumento da demanda = aumento do preço + aumento da
quantidade.
Redução da demanda = redução do preço + redução da quantidade
MOVENDO A CURVA DA OFERTA
Agora vamos imaginar que o governo reduza os impostos de importação.
Assim, os fabricantes de smartphone terão menor custo para produzir, já que
grande parte da mão-de-obra e dos componentes utilizados na produção vêm
de diversos países. Como vimos, isso resultará no aumento da oferta, por meio
de um deslocamento da curva da oferta para a direita.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
33
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Momento 1 – Oferta Original
Momento 2 – Aumento da Oferta
O1
Preço
Preço
(deslocamento da oferta para a direita)
O1
O2
P1
P1
E1
E1
P2
E2
Demanda
Demanda
Quantidade
Q1
Quantidade
Q1 Q2
O equilíbrio estava em E1 e, então, a redução dos custos empurrou a
oferta para a direita. Com uma oferta maior, os produtores terão que reduzir o
preço (P1) para convencerem os consumidores a comprarem mais, levando ao
novo preço de equilíbrio (P2), ou seja, para um valor menor que o anterior.
Portanto, quando a oferta de um bem ou serviço aumenta, seu
preço de equilíbrio diminui, enquanto sua quantidade de equilíbrio
aumenta.


Aumento da oferta = diminuição do preço + aumento da quantidade.
Redução da oferta = aumento do preço + redução da quantidade
E chegou a hora de praticar tudo que aprendemos nesta aula! Fique
atento aos comentários, pois darei algumas dicas valiosas durante a resolução
das questões de concurso. As questões são parte importante do seu
aprendizado.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
34
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Na próxima aula veremos assuntos muito cobrados em provas de
Economia: Excedentes, Elasticidade e Controle de Preços. Espero você lá!
5.
Questões Comentadas
4. FCC/2014/Sefaz RJ – Auditor Fiscal da Receita Estadual
Os formuladores de políticas públicas, muitas vezes, desejam influenciar a
quantidade de cigarros consumidos pela população em função dos efeitos
adversos do fumo sobre a saúde. A política por eles utilizada pode atingir esse
objetivo de duas maneiras:
I. Comunicados públicos, alertas obrigatórios nas embalagens de cigarros
e proibição de publicidade de cigarros na Televisão e em Rádio.
II. Elevação do imposto sobre fabricação e consumo dos cigarros.
A Curva de Demanda terá, de acordo com as políticas I e II utilizadas, os
comportamentos expressos em:
a)
b)
c)
d)
e)
Política I
Desloca a curva de demanda para a
esquerda.
Desloca a curva de demanda para a
direita.
Resulta em um movimento ao longo da
curva de demanda.
Desloca a curva de demanda para a
direita.
Resulta em um movimento ao longo da
curva de demanda.
Política II
Resulta em um movimento ao longo da
curva de demanda.
Desloca a curva de demanda para a
direita.
Desloca a curva de demanda para a
esquerda.
Resulta em um movimento ao longo da
curva de demanda.
Desloca a curva de demanda para a
direita.
Comentário: Essa é uma questão interessante que caiu recentemente num
concurso de alto nível. Vamos à resolução:
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
35
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
A política I altera os gostos do consumidor, desestimulando o consumo do
bem em questão. Nesse caso, ocorrerá um deslocamento da curva da demanda
para a esquerda, de forma que, em todos os níveis de preço, a demanda será
menor. Só com isso já podemos marcar a alternativa A.
Contudo, é importantíssimo que você entenda o efeito da Política II, que é
um pouco mais complexo. Lembra que um aumento dos impostos aumenta os
custos do produtor? Isso causa uma redução na oferta, por meio de um
deslocamento da curva de oferta para a esquerda e, como isso, afeta a
demanda? Vamos ver nos gráficos:
Momento 1 – Oferta Original
Momento 2 – Redução da Oferta
O1
O2
Preço
Preço
(deslocamento da oferta para a esquerda)
E2
P2
P1
P1
E1
E1
Demanda
Demanda
Quantidade
Q1
Quantidade
Q2 Q1
Veja que, do lado da demanda, o aumento do preço e a queda da
quantidade demandada se dá ao longo da curva da demanda. Ela não se move!
De fato, a alternativa A é a correta, ao afirmar que a política II “Resulta em um
movimento ao longo da curva de demanda”.
Resposta: A
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
36
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
5. FEPESE/2014/Ministério Público Estadual SC – Analista
Quando em uma economia há crescimento na renda, espera-se que haja
aumento na demanda de certos bens, chamados de “bens normais”.
Assinale a alternativa correta com relação ao Preço de Equilíbrio desses bens
segundo a teoria microeconômica padrão.
a) O preço de equilíbrio será deslocado para um nível mais elevado no curto
prazo.
b) O preço de equilíbrio cairá, caso a oferta do produto permaneça inalterada.
c) O preço de equilíbrio diminuirá, uma vez que no curto prazo a oferta tende a
se expandir mais do que a demanda.
d) O preço de equilíbrio permanecerá inalterado, pois em uma economia de
livre mercado aumentos de demanda são instantaneamente equacionados
por aumentos correspondentes de oferta.
e) O preço de equilíbrio será deslocado para um nível mais baixo no curto
prazo.
Comentário: Destaquei que, quando a demanda de um bem ou serviço
aumenta,
tanto
seu
preço
quanto
sua
quantidade
de
equilíbrio
aumentam. Ora, no enunciado consta que houve um aumento da renda. Já
vimos que isso aumenta a demanda. Tudo isso torna a questão A correta, bem
como contraria as alternativas B, C, D e E.
Resposta: A
6. CESPE/2014/Polícia Federal – Agente
A microeconomia constitui um segmento da ciência econômica voltado para as
relações entre os agentes econômicos e seus efeitos sobre preços e níveis de
equilíbrio. A respeito de microeconomia, julgue o item subsequente.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
37
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
A curva de demanda por determinada mercadoria comprada a
preço de mercado, mantendo-se constantes a renda e os preços
nominais
das
demais
mercadorias,
está
relacionada
às
quantidades de equilíbrio dessa mercadoria.
Comentário: Certo! O que a questão está dizendo é que os fatores que
determinam a curva da demanda são o preço e a quantidade de equilíbrio, se
tudo mais for mantido constante. Portanto, a questão está correta.
Resposta: C
7. FCC/2015/Tribunal de Contas Estadual CE - Auditor
Uma queda em ambos – preço e quantidade – é devido
a) à queda da oferta, com a demanda constante.
b) ao aumento da oferta, com a demanda constante.
c) à queda da demanda, com a oferta constante.
d) ao aumento da demanda, com a oferta constante.
e) ao aumento da oferta e ao aumento da demanda.
Comentário:
A resolução dessa questão é ao mesmo tempo um macete valioso para resolver
questões sobre oferta e demanda:
Quando o preço de equilíbrio e a quantidade de equilíbrio variam na
mesma direção, ocorreu a alteração da curva da demanda.
Quando o preço de equilíbrio e a quantidade de equilíbrio variam em
direções opostas, ocorreu alteração da curva da oferta.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
38
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Então, como a questão afirmou que tanto a quantidade quanto o preço de
equilíbrio diminuíram, podemos concluir que a demanda diminuiu, e marcar a
alternativa C.
Resposta: C
8. FGV/2015 –TCM SP – Economia (Adaptada)
“Uma super-colheita de trigo reduz os preços do pão”. A Assertiva a seguir
justifica essa afirmação
Pode-se supor que a supersafra levará a uma queda no preço do trigo,
contribuindo para uma redução do custo de produção do pão, que tem o trigo
como insumo. Logo, a curva de oferta de pães deslocar-se-á para a direita, o
que contribuirá para baixar o preço de equilíbrio do pão. Com isso, aumenta a
quantidade de equilíbrio demandada de pães. Ou seja, houve um movimento ao
longo da curva de demanda por pães, sem alteração na posição da curva;
Comentário: A questão original tinha outras quatro alternativas com textos
enormes. Adaptei para o estilo CESPE para ter certeza de que você vai analisar
com muito cuidado a afirmação. Sugiro que a façamos analisando por partes:

Pode-se supor que a supersafra levará a uma queda no preço do trigo.
Com toda certeza! Aqui é bem intuitivo, se a produção de trigo
aumentar, seu preço irá diminuir.

contribuindo para uma redução do custo de produção do pão, que tem o
trigo como insumo.
Vimos que os insumos são produtos utilizados para produzir outros
produtos. Trigo é um dos insumos para pão.

Logo, a curva de oferta de pães deslocar-se-á para a direita...
Aqui nossa análise fica mais econômica. O que acontece com a
oferta quando diminuem os custos de produção? Ela aumenta, e
isso ocorre por meio de um deslocamento da curva para a direita.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
39
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale

...o que contribuirá para baixar o preço de equilíbrio do pão.
Vimos também que quando a oferta aumenta, o preço de equilíbrio
diminui e a quantidade de equilíbrio aumenta. Então, até aqui, a
questão está perfeita!

Com isso, aumenta a quantidade de equilíbrio demandada de pães
Com os preços mais baixos, os consumidores irão mesmo demandar
mais pães.

Ou seja, houve um movimento ao longo da curva de demanda por pães,
sem alteração na posição da curva.
E, para encerrar com chave de ouro, o enunciado traz uma informação
precisa: como o aumento foi no preço, o deslocamento dar-se-á ao longo
da curva da demanda. Questão correta!
Resposta: C
9. FUNDEP/2015/TCE MG - Auditor
Sobre os fundamentos de oferta e demanda, assinale a alternativa INCORRETA.
a) Os produtos X e Y podem ser considerados produtos substitutos se um deles
puder ser consumido no lugar do outro.
b) O mercado competitivo pressupõe a existência de um grande número de
compradores que não podem influenciar o preço individualmente.
c) O aumento do preço de um bem complementar ao produto X tende a reduzir
a demanda pelo produto X.
d) Um aumento da demanda do produto Y, considerando que sua oferta
permaneça constante, tende a aumentar o seu preço.
e) Um bem inferior é aquele cuja demanda tende a reduzir com o aumento do
nível de renda da população.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
40
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Comentário: Vamos analisar cada uma das alternativas. Mas atenção! Essa
questão está pedindo a alternativa incorreta! Por favor, não permita que o
ímpeto faça você errar esse tipo de questão, ok? Leia o enunciado com atenção.
a) Os produtos X e Y podem ser considerados produtos substitutos se um deles
puder ser consumido no lugar do outro.
Correta. Essa é uma definição perfeitamente válida de bens ou
produtos substitutos. Qual a diferença entre bens e produtos? Em
Marketing, bens são produtos tangíveis (que você pode pegar),
enquanto serviços são produtos intangíveis. Então, sob essa ótica,
produtos podem ser bens ou serviços. Em Economia, ninguém liga
muito para essa diferenciação...
b) O mercado competitivo pressupõe a existência de um grande número de
compradores que não podem influenciar o preço individualmente.
Errado! O mercado competitivo pressupõe a existência de um grande
número de vendedores que não podem influenciar os preços
individualmente. Essa alternativa está incorreta e é nosso gabarito.
c) O aumento do preço de um bem complementar ao produto X tende a reduzir
a demanda pelo produto X.
Certo. É isso mesmo. Se o preço da gasolina aumentar, é bem possível
que você pense duas vezes antes de comprar um carro... ou um barco.
Aumentos nos preços de bens complementares deslocam a curva da
demanda para a esquerda, reduzindo-a.
d) Um aumento da demanda do produto Y, considerando que sua oferta
permaneça constante, tende a aumentar o seu preço.
Certo. Aqui a alternativa está falando do preço de equilíbrio. Alterações
na demanda resultam em movimentos no mesmo sentido para o preço
e a quantidade de equilíbrio.
e) Um bem inferior é aquele cuja demanda tende a reduzir com o aumento do
nível de renda da população.
Certo. Temos aqui um fato sobre bens inferiores.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
41
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Resposta: B
10. CESGRANRIO/2007/BNDES – Economia
O gráfico abaixo mostra, em linhas cheias, as curvas da demanda e da oferta
no mercado de maçãs.
Considere que maçãs e pêras são bens substitutos para os consumidores. Se o
preço da pêra aumentar e nenhum outro determinante da demanda e da oferta
de maçãs se alterar, pode-se afirmar que
a)
a curva de demanda por maçãs se deslocará para uma posição como AB.
b)
a curva de oferta de maçãs se deslocará para uma posição como CD.
c)
as duas curvas, de demanda e de oferta de maçãs, se deslocarão para
posições como AB e CD.
d)
o preço da maçã tenderá a diminuir.
e)
não haverá alteração no mercado de maçãs.
Comentário: Vimos que, quando o preço de um bem substituto aumenta,
aumentará a demanda do bem em análise. Aqui no caso, o preço da pera
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
42
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
aumentou, então a demanda por maçãs irá aumentar, pois os consumidores
vão passar a substituir peras por maçãs. Como o preço da maçã não mudou,
isso dar-se-á exclusivamente pelo deslocamento da curva da demanda para a
direita, então a alternativa A está correta!
Resposta: A
11. FGV/2015/TJ-BA – Analista Judiciário Economia
Os termos S e D se referem, respectivamente, às curvas de oferta e demanda
atuais por gasolina no Brasil.
Considerando o gráfico 1, a situação que ilustra o que pode ter ocorrido com a
curva da demanda é:
a) redução do preço do gás (bem substituto da gasolina);
b) queda da renda dos consumidores;
c) expectativa pelos consumidores de queda do preço da gasolina em poucos
meses;
d) aumento do imposto sobre carros movidos à gasolina (bem complementar à
gasolina);
e) aumento do número de imigrantes estrangeiros que residem no país.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
43
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Comentário: A curva da demanda foi deslocada para a direita. Significa que a
demanda aumentou. Entre os fatores listados nas alternativas, qual deles
aumenta a demanda de um bem? Vamos ver:
a) redução do preço do gás (bem substituto da gasolina);
Errado. Se cair o preço de um bem substituto, algumas pessoas que
usam gasolina vão passar a usar gás. Aí a demanda da gasolina cai, e
a curva teria ido para a esquerda.
b) queda da renda dos consumidores;
Errado. Se cair a renda do consumidor, a tendência é de que ele use
menos gasolina. Nesse caso, a demanda da gasolina cai, e a curva
teria ido para a esquerda.
c) expectativa pelos consumidores de queda do preço da gasolina em poucos
meses;
Errado. Se o consumidor espera que a gasolina caia em poucos meses,
ele vai adiar, ao máximo possível, seu consumo de gasolina hoje.
d) aumento do imposto sobre carros movidos à gasolina (bem complementar à
gasolina);
Errado. Se aumentar o preço do imposto, aqui considerado um bem
complementar, o consumidor também vai economizar na gasolina.
Mais uma vez, a curva teria ido para a esquerda, sinalizando uma
queda na demanda do produto.
e) aumento do número de imigrantes estrangeiros que residem no país.
a. Certo! A princípio, pode parecer que o aumento de imigrantes não
tenha relação com a demanda de gasolina no Brasil. Acontece que o
tamanho do mercado é um dos fatores que afeta a demanda.
Imagine vários imigrantes chegando ao Brasil para somar suas
demandas individuais à demanda de mercado da gasolina. Fica fácil
concluir que a demanda vai aumentar, com a curva indo para a direita,
exatamente como acontece no gráfico.
Resposta: E
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
44
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
12. FGV/2015/TJ-BA – Analista Judiciário Economia
Os termos S e D se referem, respectivamente, às curvas de oferta e demanda
atuais por gasolina no Brasil.
Considerando o gráfico 1, a situação que ilustra o que pode ter ocorrido com a
curva de oferta é:
a) expectativa pelos vendedores de queda do preço da gasolina nos próximos
meses devido a uma recessão mundial;
b) aumento no preço do petróleo cru (insumo para a produção de gasolina) no
mercado internacional;
c) imposição de restrições pelo governo no uso de tecnologia poluente no refino
da gasolina;
d) aumento do tributo cobrado sobre o preço da gasolina comercializada com o
consumidor final;
e) aumento das barreiras sobre a vinda de empresas estrangeiras para
construção de postos de gasolina.
Comentário: Agora é hora analisar a curva de oferta, como fizemos na questão
anterior com a demanda. A curva de oferta foi para a direita, ou seja, ela
aumentou. Qual das alternativas traz um fator que aumenta a oferta?
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
45
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
a) expectativa pelos vendedores de queda do preço da gasolina nos próximos
meses devido a uma recessão mundial;
Certo! Se os vendedores de gasolina estiverem esperando uma queda
no preço, eles vão correr para vender tudo agora, aproveitando o
preço mais alto. Assim, a curva da oferta irá para a direita,
exatamente como está no gráfico. Pode marcar essa, mas vamos ver
as outras alternativas.
b) aumento no preço do petróleo cru (insumo para a produção de gasolina) no
mercado internacional;
Errado. O aumento dos custos de produção desestimula a oferta. A
curva teria ido para a esquerda.
c) imposição de restrições pelo governo no uso de tecnologia poluente no refino
da gasolina;
Errado. Essa hipótese também aumentaria os custos de produção,
desestimulando a oferta. A curva teria ido para a esquerda.
d) aumento do tributo cobrado sobre o preço da gasolina comercializada com o
consumidor final;
Errado.
Os
tributos
cobrados
do
consumidor
final
podem
ser
considerados bens complementares. Isso porque, para consumir o
produto, somos obrigados a pagar os tributos, ou seja, temos que
consumir os dois juntos. Quando aumenta o preço de um bem
complementar, a oferta diminui.
e) aumento das barreiras sobre a vinda de empresas estrangeiras para
construção de postos de gasolina.
Errado. Se fosse o contrário, ou seja, se fossem diminuídas as
barreiras, provavelmente o mercado aumentaria, e com isso a oferta.
Mas, como a questão fala em aumento das barreiras, a tendência não
é de deslocamento da curva de oferta para a direita.
Resposta: A
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
46
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
13. CESPE/2012/ANAC – Analista
No que diz respeito à oferta do produtor, julgue os itens a seguir.
Ao contrário da curva de demanda, a curva de oferta mostra uma relação entre
os preços e o desejo de produzir bens e serviços. Nesse caso, mantendo-se
outras variáveis constantes, o aumento no preço de mercado do bem tende a
elevar o lucro das empresas.
Comentário: Certo! O enunciado define com precisão a diferença entre curva
de oferta e curva de demanda. Em seguida, afirma que um aumento do preço
tende a elevar o lucro das empresas, se tudo mais for mantido constante.
Isso significa que os custos para produzir serão os mesmos. Então, se vai
vender por um preço maior e ter os mesmos custos, certamente a empresa terá
lucros maiores. Questão certa!
Resposta: C
Ceteris paribus
Essa expressão em latim, também grafada Coeteris paribus, é muito utilizada
em Economia, e significa “tudo mais mantido constante” ou “mantidas
inalteradas as demais variáveis”. Serve para analisar o efeito hipotético da
mudança em uma única variável sobre alguma coisa. Hipotético porque, no
mundo real, dificilmente uma única variável vai sofrer alteração.
14. ESAF/2012/MDIC - Analista de Comércio Exterior
Com relação ao mecanismo de funcionamento de mercado é correto afirmar que
a) em se tratando de um bem normal, um aumento na renda dos consumidores
levará a uma redução na quantidade de equilíbrio desse bem.
b) a curva de demanda de um determinado bem desloca-se para a esquerda
quando o preço desse bem aumenta.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
47
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
c) um aumento na renda dos consumidores induz uma redução nos preços de
equilíbrio dos bens inferiores.
d) todo bem de Giffen é um produto importado.
e) a posição da curva de oferta de um bem não depende dos preços dos
insumos empregados em sua produção.
Comentário: Vamos analisar cada uma das alternativas?
a) em se tratando de um bem normal, um aumento na renda dos consumidores
levará a uma redução na quantidade de equilíbrio desse bem.
Errado. Um aumento na renda aumenta tanto a quantidade quanto o
preço de equilíbrio do bem normal!
b) a curva de demanda de um determinado bem desloca-se para a esquerda
quando o preço desse bem aumenta.
Errado. Quando o preço do bem aumenta, ocorre uma variação ao
longo da curva. Realmente o preço vai aumentar, mas a questão já
está errada ao afirmar que a curva vai ser deslocada.
c) um aumento na renda dos consumidores induz uma redução nos preços de
equilíbrio dos bens inferiores.
Certo! O efeito de uma alteração de renda na demanda de um bem
inferior é o contrário do bem menor. Então, quando aumenta a renda,
diminui a demanda.
Como a renda é uma variável exógena ao modelo, a curva será
deslocada para a esquerda, diminuindo, assim, tanto o preço quanto a
quantidade de equilíbrio. Vale lembrar que preço e quantidade de
equilíbrio andam juntos quando a variação é na demanda.
d) todo bem de Giffen é um produto importado.
Errado. Não há nenhuma relação entre o produto ser um bem de
Giffen e ele ser importado. Nenhuma.
e) a posição da curva de oferta de um bem não depende dos preços dos
insumos empregados em sua produção.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
48
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Errado. Os insumos são um dos itens que compõem os custos de
produção. Vimos que custos são fatores que afetam a oferta e, como
são exógenos à curva de oferta, fazem-no deslocando a curva de
oferta. Portanto, a posição da curva de oferta depende sim do preço
dos insumos.
Resposta: C
15. CESPE/2013/ANS - Especialista
Com relação ao dilema econômico entre escassez e escolha, representado pela
curva de possibilidade de produção (CPP), e ao equilíbrio de mercado, resultado
da interação das curvas de oferta e demanda, julgue o item a seguir.
O surgimento de uma nova tecnologia que permita uma menor utilização de
insumos e que reduza os custos de produção deslocará a curva de oferta para a
esquerda.
Comentário: Errado! O caso narrado no enunciado certamente aumentaria a
oferta. Afinal, a tecnologia é um dos fatores que afetam a oferta. A questão
errou o lado para o qual a curva irá se deslocar. Como diminuíram os custos, a
oferta aumentará, e isso vai acontecer por meio de um deslocamento da curva
de oferta para a direita.
Resposta: E
16. CESGRANRIO/2012/Petrobrás Economista Júnior
O gráfico abaixo mostra as curvas de demanda e de oferta pelo bem X, vendido
em um mercado competitivo. O ponto E representa o equilíbrio inicial no
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
49
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
mercado. Os consumidores consideram o bem X normal, e o bem Y como
complementar a X.
Examinando o gráfico, se o preço de Y aumentar, no novo equilíbrio de mercado
de X, o (a)
a) preço de X não se alterará.
b) preço de X será maior que R$ 5,00.
c) preço de X será menor que R$ 5,00.
d) quantidade vendida de X será maior que 50 unidades.
e) quantidade vendida de X não se alterará.
Comentário: A melhor forma de resolver esse tipo de questão é “rabiscando” o
gráfico. E é isso que vamos fazer.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
50
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
1º Passo: Identificar qual o bem em 2º Passo: Identificar qual fator está
análise.
sendo alterado como isso refletirá na
curva.
No caso, o bem em análise é o bem X,
que tem preço de equilíbrio em R$5 e
quantidade
de
equilíbrio
em
50
unidades.
O enunciado afirma que o bem Y,
complementar a X, está sofrendo um
aumento
em
seu
preço.
Isso
diminuirá a demanda de X, e fará isso
deslocando a curva da demanda de X
para a esquerda, já que o preço de Y
é uma variável exógena (não aparece
no gráfico).
3º Passo: Encontrar os novos preços e Conclusão:
quantidade de equilíbrio.
Tanto o preço quanto a quantidade de
Com a curva de demanda deslocada equilíbrio ficaram menores. Então a
para a esquerda, o novo equilíbrio dar- alternativa correta é a C.
se-á em E2, com P e Q menores do que
R$5 e 50 unidades.
P2
Q2
Resposta: C
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
51
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
17. FCC/2014/Metrô SP - Economia
A “demanda individual” pode ser definida como
a) a quantidade de dada mercadoria adquirida por um consumidor individual.
b) as despesas em bens e serviços de consumo, investimento, despesas
governamentais e exportações, em dado período de tempo.
c) a quantidade de determinada mercadoria que efetivamente se realiza no
mercado.
d) a quantidade de um determinado bem ou serviço que se deseja consumir em
certo período de tempo.
e) a realização do desejo de compra de um consumidor.
Comentário: Viu só como essa falsa informação, de que a demanda é a
compra realizada ou concretizada, é recorrente em provas? E esse tipo de
questão você com certeza não vai errar. A correta é a alternativa D, que define
perfeitamente demanda individual.
Resposta: D
18. CESPE/2012/Polícia Federal – Papiloscopista
A análise microeconômica estuda o comportamento individual dos agentes
econômicos e, por essa razão, constitui um sólido fundamento à análise dos
agregados econômicos. A esse respeito, julgue o item seguinte.
No Brasil, o crescimento da violência aumentou a procura por sistemas de
vigilância eletrônica, provocando um deslocamento ao longo da curva de
demanda por esses produtos.
Comentário: Errado! Há duas abordagens para resolver essa: na primeira,
podemos concluir que o aumento da violência mudou as expectativas do
consumidor em relação aos benefícios de um sistema de vigilância. Como
vimos,
mudanças
nas
expectativas
geram
deslocamentos
da
curva
de
demanda. Então, a questão está errada em dizer que o deslocamento se deu ao
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
52
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
longo da curva. A segunda abordagem é mais simples e direta: mudou o preço?
Não! Então não pode ser deslocamento ao longo da curva. Pode marcar errado
nessa aí!
Resposta: E
19. CESPE/2012/Polícia Federal – Papiloscopista
A análise microeconômica estuda o comportamento individual dos agentes
econômicos e, por essa razão, constitui um sólido fundamento à análise dos
agregados econômicos. A esse respeito, julgue o item seguinte.
Os riscos, em termos de saúde, ocasionados pela febre aftosa em parte do
rebanho brasileiro, além de desencorajarem o consumo de carne bovina,
contribuem, também, para reduzir a demanda por outras fontes de proteínas,
como frango e peixe.
Comentário: Não falamos ainda sobre o efeito na demanda de um bem em
função das expectativas dos consumidores em relação aos bens relacionados,
mas estou certo que você pode concluir que, se as pessoas passarem a
consumir menos carne bovina por causa do medo da febre aftosa, a tendência
é que aumente o consumo dos bens substitutos, como frango e peixe! Questão
errada.
Resposta: E
20. CESPE/2008/MDIC – Analista de Comércio Exterior (adaptada)
A análise microeconômica estuda o comportamento individual dos agentes
econômicos e, por essa razão, constitui um fundamento sólido à análise
macroeconômica. A esse respeito, julgue o item que se segue.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
53
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
No mercado de imóveis de determinada cidade, se os agentes econômicos
acreditarem que, no futuro, os preços dos imóveis subirão em razão da
escassez de terrenos urbanos, a curva de demanda se deslocará para a direita.
Comentário: A expectativa de aumento no preço dos imóveis vai aumentar a
demanda. Isso é bem intuitivo. Isso se dará por meio de um deslocamento da
curva ou ao longo da curva? Bom, o fator em análise aqui é a expectativa de
mudança no preço, e não uma alteração no preço. Então, só pode ser um
deslocamento da curva. A questão está correta.
Resposta: C
21. CESPE/2010/Aneel – Especialista em Regulação
Com relação aos conceitos e às aplicações do equilíbrio parcial e geral e às
estruturas de mercado e suas falhas, julgue o item subsequente.
O mercado de um bem é considerado em equilíbrio quando a quantidade que os
consumidores estiverem dispostos a adquirir a determinado preço coincidir com
a quantidade que os produtores estiverem dispostos a vender a esse mesmo
preço. O preço de equilíbrio será aquele em que a oferta e a demanda são
iguais.
Comentário: Certo! Vale a pena revisar o conceito de equilíbrio, transcrito com
precisão nessa questão do CESPE.
Resposta: C
22. CESPE/2012/Anac – Especialista em Regulação
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
54
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Julgue o item a seguir, acerca do equilíbrio do consumidor, dos efeitos preço,
renda e substituição, da elasticidade da demanda ou procura, dos fatores de
produção e da elasticidade da oferta.
O preço de equilíbrio ocorre se demanda e oferta são iguais, de forma que cada
comprador disposto a pagar o preço encontre um vendedor disposto a vender
ao mesmo preço.
Comentário: Certo! A questão traz uma definição precisa do preço de
equilíbrio.
Resposta: C
23. CESPE/2012/Anac – Analista (adaptada)
Com relação à demanda do consumidor, julgue o item subsequente.
A demanda por um bem é influenciada por uma série de variáveis, como preço
e preferências, por exemplo, portanto, as mudanças nessas variáveis implicam
o deslocamento da curva de demanda para a direita ou para a esquerda,
segundo o tipo de efeito observado.
Comentário: Errado! O preço é uma variável endógena ao modelo de curva da
demanda. Então, alterações no preço provocam mudanças ao longo da curva,
e não deslocamentos da curva. A questão está correta quanto às preferências
que, de fato, deslocam a curva.
Resposta: E
24. CESPE/2012/Anac – Analista
No que diz respeito à oferta do produtor, julgue o item a seguir.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
55
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
A expectativa de elevação futura do preço de certo bem ou serviço pode
implicar a redução da oferta desse bem no presente e, assim, deslocar a curva
de oferta.
Comentário: Certo! Se os vendedores estiverem esperando que o preço de
algum bem suba, eles vão reduzir a oferta no presente, segurando os estoques,
para vender no futuro com o preço mais alto. Poderíamos ainda acrescentar que
o deslocamento da curva de oferta será para a esquerda.
Resposta: C
25. FGV/2015/TCM SP – Agente Fiscal Economia
Suponha que o mercado de chocolate do país Abust se encontre em equilíbrio
E0= (Q0, P0) ilustrado no gráfico abaixo.
Considere, agora, que haja um choque no mercado de açúcar (insumo para a
fabricação das barras de chocolate) que eleve seus preços. O novo equilíbrio E1
= (Q1, P1) no mercado de chocolates será dado por:
a) Q1 > Q0 e P1 > P0;
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
56
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
b) Q1 < Q0 e P1 > P0;
c) Q1 < Q0 e P1 < P0;
d) Q1 > Q0 e P1 < P0;
e) Q1 = Q0 e P1 = P0.
Pré-comentário: Sobre essa questão, quero esclarecer duas coisas:

A primeira é em relação ao formato das curvas. De fato, esse formato é
mais realista do que as retas que temos utilizado até agora, e o motivo
vai ficar claro na aula 3, quando vermos Preferências na Teoria do
Consumidor. Por enquanto, não precisa se preocupar com isso para
resolver a questão.

A segunda é em relação às siglas e aos símbolos utilizados.
o Q0 (Quê-zero) é a quantidade original, e Q1 (quê-um) é a
quantidade após algum acontecimento. No caso, é a quantidade
após um choque no mercado de açúcar. O mesmo raciocínio vale
para P0 e P1.
o Os símbolos “>” (maior), “<” (menor) e = (igual) também são
muito utilizados para estabelecer comparações entre o antes e o
depois do acontecimento.
Comentário: Vamos resolver a questão. Se houver um choque (aumento
agressivo) no preço de um insumo do chocolate, ocorrerá um aumento nos
custos
do
produtor.
Esse,
sabemos,
é
um
fator
que
afeta
a
oferta
negativamente, provocando um deslocamento da curva de oferta para a
esquerda. Vamos “rabiscar”:
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
57
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
E1
P1
Q1
Nosso gráfico mostra que o novo equilíbrio se deu com Q1 menor do
que Q0 (mais à esquerda), e com P1 maior do que P0 (mais acima).
Portanto, a alternativa B é o nosso gabarito.
Resposta: B
6.
Lista de Questões
1. FCC/2013/Defensoria Pública RS - Economia
A curva de demanda
a)
individual possui inclinação descendente, enquanto a curva de demanda
de mercado dela derivada sempre apresenta inclinação ascendente.
b)
de mercado de um dado bem resulta da agregação, para cada preço, das
demandas dos consumidores individuais.
c)
individual está relacionada ao desejo dos consumidores em adquirir
determinado bem, ao passo que a demanda de mercado refere-se à
concretização da compra, o que se denomina demanda efetiva.
d)
de mercado é resultado da soma vertical das diversas curvas de demanda
individual.
e)
de mercado de um dado bem tem sua constituição influenciada pelo preço
dos chamados bens concorrentes, mas não afeta a inclinação da curva de
demanda individual dela derivada.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
58
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
2. CESPE/2012/ANAC – Analista
Com relação à demanda do consumidor, julgue os itens subsequentes.
A demanda por um bem é influenciada por uma série de variáveis, como renda
e preferências, por exemplo, portanto, considerando-se constante o preço do
bem, as mudanças nessas variáveis implicam o deslocamento da curva de
demanda para a direita ou para a esquerda, segundo o tipo de efeito
observado.
3. CESPE/2012/Instituto Rio Branco - Diplomata
Com base na teoria microeconômica, julgue (C ou E) o item que se segue.
Suponha que o aumento substancial dos preços cobrados para o
estacionamento de veículos nas grandes cidades eleve a quantidade
demandada de corridas de táxi nesses locais. Dessa forma, conclui-se que esse
aumento de preços provoca um deslocamento ao longo da curva de demanda
por serviços de táxi.
4. FCC/2014/Sefaz RJ – Auditor Fiscal da Receita Estadual
Os formuladores de políticas públicas, muitas vezes, desejam influenciar a
quantidade de cigarros consumidos pela população em função dos efeitos
adversos do fumo sobre a saúde. A política por eles utilizada pode atingir esse
objetivo de duas maneiras:
I. Comunicados públicos, alertas obrigatórios nas embalagens de cigarros
e proibição de publicidade de cigarros na Televisão e em Rádio.
II. Elevação do imposto sobre fabricação e consumo dos cigarros.
A Curva de Demanda terá, de acordo com as políticas I e II utilizadas, os
comportamentos expressos em:
a)
b)
Política I
Desloca a curva de demanda para a
esquerda.
Desloca a curva de demanda para a
direita.
Política II
Resulta em um movimento ao longo da
curva de demanda.
Desloca a curva de demanda para a
direita.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
59
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
c)
d)
e)
Resulta em um movimento ao longo da
curva de demanda.
Desloca a curva de demanda para a
direita.
Resulta em um movimento ao longo da
curva de demanda.
Desloca a curva de demanda para a
esquerda.
Resulta em um movimento ao longo da
curva de demanda.
Desloca a curva de demanda para a
direita.
5. FEPESE/2014/Ministério Público Estadual SC – Analista
Quando em uma economia há crescimento na renda, espera-se que haja
aumento na demanda de certos bens, chamados de “bens normais”.
Assinale a alternativa correta com relação ao Preço de Equilíbrio desses bens
segundo a teoria microeconômica padrão.
a) O preço de equilíbrio será deslocado para um nível mais elevado no curto
prazo.
b) O preço de equilíbrio cairá, caso a oferta do produto permaneça inalterada.
c) O preço de equilíbrio diminuirá, uma vez que no curto prazo a oferta tende a
se expandir mais do que a demanda.
d) O preço de equilíbrio permanecerá inalterado, pois em uma economia de
livre mercado aumentos de demanda são instantaneamente equacionados
por aumentos correspondentes de oferta.
e) O preço de equilíbrio será deslocado para um nível mais baixo no curto
prazo.
6. CESPE/2014/Polícia Federal – Agente
A microeconomia constitui um segmento da ciência econômica voltado para as
relações entre os agentes econômicos e seus efeitos sobre preços e níveis de
equilíbrio. A respeito de microeconomia, julgue o item subsequente.
A curva de demanda por determinada mercadoria comprada a preço de
mercado, mantendo-se constantes a renda e os preços nominais das
demais mercadorias, está relacionada às quantidades de equilíbrio dessa
mercadoria.
7. FCC/2015/Tribunal de Contas Estadual CE - Auditor
Uma queda em ambos – preço e quantidade – é devido
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
60
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
a)
b)
c)
d)
e)
à queda da oferta, com a demanda constante.
ao aumento da oferta, com a demanda constante.
à queda da demanda, com a oferta constante.
ao aumento da demanda, com a oferta constante.
ao aumento da oferta e ao aumento da demanda.
8. FGV/2015 –TCM SP – Economia (Adaptada)
“Uma super-colheita de trigo reduz os preços do pão”. A Assertiva a seguir
justifica essa afirmação
Pode-se supor que a supersafra levará a uma queda no preço do trigo,
contribuindo para uma redução do custo de produção do pão, que tem o trigo
como insumo. Logo, a curva de oferta de pães deslocar-se-á para a direita, o
que contribuirá para baixar o preço de equilíbrio do pão. Com isso, aumenta a
quantidade de equilíbrio demandada de pães. Ou seja, houve um movimento ao
longo da curva de demanda por pães, sem alteração na posição da curva;
9. FUNDEP/2015/TCE MG - Auditor
Sobre os fundamentos de oferta e demanda, assinale a alternativa INCORRETA.
a) Os produtos X e Y podem ser considerados produtos substitutos se um deles
puder ser consumido no lugar do outro.
b) O mercado competitivo pressupõe a existência de um grande número de
compradores que não podem influenciar o preço individualmente.
c) O aumento do preço de um bem complementar ao produto X tende a reduzir
a demanda pelo produto X.
d) Um aumento da demanda do produto Y, considerando que sua oferta
permaneça constante, tende a aumentar o seu preço.
e) Um bem inferior é aquele cuja demanda tende a reduzir com o aumento do
nível de renda da população.
10. CESGRANRIO/2007/BNDES – Economia
O gráfico abaixo mostra, em linhas cheias, as curvas da demanda e da oferta
no mercado de maçãs.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
61
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Considere que maçãs e pêras são bens substitutos para os consumidores. Se o
preço da pêra aumentar e nenhum outro determinante da demanda e da oferta
de maçãs se alterar, pode-se afirmar que
a)
a curva de demanda por maçãs se deslocará para uma posição como AB.
b)
a curva de oferta de maçãs se deslocará para uma posição como CD.
c)
as duas curvas, de demanda e de oferta de maçãs, se deslocarão para
posições como AB e CD.
d)
o preço da maçã tenderá a diminuir.
e)
não haverá alteração no mercado de maçãs.
11. FGV/2015/TJ-BA – Analista Judiciário Economia
Os termos S e D se referem, respectivamente, às curvas de oferta e demanda
atuais por gasolina no Brasil.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
62
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Considerando o gráfico 1, a situação que ilustra o que pode ter ocorrido com a
curva da demanda é:
a) redução do preço do gás (bem substituto da gasolina);
b) queda da renda dos consumidores;
c) expectativa pelos consumidores de queda do preço da gasolina em poucos
meses;
d) aumento do imposto sobre carros movidos à gasolina (bem complementar à
gasolina);
e) aumento do número de imigrantes estrangeiros que residem no país.
12. FGV/2015/TJ-BA – Analista Judiciário Economia
Os termos S e D se referem, respectivamente, às curvas de oferta e demanda
atuais por gasolina no Brasil.
Considerando o gráfico 1, a situação que ilustra o que pode ter ocorrido com a
curva de oferta é:
a) expectativa pelos vendedores de queda do preço da gasolina nos próximos
meses devido a uma recessão mundial;
b) aumento no preço do petróleo cru (insumo para a produção de gasolina) no
mercado internacional;
c) imposição de restrições pelo governo no uso de tecnologia poluente no refino
da gasolina;
d) aumento do tributo cobrado sobre o preço da gasolina comercializada com o
consumidor final;
e) aumento das barreiras sobre a vinda de empresas estrangeiras para
construção de postos de gasolina.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
63
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
13. CESPE/2012/ANAC – Analista
No que diz respeito à oferta do produtor, julgue os itens a seguir.
Ao contrário da curva de demanda, a curva de oferta mostra uma relação entre
os preços e o desejo de produzir bens e serviços. Nesse caso, mantendo-se
outras variáveis constantes, o aumento no preço de mercado do bem tende a
elevar o lucro das empresas.
14. ESAF/2012/MDIC - Analista de Comércio Exterior
Com relação ao mecanismo de funcionamento de mercado é correto afirmar que
a) em se tratando de um bem normal, um aumento na renda dos consumidores
levará a uma redução na quantidade de equilíbrio desse bem.
b) a curva de demanda de um determinado bem desloca-se para a esquerda
quando o preço desse bem aumenta.
c) um aumento na renda dos consumidores induz uma redução nos preços de
equilíbrio dos bens inferiores.
d) todo bem de Giffen é um produto importado.
e) a posição da curva de oferta de um bem não depende dos preços dos
insumos empregados em sua produção.
15. CESPE/2013/ANS - Especialista
Com relação ao dilema econômico entre escassez e escolha, representado pela
curva de possibilidade de produção (CPP), e ao equilíbrio de mercado, resultado
da interação das curvas de oferta e demanda, julgue o item a seguir.
O surgimento de uma nova tecnologia que permita uma menor utilização de
insumos e que reduza os custos de produção deslocará a curva de oferta para a
esquerda.
16. CESGRANRIO/2012/Petrobrás Economista Júnior
O gráfico abaixo mostra as curvas de demanda e de oferta pelo bem X, vendido
em um mercado competitivo. O ponto E representa o equilíbrio inicial no
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
64
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
mercado. Os consumidores consideram o bem X normal, e o bem Y como
complementar a X.
Examinando o gráfico, se o preço de Y aumentar, no novo equilíbrio de mercado
de X, o (a)
a)
b)
c)
d)
e)
preço de X não se alterará.
preço de X será maior que R$ 5,00.
preço de X será menor que R$ 5,00.
quantidade vendida de X será maior que 50 unidades.
quantidade vendida de X não se alterará.
17. FCC/2014/Metrô SP - Economia
A “demanda individual” pode ser definida como
a) a quantidade de dada mercadoria adquirida por um consumidor individual.
b) as despesas em bens e serviços de consumo, investimento, despesas
governamentais e exportações, em dado período de tempo.
c) a quantidade de determinada mercadoria que efetivamente se realiza no
mercado.
d) a quantidade de um determinado bem ou serviço que se deseja consumir em
certo período de tempo.
e) a realização do desejo de compra de um consumidor.
18. CESPE/2012/Polícia Federal – Papiloscopista
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
65
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
A análise microeconômica estuda o comportamento individual dos agentes
econômicos e, por essa razão, constitui um sólido fundamento à análise dos
agregados econômicos. A esse respeito, julgue o item seguinte.
No Brasil, o crescimento da violência aumentou a procura por sistemas de
vigilância eletrônica, provocando um deslocamento ao longo da curva de
demanda por esses produtos.
19. CESPE/2012/Polícia Federal – Papiloscopista
A análise microeconômica estuda o comportamento individual dos agentes
econômicos e, por essa razão, constitui um sólido fundamento à análise dos
agregados econômicos. A esse respeito, julgue o item seguinte.
Os riscos, em termos de saúde, ocasionados pela febre aftosa em parte do
rebanho brasileiro, além de desencorajarem o consumo de carne bovina,
contribuem, também, para reduzir a demanda por outras fontes de proteínas,
como frango e peixe.
20. CESPE/2008/MDIC – Analista de Comércio Exterior (adaptada)
A análise microeconômica estuda o comportamento individual dos agentes
econômicos e, por essa razão, constitui um fundamento sólido à análise
macroeconômica. A esse respeito, julgue o item que se segue.
No mercado de imóveis de determinada cidade, se os agentes econômicos
acreditarem que, no futuro, os preços dos imóveis subirão em razão da
escassez de terrenos urbanos, a curva de demanda se deslocará para a direita.
21. CESPE/2010/Aneel – Especialista em Regulação
Com relação aos conceitos e às aplicações do equilíbrio parcial e geral e às
estruturas de mercado e suas falhas, julgue o item subsequente.
O mercado de um bem é considerado em equilíbrio quando a quantidade que os
consumidores estiverem dispostos a adquirir a determinado preço coincidir com
a quantidade que os produtores estiverem dispostos a vender a esse mesmo
preço. O preço de equilíbrio será aquele em que a oferta e a demanda são
iguais.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
66
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
22. CESPE/2012/Anac – Especialista em Regulação
Julgue o item a seguir, acerca do equilíbrio do consumidor, dos efeitos preço,
renda e substituição, da elasticidade da demanda ou procura, dos fatores de
produção e da elasticidade da oferta.
O preço de equilíbrio ocorre se demanda e oferta são iguais, de forma que cada
comprador disposto a pagar o preço encontre um vendedor disposto a vender
ao mesmo preço.
23. CESPE/2012/Anac – Analista (adaptada)
Com relação à demanda do consumidor, julgue o item subsequente.
A demanda por um bem é influenciada por uma série de variáveis, como preço
e preferências, por exemplo, portanto, as mudanças nessas variáveis implicam
o deslocamento da curva de demanda para a direita ou para a esquerda,
segundo o tipo de efeito observado.
24. CESPE/2012/Anac – Analista
No que diz respeito à oferta do produtor, julgue o item a seguir.
A expectativa de elevação futura do preço de certo bem ou serviço pode
implicar a redução da oferta desse bem no presente e, assim, deslocar a curva
de oferta.
25. FGV/2015/TCM SP – Agente Fiscal Economia
Suponha que o mercado de chocolate do país Abust se encontre em equilíbrio
E0= (Q0, P0) ilustrado no gráfico abaixo.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
67
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
Considere, agora, que haja um choque no mercado de açúcar (insumo para a
fabricação das barras de chocolate) que eleve seus preços. O novo equilíbrio E1
= (Q1, P1) no mercado de chocolates será dado por:
a)
b)
c)
d)
e)
Q1
Q1
Q1
Q1
Q1
>
<
<
>
=
Q0
Q0
Q0
Q0
Q0
e
e
e
e
e
P1
P1
P1
P1
P1
>
>
<
<
=
P0;
P0;
P0;
P0;
P0.
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
68
Economia – Teoria e Questões Comentadas - Regular
Aula 00 (Demonstrativa)
Prof. Celso Natale
1
2
3
4
5
B
C
E
A
A
6
7
8
9
10
C
C
C
B
A
11
12
13
14
15
E
A
C
C
E
16
17
18
19
20
C
D
E
E
C
21
22
23
24
25
C
C
E
C
B
www.pontodosconcursos.com.br | Prof. Celso Natale
69
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards