- SBEnBio

Propaganda
EIXO TEMÁTICO 8: Educação em Ciências e Biologia em espaços não escolares e
Divulgação Científica
MODALIDADE: Ateliê de Criação – AC.01
A BELEZA MORTAL DOS VÍRUS: Visualizando e Construindo Modelo de Vírus em
um ambiente de educação não formal: o Museu da Vida, Fiocruz.
Paulo Henrique Colonese, Fiocruz-COC-Museu da Vida, [email protected]
Alessandra Moreira Pacheco de Moraes, Fiocruz-COC-Museu da Vida, [email protected]
Ismael David de Paulo, Fiocruz-COC-Museu da Vida, [email protected]
RESUMO
O Museu da Vida é um Departamento da Casa de Oswaldo Cruz, unidade da Fundação
Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, atuante na Educação não formal em Saúde e Ciências que
possui como objetivo “informar e educar em ciência, saúde e tecnologia de forma lúdica e
criativa, através de exposições permanentes, atividades interativas, multimídias, teatro, vídeo
e laboratórios” (Museu da Vida).
O Museu é composto por diversos espaços no campus de Manguinhos: Ciência em
Cena, Passado e Presente, Parque da Ciência, Biodescoberta e Centro de Recepção.
O Serviço de Visitação e Acolhimento do Visitante (SVAP) possui uma equipe de
profissionais orientadores e outra de bolsistas que desenvolvem dinâmicas e oficinas para o
público visitante. Apresentaremos neste trabalho, a oficina “A Beleza Mortal dos Vírus”,
desenvolvida por bolsistas do espaço Ciência em Cena com o foco na interface entre os
campos estéticos e científicos (Arte e Ciência).
A oficina, integrante do Projeto Ateliê Ciência e Arte (ACA) propõe como aventura de
conhecimento: os processos que levaram à descoberta, visualização e compreensão dos vírus.
Deste modo, pretende discutir de modo amplo as novas reflexões que as estruturas virais
trouxeram à questão do que é “Vida” com um olhar ou dimensão não mais microscópicos e
sim, nanoscópicos desta questão.
A oficina inicia com uma apresentação com um panorama histórico sobre as
informações e avanços tecnológicos que permitiram (1) construir a hipótese da existência de
vírus e (2) a visualização destas estruturas desde a micrografia às modelagens computacionais
contemporâneas. Nesta etapa, pode-se incluir a apresentação da animação Pasteur, com foco
nos processos e metodologias desenvolvidas por Pasteur para compreender os modos de
transmissão de algumas doenças, dependendo da faixa etária dos visitantes. Para visitantes do
Ensino Médio, tem-se a opção de exibir o filme “The inner life of the cell” que apresenta o
interior de uma célula – glóbulo branco – numa escala nanoscópica ou molecular de suas
organelas em toda a sua dinâmica.
Em seguida, a aventura continua investigando algumas das características geométricas
dos vírus, em especial sua estrutura icosaédrica, construídas a partir das interações de
moléculas e proteínas.
Os visitantes, em seguida, são organizados em pequenos grupos – cada grupo
representando uma unidade de vida “contaminada”, com a missão de produzir um vírus da
Dengue. O vírus é construído com sessenta canudos flexíveis para compor a estrutura
icosaédrica do capsídeo. Ao completarem o capsídeo, cada grupo recebe impresso a sequência
genômica de um dos quatro vírus da Dengue.
Ao final da montagem, é apresentado um conjunto de micrografias, modelagens
científicas e representações artísticas de diversos vírus, com foco em sua diversidade.
E, para finalizar, voltamos à discussão inicial sobre o que é vida e, em particular,
como responder isto considerando estas novas estruturas. A ideia não é chegar a um resultado
final, mas perceber quais os parâmetros e argumentos que ajudarão a Ciência a dar uma nova
resposta a esta antiga questão.
Faz parte do projeto dos bolsistas do Programa de Formação de Mediadores do Museu
da Vida envolvidos na oficina, construir um cenário com icosaedros e a uma estrutura de
arame que representaria a membrana de uma célula para ambientação da oficina. E também
desenvolver e disponibilizar um Caderno de Orientações para a formação de estudantes e
educadores participantes e mediadores do museu.
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICAS
FUNDAÇÃO
OSWALDO
CRUZ,
Museu
da
Vida.
Disponível
em:
<http://www.museudavida.fiocruz.br/>. Acesso em: 21 jan, 2015
LIBERTO, M. I. M.; CABRAL, M. C.; LINS, U. G. C. Microbiologia. V 1 e 2. Rio de
Janeiro, Fundação CEDERJ, 2010.
VIEL, A; Lue, R. A. The inner life of the cell. (Filme-Vídeo). Animação John Liebler.
Cambridge, Harvard University, 2006.
WOODS, R. Grandes personagens da história: Louis Pasteur e Alexander Gran Bell. V. 5
(Filme-Vídeo). Produção de gravadora Flashstar, 2005.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards