Pontos

Propaganda
UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA
FACULDADE DE ARTES, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS - FAFCS
Secretaria: 3239.4424 -Telefax: 3239.4422 - e.mail: [email protected]
Campus Santa Mônica –Bloco 1I - Sala 23
38.408-100 – Uberlândia - MG
CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS, PARA PREENCHIMENTO
DE VAGAS DE PROFESSOR DA CARREIRA DO MAGISTÉRIO SUPERIOR
DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA
ÁREA: TEATRO
SUB-ÁREA: PEDAGOGIA DO TEATRO
DATA DAS PROVAS: 26, 27 e 28 de outubro de 2009.
LOCAL: Saguão do Bloco 3M
HORÁRIO: 09 horas
EMENTA
O ensino de teatro na educação infantil, nos ensinos fundamental e médio, em projetos sociais, ONGs
e em comunidades. Características e atividades específicas do teatro no ensino formal e “espaços não
formais”.
PROGRAMA
Metodologias do ensino do Teatro: jogo teatral, jogo dramático na perspectiva de J. P. Ryngaert, o
drama como método de ensino. A improvisação teatral. Teatro e comunidade: perspectivas e
metodologias. A pedagogia do espectador. As práticas de montagem e o processo colaborativo em
espaços formais e não formais de ensino.
BIBLIOGRAFIA
BOAL, Augusto. O Teatro do oprimido. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1970.
CABRAL, Beatriz. Drama como método de ensino. SP: Hucitec, 2006.
CHACRA, Sandra. Natureza e sentido da improvisação teatral. São Paulo: Perspectiva, 1983.
COURTNEY, Richard. Jogo, teatro e pensamento. São Paulo : Perspectiva, 1980.
DESGRANGES, Flávio. Pedagogia do Teatro: provocação e dialogismo. SP: Hucitec, 2006.
_______. A pedagogia do espectador. SP: Hucitec, 2003.
FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981. 9a. edição
ICLE, Gilberto. Teatro e construção do conhecimento. Porto Alegre: Mercado Aberto, 2002.
Página 1 de 6
JAPIASSU, Ricardo. Metodologia do Ensino do Teatro. Campinas: Papirus, 2001. 3a. edição.
JAPIASSU, Ricardo. A linguagem teatral na escola. Campinas: Papirus, 2007.
KOUDELA, Ingrid D. Jogos teatrais. São Paulo: Perspectiva. 1984.
________________. Texto e jogo. São Paulo: Perspectiva-Fapesp. 1996.
LARROSA, Jorge. Pedagogia Profana. Danças, piruetas e mascaradas. Belo Horizonte: Autêntica,
2003.
NOGUEIRA, Márcia Pompeo. Teatro com meninos e meninas de rua. São Paulo: Perspectiva, 2008.
MACHADO, Irley; TELLES, Narciso; MERISIO, Paulo & MEIRA, Renata B. (orgs).
Teatro: ensino, teoria e prática. Uberlândia: EDUFU, 2004.
MARTINS, Marcos Bulhões. Encenação em jogo. São Paulo: Hucitec, 2004.
PUPO, Maria Lúcia de S.B. Entre o Mediterrâneo e o Atlântico. Uma aventura teatral. São Paulo:
Perspectiva, 2005.
RYNGAERT, Jean Pierre. Jogar, representar. São Paulo: Cosac e Naif, 2009.
ROUBINE, J. J. A linguagem da encenação teatral. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1982.
SPOLIN,Viola. Improvisação para o teatro. São Paulo: Perspectiva, 1979.
__________. O jogo teatral no livro do diretor. São Paulo: Perspectiva, 1999.
________. Jogos Teatrais na sala de aula. SP: Perspectiva, 2007.
SANTANA, Arão Paranaguá. Teatro e Formação de Professores. São Luís: EDUFMA, 2000.
SANTOS, Vera Bertoni dos. Brincadeira e conhecimento. Porto Alegre: Mediação, 2002.
TELLES, Narciso. Pedagogia do teatro e o teatro de rua. Porto Alegre: Mediação, 2008.
SISTEMÁTICA DAS PROVAS DO CONCURSO
O concurso consistirá de Prova Escrita, Prova Didática e Apreciação de Títulos.
Valor de cada prova: 100 pontos.
TIPO DE PROVAS:
PROVA ESCRITA
Será sorteado um ponto do programa, com uma antecedência de 2 horas para propiciar ao
candidato a consulta bibliográfica. A prova terá duração máxima de quatro horas.
PROVA DIDÁTICA
A prova didática será pública com duração mínima de 40 minutos e máxima de 50 minutos
acerca de um tema constante do programa e sorteado com 24 horas de antecedência.
AVALIAÇÃO DO CURRÍCULO
Página 2 de 6
CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
Prova Escrita:
1. adequação do texto ao ponto sorteado - grau de correspondência do que foi sorteado ao
que foi respondido
2. domínio do tema pelo candidato
3. adequação da literatura de referência
4. clareza do texto, coerência, organização das idéias, articulando teoria e prática.
5. posicionamento crítico com relação ao tema
Prova Didática:
1. entrega do plano de aula para banca ( três cópias )
2. adequação da exposição ao ponto sorteado
3. domínio do tema pelo candidato - clareza de exposição, coerência e organização das idéias e
das atividades práticas propostas.
4. recursos utilizados durante a prova didática
5. posicionamento crítico com relação ao tema sorteado
Apreciação de Títulos
A nota final da Apreciação de Títulos será composta pela somatória dos seguintes itens:
1. Títulos Acadêmicos
Entende-se por títulos acadêmicos os resultantes de programas regulares de graduação ou de
pós-graduação. Títulos devem ser obrigatoriamente comprovados e relacionados com a área do
concurso definida pelo edital No 031/2009 e edital retificado.
2. Atividades Didáticas e/ou Profissionais (máximo 10 pontos)
Serão pontuadas atividades didáticas e/ou profissionais realizadas nos últimos 5 anos em todos
os níveis, na área do concurso e em áreas afins, desde que devidamente comprovadas e com carga
horária especificada, de acordo com o Quadro II.
ATENÇÃO: Números de atividades deverão ser multiplicados pelos valores definidos. O
candidato com maior pontuação receberá 10 pontos. A pontuação dos demais candidatos será
calculada proporcionalmente.
Página 3 de 6
3. Produção Científica e/ou Artística (máximo 10 pontos)
Será pontuada a produção científica e/ou artística realizada nos últimos 5 anos em todos os
níveis, na área do concurso e em áreas afins, desde que devidamente comprovada, conforme Quadro
III.
ATENÇÃO: Números de atividades deverão ser multiplicados pelos valores definidos. O
candidato com maior pontuação receberá 10 pontos. A pontuação dos demais candidatos será
calculada proporcionalmente.
Quadro I - Titulação
Item
Doutorado em Artes/Teatro ou Áreas Afins (Humanidades)
Mestrado em Artes/Teatro ou Áreas Afins (Humanidades)
Pontos
80
75
Quadro II - Atividades Didáticas e/ou Profissionais (máximo 10 pontos)
Atividades Didáticas e/ou Profissionais
Pontuação
1. Docência no Ensino Superior: Graduação
10 pontos/ 60 horas/aula
2. Docência no Ensino Superior: Pós-graduação Stricto senso
10 pontos/ 60 horas/aula
3. Docência no Ensino Superior: Pós-graduação Lato senso
5 pontos/ 60 horas/aula
4. Docência no Ensino Médio e Fundamental
3 pontos/ 60 horas/aula
5. Orientação de Iniciação Científica (Monografia, TCC, PIBIC ou
equivalente)
5 pontos/ orientação
6. Orientação de Dissertação de Mestrado
8 pontos/ orientação
7. Orientação de Tese de Doutorado
10 pontos/ orientação
8. Outros (a critério da comissão julgadora)
máximo 20 pontos
Obs.: Serão consideradas apenas as orientações concluídas.
Quadro III - Produção Científica e/ou Artística (máximo 10 pontos)
Produção Científica e/ou Artística
1.
Artigos
publicados
em
periódicos
especializados com corpo editorial.
científicos
Pontuação
internacionais,
10 pontos/ artigo
Página 4 de 6
2. Artigos publicados em periódicos científicos nacionais, especializados
com corpo editorial.
3. Artigos publicados em periódicos sem corpo editorial
4. Comunicação em congressos científicos: resumos ou resumos
expandidos
8 pontos/ artigo
5 pontos/ artigo
1 ponto/ comunicação
5. Comunicação em congressos científicos: trabalhos completos
2 pontos/ comunicação
6 Publicação de livros na área
10 pontos/ publicação
7. . Publicação de capítulos de livros na área
4 pontos/ publicação
8 Traduções de livros, capítulos ou textos teatrais
9. Participação como Membro Titular de Banca de Defesa Projetos,
Monografias de Graduação e Pós-Graduação Lato senso
10. Participação como Membro Titular de Banca de Dissertação de
Mestrado
2 pontos/ tradução
1 ponto/ participação
2 pontos/ participação
11 Participação como Membro Titular de Banca de Tese de Doutorado
3 pontos/ participação
12. Participação como Membro Titular de Bancas de Concursos Públicos
5 pontos/ participação
13. Palestra ou mesa redonda em Congressos, Festivais ou em outros
eventos artísticos - científicos
14. Mini-cursos/ oficinas ministradas (mínimo 4 horas) em eventos
científicos ou outros
15. Prêmio por entidade artística e/ou científica pública ou privada
1 ponto/ participação
1,5 ponto/ minicurso/oficina
1 ponto/ premiação
16. Criação de peça teatral
2 pontos por peça escrita
17. Atuação em espetáculo teatral
2 pontos por espetáculo
18. Direção de espetáculo teatral
2 pontos por espetáculo
19. Criação de cenário/figurino/iluminação/sonoplastia
20. Criação/atuação em performance
21. Atuação em filme, vídeo ou áudio-visual artístico
22. Outros (a critério da comissão julgadora)
1 ponto por criação
1 ponto por criação
/atuação
2 pontos por atuação
máximo 20 pontos
Página 5 de 6
BANCA EXAMINADORA:
Prof. Dr. Narciso Larangeira Telles da Silva – UFU (Presidente)
Prof. Dr. Adilson Florentino da Silva – UNIRIO
Profa. Dra. Carminda Mendes André – UNESP
Suplentes:
Profa. Dra. Renata Bitencourt Meira – UFU
Profa Dra. Urânia Auxiliadora Santos Maia de Oliveira - UFG
Profa Dra. Vera Lúcia Bertoni dos Santos - UFRGS
Os candidatos serão informados do deferimento da inscrição a ser disponibilizado na página da
UFU em até 10 dias após o encerramento das inscrições.
Obs.: Sugerimos que, se possível, todos os comprovantes sejam encadernados em ordem,
conforme a tabela de pontuação. Os mesmos não necessitam ser autenticados em cartório.
As inscrições feitas pelos correios deverão obrigatoriamente ser enviadas por SEDEX valendo a data limite de postagem o
dia 30 de setembro de 2009.
As inscrições feitas pelos correios deverão ser enviadas por SEDEX para:
FACULDADE DE ARTES, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS - FAFCS
Avenida João Naves de Ávila, 2121
Campus Santa Mônica –Bloco 1i – Sala 23
Uberlândia – MG
CEP: 38.408-100
Página 6 de 6
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards