ESCOLA ESTADUAL “DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA”
PLANO DE ESTUDOS INDEPENDENTES DE RECUPERAÇÃO
Resolução SEE nº 2.197 , 26 de outubro de 2012
ANO
PROFESSOR (a)
DISCIPLINA
2014
Getúlio
Sociologia
ALUNO (a)
SÉRIE
1º colegial
Aprofundar o conhecimento dos pré-requisitos orientados pelo CBC, capacitando o aluno
para prosseguir seus estudos no ensino médio.
1. OBJETIVO





2. CONTEUDOS A SEREM ESTUDADOS

A desnaturalização das definições de realidade implicadas
pelo senso comum.
Sociabilidade e socialização.
Contatos sociais.
Isolamento social.
Argumento durkheimiano sobre o caráter social da
divisão do trabalho.
Argumento weberiano sobre as características do
capitalismo moderno.
Roteiro de estudos independentes de sociologia
1.
a)
b)
c)
d)
2.
a)
b)
c)
d)
3.
a)
b)
c)
d)
4.
a)
b)
c)
d)
5.
a)
b)
c)
d)
6.
a)
A reflexão sistemática sobre a vida em sociedade e
sobre os grupos que a compõem começou a milhares
de anos. Hoje chamamos o estudo dessas reflexões de
mitologia – o estudo dos mitos. Nas sociedade antigas,
quais eram as principais funções dos mitos?
Contar histórias divertidas sobre deuses e heróis
apenas para divertir o povo em peças de teatro.
Aclamar o grande feito dos governantes da antiguidade.
Ensinar valores e normas de comportamento, bem
como explicar fenômenos naturais.
Eram frutos da livre imaginação dos povos antigos, e só
apresentavam valor artístico.
Na Grécia antiga alguns filósofos empreenderam
estudos sistemáticos da sociedade humana baseados
no pensamento lógico. Entre esses filósofos se destaca:
Heráclito.
Aristóteles.
Epicuro.
Anaxágoras.
Na idade média, a reflexão teórica sobre a sociedade se
deu entre pensadores da igreja católica. Os princípios
fundamentais que devem ser respeitados por todos os
seguidores dessa religião, e a respectiva contestação
desses princípios são chamados de:
Trindade e dogma.
Dogma e Heresia.
Heresia e dogma.
Doutrina e concílio.
Com o Renascimento, surgiram pensadores que
abordavam os fenômenos sociais de maneira mais
realista. Escreveram sobre a sociedade de sua época:
Maquiavel, autor de O Príncipe, Cervantes (Dom
Quixote), Thomas Hobbes (Leviatã). Assinale a
alternativa que melhor descreve o contexto histórico
do Renascimento.
Burguesia mercantil em ascensão. Forte crítica aos
valores e idéias medievais.
A nobreza ganhando cada vez mais poder. Manutenção
da ordem feudal.
Igreja católica mantendo poder centralizado na figura
do Papa. Figura enfraquecida do rei.
Nenhuma das alternativas anteriores.
Como vimos em nossos estudos, indivíduos criados fora
da convivência humana, em prolongado isolamento
social...
Mantêm as características inerentes ao ser humano,
inclusive a linguagem.
Estabelecem outras formas de comunicação e
cooperação, mas não prejudica a volta à vida social.
Dificilmente adotam hábitos humanos, pois há
necessidade de convivência com o grupo para que o
comportamento humano se manifeste e se desenvolva.
Adotam hábitos humanos, mantendo as mesmas
formas de comunicação, porém com muita dificuldade
de voltar à vida social.
A sociologia surgiu como ciência autônoma no século
XIX, depois que a física, a química, a biologia, entre
outras, já estavam estabelecidas. Foi com pensadores
como Karl Marx, Émile Durkheim e Max Weber que a
investigação dos fenômenos sociais ganhou um caráter
verdadeiramente científico. Assinale a alternativa
correta sobre o surgimento da sociologia.
Surgiu como necessidade de substituir totalmente
ciências como a geografia e a história nas explicações
sobre a sociedade.
b)
c)
d)
7.
a)
b)
c)
d)
A sociologia é uma ciência autônoma e não precisa de
apoio de outras como a psicologia, a geografia e a
história.
Sugiu para complementar outras ciências como a física
e a química.
A sociologia substituiu as explicações científicas que
eram puramente biológicas, geográficas e psicológicas;
e precisa de outras ciências para suas análises.
O sociólogo que criou o conceito de fato social foi:
August Comte.
Karl Marx.
Émile Durkheim.
Max Weber.
8.
O que são fatos sociais? Quais suas principais
características?
9. O que é sociabilidade e socialização?
10. Sobre o conceito de fato social, assinale a alternativa
incorreta:
a) A escola, a família, o Estado podem ser considerados
exemplos de fato social.
b) Os indivíduos se sentem pressionados a seguir o
comportamento ditado pelos fatos sociais.
c) O fato social é externo ao indivíduo, existe
independentemente de sua vontade.
d) O fato social não é comum a todos os membros do
grupo, sendo aceito apenas por algumas pessoas.
11. Em qual desses momentos históricos podemos
considerar fundamentais para o surgimento da
sociologia como ciência moderna – assim como a
estudamos nos dias atuais.
a) Na Grécia antiga, com diversas histórias sobre Deuses e
heróis.
b) Na Idade Média sobre a forte influência da igreja
católica.
c) No século XIX com as teorias de Auguste Comte, Émile
Durkheim, Max Weber, entre outros.
d) No Renascimento, com pensadores como Maquiavel,
Thomas Hobbes, Francis Bacon, entre outros.
12. Assinale a alternativa que melhor completa as lacunas no
texto abaixo:
“A_________, capacidade natural da espécie humana para
viver em sociedade, desenvolve-se pelo processo de
________. Por meio dela, o indivíduo se integra ao grupo em
que nasceu, assimilando o conjunto de
________características de seu grupo.
a) Solidariedade – caridade – valores.
b) Socialização – sociabilidade – crenças.
c) Sociabilidade – solidariedade – regras.
d) Sociabilidade – socialização – regras.
13. “Ele está na origem da vida em sociedade. É o primeiro
passo para que ocorra qualquer associação humana. Por
meio dele, as pessoas estabelecem relações sociais, criando
laços de identidade, formas de atuação e comportamento
que são a base da constituição dos grupos sociais e da
sociedade.” - Este texto se refere:
a) ao sistema jurídico.
b) aos contatos sociais.
c) ao sistema educacional.
d) aos costumes.
14. Existem dois tipos de contatos sociais: Primários e
Secundários. Analise as situações abaixo e marque nas
lacunas, “P” quando se referir a contatos primários, e “S”
para contatos secundários. Em seguida marque a alternativa
correspondente.
( ) O passageiro com o cobrador do ônibus para pagar a
passagem.
( ) As relações sociais na escola.
( ) O almoço de domingo com sua família.
( ) O vizinho que sempre conversa com você.
( ) O cliente com o caixa do banco para descontar um
cheque.
a) P, S, S, S, P.
b) P, S, S, P, P.
c) S, P, P, P, S.
d) S, P, P, S,S.
15. Assinale a alternativa que melhor descreve uma pessoa
que tem uma vida mais em contatos primários.
a) vive em geral em uma sociedade mais individualista.
b) vive em uma sociedade onde quase todas as pessoas se
conhecem e executam as mesmas atividades.
c) as relações familiares e de vizinhança são fracas.
d) o padrão de comportamento é bastante livre e
independente.
16. Assinale a alternativa que melhor descreve uma pessoa
que tem uma vida mais em contatos secundários.
a) estabelece um número amplo de contatos sociais, sendo a
maior parte impessoais e momentâneos.
b) vive em uma sociedade comunitária com forte base
emocional, pois as pessoas envolvidas compartilham suas
experiências individuais.
c) vive em uma sociedade onde se observa pouca mudança
no comportamento individual.
d) valoriza a ajuda aos outros membros da sociedade, uma
vez que dividem as mesmas crenças e valores.
d) próximas – relacionamento emocional – os conflitos – o
individualismo.
20. A respeito do contexto histórico de emergência da
Sociologia, marque a alternativa correta.
A) A Sociologia consolidou-se, disciplinarmente, em resposta
aos novos problemas e desafios desencadeados por
transformações sociais, políticas, econômicas e culturais,
cujos marcos históricos principais foram a Revolução
Industrial e a Revolução Francesa.
B) Um dos principais legados do Iluminismo foi a crítica
severa às concepções científicas da realidade social,
combinada com a reafirmação de princípios e interpretações
de cunho religioso.
C) A crescente legitimidade científica do saber sociológico,
produzido por autores como Auguste Comte e Émile
Durkheim, deveu-se à sua forte crítica ao Iluminismo.
D)
Herdeira
direta
das
transformações
sociais
desencadeadas pela Revolução Industrial e pela Revolução
Francesa, a Sociologia ignorou os métodos racionais de
investigação em favor do conhecimento produzido pelo
senso-comum.
E) A sociologia surgiu mediante a necessidade de se explicar
a sociedade as questões teológicas inerentes daquele
momento.
21. A Sociologia nasce sob a influência de duas Revoluções:
Leia e o texto abaixo para resolver as questões 8 e 9:
“A ausência de contatos caracteriza o isolamento social.
Existem mecanismos que reforçam esse isolamento. Entre
eles, estão atitudes de ordem social e atitudes de ordem
individual.”
17. Assinale a alternativa que se refere a uma atitude de
ordem social.
a) a timidez.
b) os vários tipos de preconceitos.
c) o individualismo.
d) a arrogância.
a Industrial e a Francesa. Que aspectos da Revolução
Industrial mais influenciaram a formulação de problemas e
conceitos pela Sociologia?
a) O sistema fabril, o conservadorismo, o individualismo e a
situação dos trabalhadores rurais.
b) O crescimento do radicalismo, a situação da classe
trabalhadora, a religiosidade popular e o
conservadorismo.
c) A situação da classe trabalhadora, a transformação da
propriedade, a cidade industrial, a tecnologia e o sistema
18. Agora assinale a alternativa que se refere a uma atitude
de ordem individual.
a) a desconfiança.
b) a perseguição a minorias.
c) o anti-semitismo.
d) nenhuma das alternativas.
fabril.
19. Assinale a alternativa que melhor completa as lacunas no
texto abaixo:
“Nos grandes centros urbanos, as relações humanas tendem a
ser mais __________, caracterizadas por um forte
___________, pois a proximidade física não significa
necessariamente proximidade afetiva. Essa falta de
afetividade reforça ___________ e estimula __________. Um
exemplo disso são as brigas frequentes no transito, muitas
delas com desfecho violento.”
a) próximas – relacionamento emocional – processo de
socialização – o individualismo.
b) fragmentadas – individualismo – a timidez – o isolamento
social.
c) fragmentadas – individualismo – o individualismo – os
conflitos.
racionalismo.
d) A religiosidade, as mudanças na família, o individualismo
e a transformação da propriedade.
e) O desenvolvimento da ciência, a situação da classe
trabalhadora, a religiosidade popular, a tradição e o
23. (UFUB) Assinale a alternativa correta: O surgimento da
Sociologia foi propiciado pela necessidade de:
a) Observar, medir e comprovar as regras que tornassem
possível, através da razão, prever os fenômenos sociais.
b) Manter uma estrutura de pensamento mítica para a
explicação do mundo.
c) Condicionar o indivíduo, através dos rituais, a agir e
pensar conforme os ensinamentos transmitidos pelos
deuses.
d) Considerar os fenômenos sociais como propriedade
exclusiva de forças transcendentais.
e) Manter a interpretação mágica da realidade como
c)com o desenvolvimento de uma religião mesclada com a
patrimônio de um restrito círculo sacerdotal.
ciência, como o catolicismo;
d) a condenação das teses protestantes por serem
24. Com o avanço do conhecimento, tornou-se necessária
consideradas meras manifestações místicas;
um divisão das ciências em diversas disciplinas, e para
e) a submissão da ciência à religião;
facilitar a sistematização dos estudos e pesquisas, a divisão
atualmente das ciências Sociais abrange as seguintes
29. Entre os novos valores burgueses que emergiam e se
disciplinas:
consolidavam posteriormente ao século XV, estava a idéia
a) Sociologia – Economia – Física – Antropologia
de lucro, que se contrapunha ao conceito de:
b) Sociologia – Política – Engenharia – Economia
a)salvação da alma pela riqueza;
c) Sociologia – Economia – Antropologia – Política
b)Justo preço;
d)Sociologia – Economia – Urbanismo - Matemática
c)Predestinação;
e) Sociologia – Política – Economia – Medicina
d)Paraíso, Purgatório e Inferno;
e)Salvação pela Fé.
25. Um
dos
aspectos
mais
representativos
do
Renascimento pode ser destacado no:
30. O desenvolvimento do capitalismo esteve associado,
a)uso exclusivo de temas de origem religiosa;
principalmente, com o surgimento:
b)na valorização de uma vida de renúncia e voltada para a
a)do luteranismo;
determinação do destino da alma;
b)do calvinismo;
c)a exaltação de valores humanos e de uma vida prazerosa,
c)do catolicismo;
expressos no humanismo e nohedonismo;
d)do movimento ortodoxo;
d)na volta à uma vida simples, rústica e ruralizada, onde o
e)do islamismo.
abandono das cidades e o declínio dasatividades comerciais
foram sua expressão
e)todas as alternativas estão corretas e se completam.
26. Observados em conjunto, o Renascimento, a Revolução
Científica do século XVII e o Iluminismoapresentam:
a) noção de progresso;
b)a idéia da supremacia dos instintos sobre a razão;
c)o conceito da involução humanista;
d)a percepção de que todo progresso corresponde a uma
deterioração das condições humanas;
e)NRA
31. Assinale com V as afirmativas verdadeiras e com F, as
falsas sobre a contribuição do sociólogo Max Weber para a
Sociologia nas organizações.
( ) A teor ia weberiana distingue quatro tipos de ação: a
tradicional, a emocional ou afetiva, a racional com relação a
um valor e a racional com relação a um objetivo.
( ) A consciência coletiva, de acordo com Weber, é um
conjunto de crenças comuns à média dos membros de uma
sociedade e que orienta a ação social.
( ) A Sociologia de Weber busca compreender o sentido que
cada autor confere à própria conduta.
A alternativa que contém a sequência correta, de cima para
baixo, é a
A) V F V
B) F F V
C) V V F
D) F V F
27. A evolução do saber científico, da matemática, da
química e da física, por exemplo, permitiramque ocorrê-se,
no interior da sociedade européia ocidental um processo
denominado por:
a)determinismo geográfico;
b)geocentrismo ptolomáico;
c)heliocentrismo copernicano;
d)laicização da sociedade;
e)ruralização social.
28. O desenvolvimento de valores seculares e leigos, entre
os séculos XVI e XVIII, refletiu-se sobre os valores religiosos
com:
a)sua revalorização e a reafirmação da importância da
religião;
b)com a extinção (enfraquecimento) da religião como uma
referência de comportamentos;
32. (Unimontes 2012) A perspectiva weberiana de estudos
sociológicos fundamenta-se na possibilidade de o cientista
compreender a ação social do indivíduo, ou seja, em atores
sociais capazes de conduzir suas próprias ações, que têm
motivações e sentidos. Para ele, a ação social e suas
diferentes motivações levam a quatro categorias ou
tipologias. Assinale as colunas correspondentes às
características de cada uma.
1- Ação social racional em relação a fins
2- Ação social racional com relação a valores
3- Ação social tradicional
4- Ação social afetiva
( ) O agente tem motivações e inspirações imediatas como,
por exemplo, de medo, de ódio ou entusiasmo.
( ) São modos de condutas que obedecem a estímulos
habituais, de modo que ocorrem e são praticadas por vários
agentes como um costume.
( ) O agente possui um comportamento fiel às suas
convicções como, por exemplo, na política ou no exercício
da liberdade religiosa.
( ) O agente disporá de todos os meios necessários para
atingir um fim preestabelecido como, por exemplo, quando
ele está praticando uma ação no mercado.
A sequência correta é
a) 3, 2, 4, 1.
b) 2, 1, 4, 3.
c) 4, 1, 2, 3.
d) 4, 3, 2, 1.
33. (Uema 2012) No conjunto da sua Sociologia
compreensiva, o sociólogo alemão Max Weber define ação
social como ação
a) racional em que o agente associa um sentido objetivo aos
fatos sociais.
b) desprovida de sentido subjetivo e motivacional.
c) humana associada a um sentido objetivo.
d) cuja intenção fomentada pelos indivíduos se refere à
conduta de outros, orientando-se por ela.
34. (Unicentro 2012) Do ponto de vista do agente, o motivo
é o fundamento da ação; para o sociólogo, cuja tarefa é
compreender essa ação, a reconstrução do motivo é
fundamental, porque, da sua perspectiva, ele figura como a
causa da ação. Numerosas distinções podem ser
estabelecidas e Weber realmente o faz. No entanto, apenas
interessa assinalar que, quando se fala de sentido na sua
acepção mais importante para a análise, não se está
cogitando da gênese da ação, mas sim daquilo para o que
ela aponta, para o objetivo visado nela; para o seu fim, em
suma.
COHN, Gabriel (Org.). Max Weber: sociologia. São Paulo:
Ática, 1979.
A categoria weberiana que melhor explica o texto em
evidência está explicitada em
a) A ação social possui um sentido que orienta a conduta dos
atores sociais.
b) A luta de classes tem sentido porque é o que move a
história dos homens.
c) Os fatos sociais não são coisas, e sim acontecimentos que
precisam ser analisados.
d) O tipo ideal é uma construção teórica abstrata que
permite a análise de casos particulares.
35. (Unicentro 2010) “A ação social (incluindo tolerância ou
omissão) orienta-se pela ação de outros, que podem ser
passadas, presentes ou esperadas como futuras (vingança
por ataques anteriores, réplica a ataques presentes,
medidas de defesa diante de ataques futuros). Os ´outros`
podem ser individualizados e conhecidos ou uma pluralidade
de indivíduos indeterminados e completamente
desconhecidos”
(Max Weber. Ação social e relação social. In M.M. Foracchi e
J.S Martins. Sociologia e Sociedade. Rio de Janeiro, LTC,
1977, p.139).
Max Weber, um dos clássicos da sociologia, autor dessa
definição de ação social, que para ele constitui o objeto de
estudo da sociologia, apontou a existência de quatro tipos
de ação social. Quais são elas?
a) Ação tradicional, ação afetiva, ação política com relação a
valores, ação racional com relação a fins.
b) Ação tradicional, ação afetiva, ação racional e ação
carismática.
c) Ação tradicional, ação afetiva, ação política com relação a
valores, ação política com relação a fins.
d) Ação tradicional, ação afetiva, ação racional com relação a
fins, ação racional com relação a valores.
36. (Unicentro 2010) A respeito do conceito, de Max Weber,
de Ação Social é correto afirmar que
a) a ordem social obriga o indivíduo a maneira como ele
deve agir em sociedade.
b) a motivação do indivíduo não interfere em sua ação
social.
c) os valores sociais de um indivíduo não influência em sua
ação social.
d) a ação social é a conduta humana dotada de sentido, o
indivíduo a produz, por meio de valores sociais e da sua
motivação.
37. (Ufma 2009) Assinale a opção que contenha as
categorias básicas da sociologia de Max Weber.
a) função social, tipo ideal, mais-valia
b) expropriação, compreensão, fato patológico
c) ação social, materialismo, idealismo
d) ação social, relação social, tipo ideal
38. (Uema 2012) Qual das alternativas abaixo corresponde à
definição de Max Weber sobre o Estado Moderno?
a) Comitê executivo dos negócios de toda a burguesia.
b) Comunidade humana que, dentro dos limites de um
determinado território, reivindica o monopólio da força
legítima.
c) Representante de uma das classes fundamentais.
d) Instrumento de dominação de uma classe sobre a outra.
39. (Uem 2012) Sobre o conceito de Estado Moderno
defendido pelo sociólogo alemão Max Weber, assinale o que
for correto.
01) O Estado Moderno deve ser definido estritamente em
relação aos seus fins.
02) A característica fundamental do Estado é o monopólio
do uso da violência legítima dentro de um determinado
território.
04) A manutenção da autoridade estatal ocorre pela
necessária combinação entre o emprego da força física e a
busca pela legitimidade junto aos cidadãos.
08) Como dimensão superestrutural da sociedade
capitalista, o Estado é um instrumento de dominação da
classe dos proprietários.
16) A legitimidade do Estado Moderno deriva,
principalmente, do reconhecimento da validade legal e da
competência funcional, baseadas em normas racionalmente
estabelecidas.
Agora assinale a alternativa que apresenta a soma das
corretas.
a) 6
b) 22
c) 12
d) 30
40. (Uem 2011) Sobre os conceitos de poder político e de
autoridade no pensamento de Max Weber, assinale o que
for correto.
01) O poder político se converte em autoridade em governos
considerados legítimos por aqueles que vivem sob as suas
ordens.
02) A autoridade de tipo tradicional é própria da sociedade
onde impera o princípio da lei e dos acordos racionalmente
estabelecidos.
04) A autoridade pode fundamentar-se no reconhecimento
de qualidades excepcionais daquele que a exerce. Nesse
caso, estamos diante de uma autoridade de tipo carismática.
08) Uma autoridade racional-legal exerce o poder seguindo
suas próprias regras, sem interferências ou controles
externos que limitem sua atuação.
16) Em situações concretas, as autoridades de tipos racionallegal e carismático podem se combinar e garantir
legitimidade a um governo.
Agora assinale a alternativa que apresenta a soma das
corretas.
a) 7
b) 21
c) 15
d) 30
Download

ESCOLA ESTADUAL “DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA” PLANO