matéria

Propaganda
Legenda/foto: O tratamento para reumatismo é oferecido no Sistema Único de
Saúde
Reumatismo atinge 20% da população acima dos 40
Com tratamento adequado, é possível amenizar as dores
nas articulações, provocadas pela doença
Sentir dor é sempre desagradável e incomoda qualquer um, não importa em
que parte do corpo isso aconteça. Quando essa sensação atinge as articulações,
o incômodo pode ser ainda maior, pois geralmente leva à limitação dos
movimentos. Todas as enfermidades que afetam o sistema articular e ósseo de
uma pessoa são conhecidas popularmente como reumatismo – termo genérico
que engloba quase 120 doenças diferentes. A mais freqüente delas é a artrose. As
doenças reumáticas são a terceira causa de procura pelos serviços públicos de
saúde. Mesmo sem cura, o tratamento adequado pode minimizar as fortes dores
nas articulações.
A coordenadora da Saúde do Idoso do Ministério da Saúde, Neidil Espínola
da Costa, explica que as doenças articulares atingem especialmente os idosos.
Isso ocorre porque à medida que as pessoas envelhecem, as articulações sofrem
um processo de desgaste fisiológico natural. Junto com esse envelhecimento, há
perda de massa óssea e diminuição da musculatura, próprias da idade.
Geralmente, os problemas nas articulações provocam dor, deformação e limitação
dos movimentos.
A artrose, um dos problemas mais comuns do sistema articular, é a
degeneração progressiva dos tecidos que compõem as articulações. Essa doença
pode atingir qualquer articulação, sendo mais freqüente naquelas que suportam
mais peso, como, por exemplo, os joelhos e o quadril. Outra parte do corpo
bastante afetada pela artrose, principalmente em mulheres, são as mãos.
Segundo Neidil, o tratamento da doença é sintomático, para reduzir a dor e
melhorar a rigidez das articulações. “Mesmo não tendo cura, não se deve pensar
que nada pode ser feito em relação aos problemas articulares. Existem várias
formas de reduzir seus sintomas e até de prevenir a doença”, destaca Neidil. Para
tanto, deve-se fazer atividades físicas, manter o peso adequado e uma
alimentação saudável.
Tratamento – A artrose e os outros tipos de reumatismo têm um forte componente
genético em seu desenvolvimento. Entre as formas de retardar o desenvolvimento
dessas doenças, a diminuição do peso é uma das mais importantes. “Quanto mais
peso a pessoa tiver, mais sobrecarrega as articulações e maior é o risco de
agravar a lesão”, afirma Neidil.
A prática de atividades físicas é vista como uma importante forma de
tratamento. São indicados os exercícios praticados na água, como hidroginástica,
e caminhadas leves. Devem-se evitar os exercícios de impacto sobre as
articulações, como corridas, halterofilismo, musculação e futebol.
A correção da postura, o acompanhamento fisioterápico e o uso de sapatos
mais confortáveis também são indicados. Em relação às mãos, é necessário evitar
as atividades repetitivas e manter a postura adequada ao digitar. “É bom evitar
atividades prolongadas no computador, buscando sempre intervalos freqüentes e
o alongamento das mãos”, observa Neidil.
Outras dicas para não ter problemas de articulação nas mãos são adotar o
uso de canetas mais grossas e não ficar muito tempo seguido em atividades
artesanais como o tricô e o crochê. É preciso fazer intervalos regulares em curtos
espaços de tempo para depois recomeçar. O esforço repetitivo e intenso pode
prejudicar a articulação do punho.
Dados das sociedades de Geriatria e de Reumatologia estimam que o
reumatismo atinja cerca de 20% da população acima de 40 anos. Acredita-se que
todas as pessoas que chegarem aos 90 anos de idade terão algum grau de
comprometimento osteoarticular, mas não necessariamente apresentarão os
sintomas da doença.
Pacientes contam com tratamento na rede do SUS
O Sistema Único de Saúde (SUS) conta atualmente com 123 núcleos de
reabilitação
espalhados
pelo
país.
Esses
núcleos
oferecem
tratamento
especializado de fisioterapia, terapia ocupacional e outros tipos de atendimento
para a população em geral, inclusive para os pacientes vítimas de doenças nas
articulações. O SUS também fornece para os portadores de reumatismo
medicamentos para alívio dos sintomas. Esses medicamentos são fornecidos com
indicação médica e dependem do caso e do agravamento da doença.
“É importante que a população não considere a dor do idoso algo normal da
idade; dor não é uma situação natural, qualquer que seja a idade e, portanto, a
pessoa acometida de dor deve ser tratada”, destaca a coordenadora da Saúde do
Idoso do Ministério da Saúde, Neidil Espínola da Costa.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards