CÉLULAS: CITOPLASMA E ORGANELAS

Propaganda
BIOLOGIA - 3o ANO
MÓDULO 06
CÉLULAS: CITOPLASMA
E ORGANELAS
partículas
sólidas
Lisossomos
Clasmocitose
vacúolo
digestivo
Fagossomo
Esquema de uma célula realizando digestão
vacúolo
residual
centríolos
nucléolo
Áster
Fuso
Ribossomo
RNA-m
Polirribossomos
Núcleo
Parede celular
Citoplasma
Vacúolo
Tonoplasto
célula jovem
célula adulta
Esquema de corte de mitocôndria, visto ao microscópio eletrônico
Matriz
mitocondrial
Crista mitocondrial
partículas
elementos
Membrana externa
Matriz mitocondrial
Membrana externa
Membrana interna
Crista mitocondrial
Célula de vegetal superior
filamentos de algas verdes
mostrando cloroplastos
núcleo
Grão de
amido
Grana
Cloroplasto
Membrana Plastidial externa
Lamela
Estroma
Granum
Granum
Granum
Lamela
Membrana Plastidial interna
Grana
Como pode cair no enem
(UFF) As células animais, vegetais e bacterianas apresentam diferenças estruturais relacionadas
às suas características fisiológicas.
A tabela abaixo mostra a presença ou ausência de algumas dessas estruturas.
Estruturas
Células
animal
vegetal
bacteriana
Centríolos
+
-
-
Citoplasma
+
+
+
Membrana citoplasmática
+
+
+
Núcleo
+
+
-
Parece celular
-
+
+
Plastos
-
+
-
Legenda: (+) presente (-) ausente
Analisando as informações apresentadas, é correto afirmar que:
a) tanto os vegetais quanto as bactérias são autótrofos devido à presença da parede celular.
b) o citoplasma de todas as células são iguais.
c) as bactérias não possuem cromossomos por não possuírem núcleo.
d) a célula animal é a única que realiza divisão celular com fuso mitótico com centríolos nas
suas extremidades.
e) todos os plastos estão envolvidos na fotossíntese.
Fixação
1) O Retículo Endoplasmático possibilita a:
a) respiração anaeróbica;
b) troca de material entre a célula e o meio;
c) fermentação das bactérias;
d) reprodução dos procariontes;
e) segregação de enzimas.
Fixação
2) (CESGRANRIO) Tendo sua origem na fase de maturação do Complexo de Golgi, os lisossomos
são corpúsculos citoplasmáticos arredondados, pequenos, que possuem grande quantidade de
proteínas no seu interior. Assim, podemos afirmar que os lisossomos estão ligados à função de:
a) digestão intracelular.
b) síntese de proteínas.
c) complexo de lipídios.
d) coagulação sanguínea.
e) reserva de glicogênio.
Fixação
3) A figura abaixo é um esquema de uma organela celular. Indentifique-a.
a) Complexo de Golgi.
b) Centríolo.
c) Ribossomo.
d) Mitocôndrias.
Fixação
4) (UFF) Observe as três organelas indicadas na figura:
F
5
m
d
a
b
c
d
e
Assinale a opção que, relativamente a cada uma dessas organelas, apresenta sua identificação seguida de uma de suas funções.
a) 1 - retículo endoplasmático liso - síntese de lipídios; 2 - retículo endoplasmático rugoso - pode
controlar a concentração de cálcio citoplasmático; 3 - complexo de Golgi - secreção celular.
b) 1 - complexo de Golgi - síntese de proteínas; 2 - retículo endoplasmático rugoso - secreção
celular; 3 - retículo endoplasmático liso - transporte de substâncias.
c) 1 - complexo de Golgi - origem dos lisossomos; 2 - retículo endoplasmático liso - pode controlar
a concentração de cálcio citoplasmático; 3 - retículo endoplasmático rugoso - síntese de proteínas.
d) 1 - complexo de Golgi - secreção celular; 2 - retículo endoplasmático liso - síntese de proteínas; 3 - retículo endoplasmático rugoso - síntese de lipídios.
e) 1 - retículo endoplasmático liso - pode controlar a concentração de cálcio citoplasmático; 2 retículo endoplasmático rugoso - síntese de proteínas; 3 - complexo de Golgi - secreção celular.
Fixação
5) A água oxigenada (H2O2) espuma quando lançada sobre tecidos lesados, pois libera oxigênio
molecular. Isso comprova a presença de certa enzima desprendida no meio pelas células
destruídas. A enzima e os seus orgânulos acumuladores são, respectivamente:
a) desidrogenase e lisossomos;
b) peroxidase e lisossomos,
c) catalase e peroxissomos;
d) descarboxilase e microssomos;
e) catalase e microtúbulos.
-
e
-
.
Fixação
F
6) Durante a metamorfose do girino, sua cauda regride. Esse fenômeno é conhecido como: 7
c
a) glicólise;
d) autólise;
b) eletrólise;
e) normatólise.
c) fotólise;
e
c
a
b
Fixação
7) (UERJ) No esquema a seguir, os compartimentos e as membranas mitocondriais estão
codificados pelos números 1, 2, 3 e 4.
Considere os seguintes componentes do metabolismo energético: citocromos, ATP sintase
e enzimas do ciclo de Krebs. Estes componentes estão situados nas estruturas mitocondriais
codificadas, respectivamente, pelos números:
a) 1, 2 e 4c) 4, 2 e 1
b) 3, 3 e 2d) 4, 4 e 1
Fixação
F
8) (UFF) Moléculas marcadas com isótopos radioativos podem ser utilizadas para o estudo de9
quase todos os processos vitais das células eucariontes. Considere a situação em que célulasd
pancreáticas tenham sido expostas a aminoácidos marcados redioativamente. Nesse caso, osm
ribossomos e o retículo endoplasmático rugoso (RER) foram as primeiras organelas a apresentar
radioatividade. Minutos depois, essa radioatividade pode ser detectada no complexo de Golgi.
a
Explique a presença da radioatividade nas diferentes organelas celulares mencionadas e
o principal destino das proteínas que foram sintetizadas a partir dos aminoácidos marcados.
Fixação
9) Sabe-se que as membranas celulares podem possuir especializações que conferem propriedades importantes aos tecidos. Dentre essas especializações, algumas são estruturalmente
mantidas por componentes do citoesqueleto.
r
. Ao se tratar de células do epitélio intestinal com substâncias inibidoras da polimeralização de
actina, verificou-se a redução da taxa de absorção de nutrientes.
Explique por que ocorreu a diminuição da absorção intestinal de nutrientes.
Fixação
F
10) Sabemos que o citoesqueleto forma um arcabouço interno de sustentação das células. A1
análise da capacidade de resistência à distensão dos microtúbulos, dos filamentos intermediáriosc
e dos filamentos de actina presentes nesse arcabouço nos permite chegar aos resultadose
mostrados no gráfico a seguir.
a
deformação
legenda
ponto de ruptura
Microtúbulos
filamento
intermediário
filamento
de actina
força de formação
Com base nos dados apresentados e no conhecimento da características morfofuncionais
do citoesqueleto, cite:
a) o componente que apresenta maior resistência ao estresse mecânico e a consequência que
a sua ruptura traz para a célula;
b) a localização e a função dos filamentos de actina nas miofibrilas das fibras musculares
estriadas.
Fixação
A11) (FUVEST) O esquema representa uma célula secretora de enzimas em que duas estruturas
citoplasmáticas estão indicadas por letras (A e B). Aminoácidos radioativos incorporados por
essa célula concentram-se inicialmente na região A. Após algum tempo, a radioatividade passa
a se concentrar na região B e, pouco mais tarde, pode ser detectada fora da célula.
e
Fixação
F
12) (UERJ) É possível marcar determinadas proteínas com
um isótopo radioativo, a fim de rastrear sua passagem
através da célula, desde a síntese até a excreção.
O gráfico ilustra o rastreamento da passagem de uma
proteína marcada radioativamente por três compartimentos
celulares.
1
s
O
d
Indique a sequência do percurso seguido por essa proteína através dos três compartimentos
celulares citados e a função de cada um dos compartimentos durante o percurso.
a) Explique, em termos funcionais, a concentração inicial de aminoácidos radioativos na estrutura celular A.
b) Como se explica a detecção da radioatividade na estrutura B e, em seguida, fora da célula?
Fixação
13) (UNICAMP) Uma droga qualquer de efeito tóxico (fenobarbital, por exemplo, que é um
sedativo usado como medicamento) foi fornecida a ratos adultos por cinco dias consecutivos.
O retículo endoplasmático (RE) de hepatócitos (células de fígado), analisado durante doze
dias, apresentou os seguintes resultados.
s
-
?
Superfície da RE
(m2/ 100g de tecidos)
40
30
20
dias de
tratamento
10
1
2
3
4
dias de
tratamento
5
6
7
8
9
10
dias após o
tratamento
Que sugerem os resultados obtidos? Por quê?
11
12
Proposto
1)
A silicose é uma doença muito comum em trabalhadores que lidam com amianto. Um dos
componentes do amianto é a sílica, uma substância inorgânica que forma minúsculos cristais que
podem se acumular nos pulmões. As células dos alvéolos pulmonares afetadas por esses cristais
acabam sofrendo autólise.
Essa doença está relacionada com organoides citoplasmáticos denominados:
a) plastos
b) lisossomos.
c) dictiossomos.
d) mitocôndrias.
e) centríolos.
Proposto
2) (UNIRIO) A estreptomicina e o cloranfenicol são antibióticos bastante utilizados na prática
médica, sendo capazes de inibir a síntese de proteínas em procariontes sem agir nas células
eucariontes, razão pela qual são eficientes. De acordo com o descrito, pode-se garantir que
esses antibióticos atuam sobre:
a) os ribossomos.
b) as mitocôndrias.
c) os lisossomos.
d) o aparelho de Golgi.
e) a membrana celular.
Proposto
3) (UFF) O acúmulo de metais pesados no solo, como o cádmio, o zinco e o chumbo, resultante de atividades industriais, tem grande impacto na biota desses locais. Apesar de serem
requeridos em pequenas quantidades pelos organismos vivos, o excesso desses metais é
tóxico para a maioria das espécies e compromete sua sobrevivência.
Algumas espécies de plantas são capazes de crescer em solos que contêm grandes
quantidades desses metais. Nas células dessas plantas, podem ser encontrados diferentes
mecanismos para a resistência a esses metais, como a imobilização por polissacarídeos, a
exemplo da pectina, e a formação de complexos com ácidos orgânicos no interior da organela
que ocupa o maior volume da célula desenvolvida.
Os locais, na célula vegetal onde ocorrem os mecanismos citados, são, respectivamente:
a) membrana plasmática e cloroplastos.
b) parede celular e vacúolo.
c) microtúbulo e lisossomo.
d) parede celular e ribossomo.
e) membrana plasmática e vacúolo.
Proposto
superfíce da
organela W
-4) Algumas drogas como, por exemplo, o Benzopireno, só se tornam carciogênicas após serem
metabolizadas no organismo, principalmente, pelas células hepáticas com o consequente
aumento da síntese das enzimas envolvidas neste processo.
Em uma experiência, células hepáticas foram cultivadas na presença de Benzopireno, e
analisou-se a variação da superfície da organela W, em função do tempo. Tal análise está
ilustrada a seguir:
0
Tempo
a) Assinale, nos parênteses correspondentes, toda alternativa que se refere ao que pode ter
ocorrido nas células hepáticas utilizadas na experiência mencionada.
I) ( ) A superfície do retículo endoplasmático apresentou variação;
II) ( ) Durante um certo tempo, o aumento da superfície da organela W evitou o efeito tóxico
da droga;
III)( ) As células hepáticas podem ter perdido o controle de sua divisão celular.
b) Explique cada escolha feita no item anterior.
Proposto
5) (UFRJ) Para investigar a dinâmica de biossíntese de uma proteína transportadora de glicose
com relação às várias organelas de uma célula, um pesquisador incubou as células em um
meio de cultura contendo um aminoácido marcado com carbono - 14 (radioativo).
Após um período de incubação, o pesquisador tomou amostras das células em cultura,
isolou as várias organelas e mediu a radioatividade de cada uma. As organelas analisadas
foram: núcleo, ribossomos, mitocôndrias e membrana plasmática.
a) Identifique a organela que, inicialmente, apresentou radioatividade mais alta. Justifique sua
resposta.
b) Ao final do período de incubação, qual organela apresentou radioatividade mais alta? Justifique
sua resposta.
Proposto
6) (UNIRIO)
O poder relativo de muitas forças fundamentais (a gravidade, por exemplo) varia, de maneira regular, com o tamanho, e os animais reagem alterando sistematicamente suas formas.
(...) a própria geometria do espaço é a principal razão para as correlações existentes
entre tamanho e forma. Por que isso é importante para os animais? (...) Galileu reconheceu
esse princípio em seu Discorsi, de 1638, a obra-prima que escreveu quando se achava em
prisão domiciliar por ordem da Inquisição. Ele argumentava que o osso de um animal de
grande porte precisa engrossar desproporcionalmente para prover a mesma força relativa
que os ossos delgados de uma criatura pequena.
(Stephen Jay Gould.Tamanho e forma.)
Nas mesmas bases do que ocorre em organismos e suas estruturas corporais, podemos
observar a busca da harmonia entre forma, tamanho e função também no microcosmo da
citologia. Observando os critérios de origem e função, podemos identificar, claramente, como
estruturas análogas:
a) cloroplastos em células vegetais e mitocôndrias em células animais.
b) microvilosidades do epitélio intestinal e cristas mitocondriais.
c) glóbulos brancos e glóbulos vermelhos do sangue;
d) lisossomos e vacúolos digestivos.
e) retículo endoplasmático rugoso e aparelho de Golgi.
Proposto
7) (UFF) Até a metade do século passado, só era possível observar células ao microscópio
óptico. Com a evolução da tecnologia, novos aparelhos passaram a ser empregados no estudo da célula. Hoje em dia, são utilizados microscópios informatizados e com programas, que
permitem o processamento de imagens obtidas como as representadas nas figuras a seguir:
mitocôndrea
lisossomo
peroxissoma
aparelho
de Golgi
envelope
nuclear
vesícula
I
retículo
endoplasmático
II
Na figura I, várias organelas foram identificadas e evidenciadas por diferentes cores. Após a
remoção de todas as organelas delimitadas por membranas da figura I, restou a região de cor
escura (figura II).
Assinale a alternativa que identifica a região escura e duas estruturas celulares encontradas
nessa região.
a) hialoplasma - microtúbulos e cariomembrana.
b) citoplasma - centríolo e desmossomo.
c) citosol - ribossomo e microtúbulo.
d) citoplasma - corpúsculo basal e endossomo.
e) citosol - microtúbulo e vacúolo.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards