A casa do Visconde do Rio Seco – José Pessoa (UFF)
Estudo de sobrado que pertenceu ao nobre português Joaquim José de
Azevedo (1761 – 1835), Visconde com Grandeza de Rio Seco e primeiro Marquês de
Jundiaí (no Brasil), situado em uma das esquinas do antigo largo do Rossio. O edifício já
existia no início do século XIX, tendo sido reformado para atender ao gosto
neoclássico. Foi residência do barão do Rio Seco, até 1836, sede do elegante Clube
Fluminense em 1860. A mais duradoura função do velho palacete foi como sede da
Secretaria / Ministério da Justiça e Negócios do Interior desde o segundo reinado (1873)
até 1930.
A partir de 1934 passa a abrigar o Departamento de Trânsito, sucessivamente, do
Distrito Federal e dos Estados da Guanabara e do Rio de Janeiro. A construção atual
tem partido compato com três pavimentos de planta retangular desenvolvida em torno
de um pátio interno. Esta sendo recuperado como parte do programa Monumenta/BID Cultura.
Download

A casa do Visconde do Rio Seco – José Pessoa (UFF) Estudo de