COROAÇÃO DE NOSSA SENHORA
TEMA: MARIA, MÃE!
(1º momento – início).
COM: Estamos no mês de Maio! Mês de Maria, Mãe! Mãe de Deus Salvador!
Aos pés da cruz, tornou-se “nossa Mãe”, Mãe da Igreja e da humanidade
inteira!
Maria nasceu e se criou na Palestina, de uma família muito pobre. Ela era
do povo de Israel, uma simples mulher. O Filho de Deus assumiu em suas
entranhas de mulher, uma natureza humana.
Maria foi a Mãe de Jesus, que era Deus! Deus não poderia ter criado
uma maternidade maior do que a de Maria, Mãe de Deus!
Nesta noite gloriosa, nós te saudamos simplesmente porque és a nossa
Mãe, a Mãe que compreende sem indagações, nem exigências, que, apesar de
tantas afrontas, sorri e perdoa, e muito mais ainda, acolhe com imenso amor, os
filhos adotados de Jesus!
CANTO:
(1ª entrada)
A)
Introdução de São José, nas mãos de um pai.
COM: No Evangelho de Mateus, Jesus é chamado de “o filho do carpinteiro,
homem justo”, o nosso bom São José. Esta memória foi instituída em 1955, por
Pio XII, para dar um protetor para os trabalhadores e reconhecer a dignidade
do trabalho. Por isso, nesse momento, nós vamos saudar São José, homem do
povo, que soube entender a mensagem do Senhor. São José foi o feliz esposo
de Maria, a Mãe do Salvador.
Santo humilde, homem justo! Elevamos nossa voz: que teu exemplo nos
ajude e que a justiça viva em nós!
CANTO:
B)
Entram os meninos vestidos como São José, com um
presente nas mãos para Nossa Senhora, flores:palmas.
(2ª entrada)
A) Entrada da imagem de Maria, por uma mãe, ladeada por anjos.
COM: Nossa Senhora de todos os dias e de todas as horas!
Nossa Senhora das tarefas monótonas;
Nossa Senhora dos serviços sem fim;
Nossa Senhora dos dias sem alegria;
Nossa Senhora das noites sem descanso;
Nossa Senhora do amanhã incerto;
Nossa Senhora do fim do mês sem dinheiro;
Nossa Senhora dos anos sem férias;
Nossa Senhora trabalhadora, esposa do carpinteiro;
E o nome da Virgem era Maria! Mãe de Misericórdia, estrela do mar,
refúgio do pecador! Ela está entre nós, em cada Maria da comunidade!
CANTO
(3ª entrada)
A) Início de “Maria, Marias...”
IEntrada das Marias: estarão sentadas em lugares diferentes;
ao redor, anjos.
II- Luzes, velas, focalizando somente a criança.
III- As leitoras estarão em lugar estratégico, atrás do coral.
IV- Em cada entrada, canta-se o refrão de Maria de Nazaré.
LEITORA 1: MARIA, MÃE DE JESUS.
Eis-me aqui, eu sou Maria.
Maria, mãe de Jesus
Fui esperada e criada
Para matar a serpente
Nasci, cresci e, inspirada,
Aceitei ter o Menino
E, quando o tempo chegou,
Para cumprir meu destino
Fui com Ele até a cruz.
Os sorrisos que sorri
As lágrimas que já verti,
Em bênçãos se derramaram.
Outras Marias nasceram
Cresceram, riram, sofreram,
Acompanharam seus filhos
Na vida, no amor, na ação.
Todas, Maria no nome
E Maria no coração.
CANTO:
LEITORA 2: MARIA, MENDIGA
Sou Maria Severina.
De tanto penar na seca
Tenho corpo de menina
A fome me queima o ventre
A sede me seca o peito
O sol me esquenta a cabeça
Não tenho casa nem terra
Vou andando sempre em frente
Tentando mudar minha sina
Vivo de estender a mão.
Inda assim, trago Maria,
No nome e no coração.
LEITORA 3- MARIA, DONA DE CASA.
Eu sou Maria Teresa.
Tenho um marido doente
E um pai, que, já velhinho
Dá muito trabalho ‘a gente.
Mas eu tenho paciência,
Cirzo, costuro, cozinho,
Pois mesmo na precisão
Trago Maria no nome
No nome e no coração.
LEITORA 4- MARIA, FREIRA
Sou Irmã Maria Célia
Deixei para traz o que eu tinha
E larguei minha família
Para servir ao Senhor.
Dedico a vida que tenho
A ver Cristo em meu irmão
Sigo Maria no nome
No nome e no coração
LEITORA 5- MARIA, OPERÁRIA
Eu sou Maria também
Maria da Conceição.
Crio sozinha três filhos
Sou operária na vida,
Empregada em fiação
Trabalho pela comida
E quando sinto aflição
Lembro que tenho Maria
No nome e no coração.
LEITORA 6- MARIA LAVADEIRA
Sou Maria do Socorro
E lavo roupa pra fora.
Lavo, passo, varro, espano.
Dia a dia, ano a ano.
Luto até ferir a mão
Mas um dia com certeza
Tenho um teto, que beleza!
Pois sou Maria no nome
E Maria no coração.
LEITORA 7- MARIA, CRIANÇA
Eu sou Maria Cristina.
E ainda eu sou criança
Mas desde pequenina
Tenho em mim esta esperança
Que em mim Cristo esteja vivo.
Que por mim, a Salvação
Se espalhe por toda a terra,
Que eu honre a Maria que trago
No nome e no coração.
CANTO:
LEITORA 8- MARIA COMERCIÁRIA.
Eu sou Maria das Graças.
Uma “graça” de Maria.
Trabalho na loja e estudo.
Tenho sonhos, fantasias.
Sou pura, gosto de tudo
Tenho minha vida na mão.
Trago o nome de Maria
Na vida e no coração.
CANTO:
LEITORA 9- MARIA, PROFESSORA.
Eu sou Maria do Carmo.
Professora, diplomada
Trabalho em Grupo Escolar.
Dou muito a troco de nada
Quanto mais tiram de mim,
Mais eu tenho que lutar.
Amo a justiça, o estudo,
A criança, a profissão,
Gosto que a minha vida seja
Como a luz que se consome.
Tenho Maria no nome
Maria no coração.
CANTO:
2º momento: COROAÇÃO DE NOSSA SENHORA.
CANTO
COM: Nesta grande festa de Maria, Mãe!, lembramos com carinho
de Maria, doce Mãe, Mãe do céu, Mãe de Jesus, Mãe em Belém,
Mãe dos homens! Por isso, vamos dar glória a Deus coroando Maria,
onde o amor é infinito: em teus braços cabe o mundo, no teu braço,
todos os filhos, sob o teu manto, a humanidade.
CANTO E ENTRADA DA DONA PINA COM A COROA.
COM: Querida Mãe Maria, hoje nós queremos te coroar como nossa Mãe, a Mãe
espiritual de todos os homens. A Mãe medianeira das graças e a defesa de
todos. Maria educadora: iluminando e fortalecendo seus filhos.
CANTO DA COROAÇÃO.
COMENTÁRIO FINAL: Como Maria, toda mãe é a estrela que indica o caminho
na noite escura. É a rainha do lar e do coração de cada criança presente nesta
coroação.
Obrigada mães. Obrigada Mãe Pina! Obrigada por serem mães e
parabéns neste mês de Maio todo dedicado ‘a vocês!!
Download

Coroação: Maria, Mãe!