Análise físico-química e microbiologia de plantas medicinais

Propaganda
Revista de Trabalhos Acadêmicos da FAM: TCC 2015 / V.1, N.1 - NOV, 2016
SAÚDE
Análise físico-química e microbiologia de plantas medicinais
Autoras
Eliane Prieto Ormandes
Elisângela de Souza
Para ler o TCC na íntegra, clique aqui
Orientador
Msc. Alik Teixeira Fernandes dos Santos
Coorientadora
Drª. Leila Aidar Ugrinovich
Resumo
Uso de plantas medicinais com fins terapêuticos é uma prática tradicional no Brasil. O
comércio geralmente ocorre em feiras livres e mercados, facilitando a exposição destas
plantas a condições inadequadas. Para garantir qualidade das plantas e saúde do
consumidor é preciso obedecer às especificações pertinentes. O objetivo deste trabalho
foi avaliar a qualidade de plantas medicinais comercializadas nestes estabelecimentos,
nos municípios de Americana/SP e Santa Bárbara d’Oeste/SP. As seguintes espécies
foram selecionadas para análises físico química e microbiológica: Cassia acutifólia (Sene),
Stryphnodendron barbatiman (Barbatimão), Peumus boldus (Boldo do Chile) e Maytenu
silicifolia (Espinheira Santa). Determinação do teor de cinzas totais e perda por dessecação
indicaram alteração em pelo menos um parâmetro avaliado. Impurezas inorgânicas
acima do estabelecido podem ser explicadas pela falta de higienização adequada após
o processo de coleta. Teor de umidade acima do permitido após o processo de secagem
pode contribuir para degradação dos constituintes químicos e crescimento de fungos e
bactérias. Constituintes químicos das plantas apresentaram resultados positivos. A análise
microbiológica antes do infuso apresentou maior número de microrganismos do que
após infusão, onde foram encontrados valores reduzidos de bactérias Gram+ e fungos,
devido maior resistência a temperaturas elevadas por esses microrganismos. O estudo
conclui que nem todas as amostras estavam em condições adequadas para o consumo,
indicando que o manuseio e armazenamento dessas plantas estão inadequados para a
comercialização. É necessário que haja maior fiscalização, bem como o conhecimento e
conscientização dos manipuladores, garantindo qualidade, segurança e eficácia perante o
uso das plantas medicinais.
Palavras-chaves:
plantas medicinais; mercados e feiras livres; qualidade
41
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Criar flashcards