NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008.
A VIRTUDE
DA
HUMILDADE
Curitiba, 12 de Novembro de 2008
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
ÍNDICE
INTRODUÇÃO
02
PRIMEIRO DIA
:A Humildade na vida de Jesus Cristo
04
SEGUNDO DIA
:A Humildade na vida de Maria
05
TERCEIRO DIA
:A Humildade na vida de Madre Clélia
07
QUARTO DIA
:A Humildade na vida de São Paulo
09
QUINTO DIA
:A Humildade na vida de S. Francisco de Sales
12
SEXTO DIA
:A Humildade na vida de Sta. Margarida Maria
13
SÉTIMO DIA
:A Humildade na vida de São Pedro
15
OITAVO DIA
:A Humildade na vida de São Francisco Xavier
17
NONO DIA
:A Humildade na vida de Santa Teresinha
18
CONCLUSÃO
20
2
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
INTRODUÇÃO
Ao iniciarmos a preparação à festa de Madre Clélia, nossa Fundadora,
não poderíamos deixar de apresentar seus sábios conselhos sobre a prática da
humildade na vida dos Santos, assunto que será abordado nesta novena.
Madre Clélia nos diz que Deus se manifesta aos humildes e os atrai
suavemente a si. E, continua, quanta ternura existe no amor que Deus
consagra à pessoa humilde! Quando vê que ela está sofrendo, Ele a consola; se
ela se abisma no sentimento do próprio nada, aproxima-se dela e a favorece
com a riqueza de suas graças; e, à medida em que ela se humilha, Jesus a
leva para a glória, revela-lhe os seus segredos e a atrai suavemente a si.
Quanto mais vocês, minhas filhas descerem ao abismo de suas próprias
misérias, tanto mais Deus as enriquecerá de graças, aqui na terra e na glória
no céu.
Quando pedirem alguma coisa com humildade, tenham a certeza de
que sua oração será sempre atendida. Ainda que não soubessem como falar
com Deus e se sentissem incapazes de rezar, a humildade do seu coração
supriria tudo o que lhes falta. Deus se alegra e a oração de suas filhas tornase muitíssimo grata ao seu divino coração, quando se prostram, com
sentimentos humildes, diante de sua grandeza e de sua majestade. O
publicano diz apenas uma palavra humilde: “meu Deus, tende piedade de mim,
pecador!” e esta palavra lhe vale tudo; vale a sua justificação.
Se nossa alma, assaltada por mil tentações, angustiada pelas recaídas,
ao invés de irritar-se, tranquilamente se humilha e pede misericórdia, como o
publicano, conseguirá vencer as tentações e reerguer-se de suas quedas.
A pessoa humilde, filhas caríssimas, é, pela graça de Deus, um vaso
de eleição e de predileção, porque, como depositária fiel, atribui a Deus toda a
glória, sem nada reter para si. Filhas, esforcemo-nos para imitar os Santos na
prática da humildade. Pois, o exemplo dos Santos, que se exercitaram na
humildade, nos estimulam a permanecer sempre humildes diante de Deus.
Motivadas pelo desejo de aprender do Coração de Jesus, de Maria, Madre Clélia
e dos Santos, a virtude da humildade, unamo-nos a todo o nosso Instituto e
apresentemos as intenções pelas quais queremos oferecer esta novena. . . . . .
Canto:
N° 608 – Quem é esta mulher . . .
3
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
PRIMEIRO DIA:
A Humildade na vida de Jesus Cristo
“ ... aniquilou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo ...” (Fl 2, 7)
Meditação da Manhã:
Para Refletir: Jesus era uma pessoa que não colocava o ego em
primeiro lugar. Quando tentaram lembrá-lo de como era
poderoso, ignorou a adulação. Superestimar-se não era algo de
que gostasse. Em certa ocasião, um homem correu em sua
direção e caiu a seus pés, pedindo: “ Bom Mestre, que farei para
herdar a vida eterna?” Jesus olhou para ele e disse: “Por que
me chamas bom? Ninguém é bom senão um, que é Deus”. (Mc
10, 17-18).
Não caia na armadilha da arrogância. Ela não é somente
intolerável, é um mau negócio. Um meio de combatê-la é manter
em nossa mente aquela cena da vida de Jesus Cristo, como
perfeito Filho de Deus, ajoelhou-se diante de homens humildes,
seus discípulos, e lavou-lhes os pés . Com esta cena em mente é
difícel ser arrogante. “Se, eu, o Mestre e Senhor, vos lavei os
pés, também deveis lavar-vos os pés uns dos outros. Dei-vos o
exemplo, para que como eu vos fiz, também vós o façais”. (Jo
13, 14)
O ensino de Jesus é claro, quem quiser tornar-se grande entre
vós, será esse que vos sirva (Mt 20:26 [...] porque todo o que se
exalta será humilhado; mas o que se humilha será exaltado. (Lc
18,14 ).
Leitura no café:
Palavras da Madre, n° 323
Meditação da tarde: João 13, 1-20
Ó Jesus, que
enriquecestes vossa serva, Madre Clélia, de ardente caridade,
Oração para a beatificação de Madre Clélia:
4
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
pelos tesouros infinitos de graça do vosso Santíssimo Coração,
concedei-nos imitar suas virtudes, para atrair muitos ao
conhecimento e ao amor de vossa divina Pessoa. Suplicamo-vos,
se for da vossa vontade, que seja aqui glorificada a vossa fiel
serva, para que possamos, confiantes, recorrer à sua
intercessão, e aprender de seus exemplos a doação humilde e
generosa ao vosso divino serviço. Amém.
Jesus, Manso e Humilde é teu coração; que seja igual ao
teu o meu coração.
Canto:
Depois da Meditação:
SEGUNDO DIA:
Bendigamos ao Senhor
A Humildade na vida de Maria
“ Eu sou a serva do Senhor; faça-se em mim segundo tua palavra!” (Lc 1,38)
Meditação da Manhã:
Madre Clélia faz uma profunda meditação sobre a
vida de Maria, no templo e, partindo disso, exorta as suas irmãs
a dar-se a Deus sem demora como o fez a Virgem Maria: “ A
vida de Maria no templo foi vida de abnegação e humildade: de
abnegação, porque soube sacrificar suas comodidades, vontade
própria... ao culto de seu Deus; de humildade, porque jamais
deu um sinal de vaidade, de orgulho, de complacência, com
relação a si mesma. Esquecia-se de si mesma para pensar
somente em agradar a Deus e servir o próximo. Como estava
longe daquelas pequenas astúcias de vaidade, da idéia de
grandeza!” (Coração a Coração, pág. 90 ).
Para Refletir:
Maria era humilde no mais alto grau. E naquele dia, Maria estava
em casa, ocupada sem dúvida em algum trabalho caseiro ou de
costura, o que não impedia a sua alma de estar unida ao
5
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
Senhor em oração constante. De súbito, o quarto – que é
sempre um tanto escuro no Oriente, porque não há janelas por
causa do calor – ficou iluminado de modo inexplicável. Antes que
Maria tivesse tempo de dar-se conta do que se passava, um
Anjo estava diante dela. Era o Arcanjo Gabriel, encarregado por
Deus de uma missão única no mundo. Ele lhe disse: “ Ave, cheia
de graça, o Senhor é contigo, bendita és tu entre as mulheres”.
Maria, humilde e modesta, pergunta ao Anjo: “ Como se fará
isso?” O Anjo, cheio de admiração pela discrição e humildade
desta moça, explica-lhe com bondade que é o Espírito Santo que
fará tudo, nela. Então Maria, que desde sempre vivera para
Deus, aceita o que lhe é proposto e responde, cheia de
humildade: “ Eu sou a serva do Senhor, faça-se em mim
segundo a tua palavra.”
A exemplo de Maria, na humildade, a Apóstola deve ser a alegria
de Jesus.
Leitura no café: Palavras da Madre, n° 15
Meditação da tarde:
Lc 1,26-38
Ó Jesus, que
enriquecestes vossa serva, Madre Clélia, de ardente caridade,
pelos tesouros infinitos de graça do vosso Santíssimo Coração,
concedei-nos imitar suas virtudes, para atrair muitos ao
conhecimento e ao amor de vossa divina Pessoa. Suplicamovos, se for da vossa vontade, que seja aqui glorificada a vossa
fiel serva, para que possamos, confiantes, recorrer à sua
intercessão, e aprender de seus exemplos a doação humilde e
generosa ao vosso divino serviço. Amém.
Oração
para a beatificação de Madre Clélia:
Jesus, Manso e Humilde é teu coração; que seja igual ao
teu o meu coração.
Canto:
Depois da Meditação:
Bendigamos ao Senhor
6
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
TERCEIRO DIA:
A Humildade na vida de Madre Clélia
“... trata-me como se eu fosse um trapo de cozinha.” (M.C.)
Para Refletir:
Segundo estudos realizados por Ir. Pierpaula de
Farias, muito se tem falado do temperamento e do caráter de
Madre Clélia, forte e enérgico; porém, muito mais marcante foi
seu espírito de humildade, vivendo a maior parte de sua
existência na humilhação e no abandono, esquecida e
desprezada pelos membros da própria Instituição por ela
fundada.
Pode-se dizer que a virtude da humildade, em Madre Clélia, foi
uma virtude provada. Quem é soberbo não sabe suportar;
enfastia-se e revolta-se contra a cruz, não quer compreender
que deve sofrer, que precisa sofrer e Deus, que detesta a
soberba, entrega-o às suas impaciências e ao seu mau humor.
A pessoa humilde, ao contrário, aceita a cruz com resignação;
reconhece que sendo pecadora, é justo que sofra, que todos os
seus sofrimentos nada são, comparados ao que mereceria
sofrer. Deus, movido por estas humildes disposições, assiste-a,
sustem-na, protege-a sob a cruz, tornando seu peso leve e até
mesmo desejado. Às vezes, as provações vêm do próximo e,
neste caso, a humildade concilia prontamente as contendas;
seus encantos tornam dóceis os corações mais ásperos,
tranqüilizam os corações mais coléricos. Se, ao contrário, a
provação parte de nós mesmas, é ainda a humildade que faz
justiça. Quanta felicidade experimenta a pessoa que, por amor a
Deus, se exercita sempre na humildade.
Madre Clélia assim se expressa: “ Aproveitarei minhas próprias
misérias, das quais estou repleta, para humilhar-me, tornar-me
cada dia mais humilde diante de Deus.” E continua, “procurarei
roubar para mim todas as ocasiões de humilhar-me, alegrandome por expiar meus pecados.” E mais, “ Estou convencidíssima
7
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
de que, sem a virtude da humildade, nada em mim pode ser
aceito por Deus; e sofro por não possuir esta virtude, mas não
sei como fazer. O desejo de adquiri-la é grandíssimo; mas sem
ocasiões, não poderei jamais adquirir este santo hábito da
humildade, tão aceita pelo Coração de Jesus.” ( PM 479) Madre
Clélia demonstra um esforço árduo para adquirir a humildade;
vejamos: “se desejo obter a humildade e tê-la como
companheira em minha vida, devo vigiar atentamente, para que
nada a ofenda, em meus pensamentos, palavras, ações...” e
continua, “ faltei de humildade nos pensamentos, fazendo juízos
temerários. Faltei de humildade nas palavras, ofendendo uma
irmã... Faltei de humildade nas ações, tendo uma conduta
orgulhosa e despeitosa.” Diz ainda, “fui punida e humilhada,
mesmo obrigada a pedir perdão, de joelhos, à irmã; sem dúvida,
isso o fiz, sabendo que agia muito mal.” ( P M 485 )
Leitura no café:
Palavras da Madre, n° 531
Meditação da tarde: Fl 2,5-11
Ó Jesus, que
enriquecestes vossa serva, Madre Clélia, de ardente caridade,
pelos tesouros infinitos de graça do vosso Santíssimo Coração,
concedei-nos imitar suas virtudes, para atrair muitos ao
conhecimento e ao amor de vossa divina Pessoa. Suplicamo-vos,
se for da vossa vontade, que seja aqui glorificada a vossa fiel
serva, para que possamos, confiantes, recorrer à sua
intercessão, e aprender de seus exemplos a doação humilde e
generosa ao vosso divino serviço. Amém.
Oração para a beatificação de Madre Clélia:
Canto: Jesus, Manso e Humilde é teu coração, que seja igual ao
teu o meu coração.
Depois da Meditação:
Bendigamos ao Senhor
8
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
QUARTO DIA:
A Humildade na vida de São Paulo
“ Então, caí por terra ouvindo uma voz que dizia: Saulo, Saulo, porque me persegues? “
(Atos 22,7 )
A atitude humilde é aquela de quem não se super
estima nem se ilude. “Não tenhais gosto pelas grandezas, antes
deixai-vos atrair pelo que é humilde; não vos considereis como
sábios” ( Rm 12,16 ).
Para Refletir:
Num momento, Saulo estava viajando, arrogante, numa
campanha para suprir sozinho o crescente movimento que
afirmava ser Jesus o seu rei. No momento seguinte, estava com
o rosto no pó, tentando imaginar o que o havia atingido. Uma
cegante luz brilhou e trovejante voz do céu o desafiou: Saulo,
Saulo por que me persegues ? .
A Bíblia afirma claramente que o orgulho e a autoconfiança
podem ser úteis por um tempo – mas existe um caminho ainda
mais elevado: o da humildade, do serviço e da compaixão. De
fato, lemos que Deus resiste aos soberbos [...] (1 Pe 5:5). A
reação de Deus ao orgulho de Saulo foi uma lição direta – luz
faiscando do céu, uma trovejante voz celeste e a pergunta, a
atormentante pergunta: Saulo, Saulo, por que me perssegues?
Àquela altura, Saulo estava no chão, cego pelo brilho das luzes e
esmagado pelo seu encontro direto com Deus. O independente e
auto-suficiente Saulo de Tarso estava agora no pó, incapaz de
ver. Lemos que ele nada podia ver ( Atos 9,8). Foram outros
que o conduziram até Damasco; ele deve ter achado
extremamente humilhante. O começo do treinamento básico de
Saulo, lição número um: “ Não esqueça que Deus é Deus e você
não”. Paulo experimentou a oportunidade de ser derrubado do
cavalo da autosuficiência e da ambição cega e recebeu o convite
de submeter-se ao plano maior, projetado pelo próprio Deus.
Trata-se de uma submissão humilde a uma agenda de outra
9
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
pessoa; uma chamada a deixar de batalhar pelo seu prestígio
pessoal, para seguir um chamado – trocar a auto-realização por
uma missão pelo bem da humanidade; o desejo de evidenciar o
próprio valor, por um humilde senso de motivação por amor.
A humildade, como atitude que qualifica a atividade pastoral de
Paulo, pode ser descrita sob três aspectos: social: modo de
comporta-se; pessoal: certa consciência de si; teologal: certa
relação com Deus.
O aspecto social é, de um lado, a ausência de pretensões e, de
outro, a atenção aos outros. “Procurai estar entre vós sem
pretensões, não querendo nada de especial, mas muito atento
a cada um.
Descreve assim também na primeira carta aos Tessalonicenses,
lançando um olhar retrospectivo para a sua relação com a
comunidade: “Mas tendo sido credenciado por Deus, para pregar
o Evangelho, nós o pregamos, não com a intenção de agradar
aos homens, mas a Deus, que sonda os nossos corações.
A humildade, como virtude social, comporta também distinção,
correção, certa reserva, uma educação profunda, firmeza
sacerdotal que conquista o coração.
O aspecto pessoal é um juízo de valor simples dado a si mesmo.
Paulo volta várias vezes a esta capacidade de avaliar-se com
justeza e segundo aquilo que nossas fraquezas e fragilidades nos
fazem compreender. Na primeira carta aos Coríntios fala da
aparição de Jesus a ele : “ por último apareceu também a mim
como a um filho abortivo, porque eu sou o menor dos apóstolos;
nem mereço o nome de apóstolo.” (1Cor 15,8-9).
O aspecto teologal . Paulo se exprime assim porque vive
profundamente a sua verdade diante de Deus: “Em que és
diferente dos demais? Que tens que não foi recebido? e, se o
10
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
recebeste porque te glorias como se não o tivesse recebido”
(1Cor 4,7).
Esta humildade é transparência do divino que vive nele, uma
transparência cristológica; de Cristo, como ele o conheceu e
compreendeu; de Cristo, servo de Javé; de Cristo, humilde,
humilhado, que não quis sobressair, lançar-se do pináculo do
templo para causar impressão, não quis mudar as pedras em
pão, dominar os reinos da terra, mas escolheu ser servo de
todos. Cada um de nós deve meditar profundamente, com a
consciência de que estamos muito longe deste ideal.
Instintivamente, o personalismo intervém todas as vêzes que
esta em jogo o poder e somos continuamente tentados a inserir,
no serviço de Jesus, o nosso prestígio pessoal.
Temos necessidade de ser purificados a exemplo do apóstolo e
sobretudo de ser purificados pela força de Cristo em nós.
(Confissões de Paulo – Carlo M. Martini, p 63 – 66)
Leitura no café: Palavras da Madre, n° 505
Para Meditação da tarde Atos 9, 1- 9
Ó Jesus, que
enriquecestes vossa serva, Madre Clélia, de ardente caridade,
pelos tesouros infinitos de graça do vosso Santíssimo Coração,
concedei-nos imitar suas virtudes, para atrair muitos ao
conhecimento e ao amor de vossa divina Pessoa. Suplicamo-vos,
se for da vossa vontade, que seja aqui glorificada a vossa fiel
serva, para que possamos, confiantes, recorrer à sua
intercessão, e aprender de seus exemplos a doação humilde e
generosa ao vosso divino serviço. Amém.
Oração
para a beatificação de Madre Clélia:
Canto: Jesus, Manso e Humilde é teu coração, que seja igual ao
teu o meu coração.
11
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
QUINTO DIA:
A Humildade na vida de
São Francisco de Sales
“ Felizes os humildes, pois eles herdarão o reino do céu “ . (Mt 5,5)
Francisco de Sales procurava e amava Deus em
todas as coisas. Distinguia-se na virtude da humildade exterior e
interior. A exterior, era perigosa, podendo degenerar em
hipocrisia; é muito boa para quem a exercita, e de grande
edificação para o próximo. A humildade interior é a do
entendimento e da vontade. A primeira é muito comum, pois é
raro alguém ignorar, que, por si mesmo, é um mero nada. Mas a
segunda é bem rara, e tem três graus. O primeiro é amar a
humilhação; o segundo é desejá-la e o terceiro é praticá-la,
procurando as ocasiões de humilhação e, melhor ainda,
recebendo de boa vontade as que nos sucedem sem as
procurarmos.
Para Reflexão:
É a que São Francisco de Sales mais estimava; reconhecendo
maior objeção e abatimento em sofrer, amar e receber com
alegria as humilhações, que nos sobrevêm sem escolha nossa,
do que aquelas que escolhemos e talvez vivenciamos com o
nosso amor próprio.
Dom Helder Câmara, o grande profeta
dos pobres, o bispo da simplicidade, certa vez foi convidado a
dar uma entrevista a uma grande rede americana de TV. Ao
chegar ao estúdio, foi tomado pela vaidade. Afinal, iria ser visto
por uma enorme multidão e tornar-se mais famoso ainda. Então,
pensou no que faria para não ser invadido por aquele
sentimento. Fechou os olhos e começo a rezar. Veio-lhe à mente
a cena de Jesus entrando em Jerusalém [ no domingo de
Ramos], aclamado pela multidão. Num gesto de profunda
humildade, sussurrou em oração: “Senhor, quero ser como o
Um exemplo que fala por si.
burrinho que te conduziu. Ao me verem as pessoas vejam a ti. E
minha alegria consistirá em levar-te!”. Veio-lhe, então, uma
12
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
grande serenidade, e ele falou de justiça e de paz, com ternura e
vigor.
Leitura no café: Palavras da Madre, 108
Para Meditação da tarde: Lc 19, 29-44
Oração para a beatificação de Madre Clélia:
Ó Jesus, que
enriquecestes vossa serva, Madre Clélia, de ardente caridade,
pelos tesouros infinitos de graça do vosso Santíssimo Coração,
concedei-nos imitar suas virtudes, para atrair muitos ao
conhecimento e ao amor de vossa divina Pessoa. Suplicamo-vos,
se for da vossa vontade, que seja aqui glorificada a vossa fiel
serva, para que possamos, confiantes, recorrer à sua
intercessão, e aprender de seus exemplos a doação humilde e
generosa ao vosso divino serviço. Amém.
Canto: Jesus, Manso e Humilde é teu coração; que seja igual ao
teu o meu coração.
SEXTO DIA:
A Humildade na vida de
Santa Margarida Maria
“ ... aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, ... ”
( Mt 11,29)
A humildade é a atitude da criatura em relação ao
seu criador; do discípulo diante de seu mestre. Opõe-se à
autosuficiência e torna o coração disponível para Deus. Santa
Margarida Maria aplicava a virtude da humildade sobretudo nas
relações com o próximo. “Onde existe menos de nós mesmos, aí
Para Reflexão:
há mais de Deus”.
Santa Margarida Maria, ao exortar as suas noviças, dirige-lhes as
seguintes reflexões sobre a humildade: O silêncio sobre si
mesmo é renúncia a procurar aplausos das pessoas. Guardai o
13
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
silêncio nas acusações e em tudo o que poderia atrair para vós a
vã estima e a aprovação das criaturas. Porque o Senhor rejeita o
que elas mais estimam, e o seu espírito só repousa num coração
humilde. Porém, a maior razão para guardar esse silêncio é a
imitação de Jesus.
A falta não deve gerar desencorajamento, contanto que haja
humildade ! Não vos inquieteis por nada, nem mesmo por causa
de vossos defeitos, humilhando-vos apenas quando neles
tiverdes caído. Depois ficai em paz e voltai-vos ao bem.
E, para encorajar suas noviças à prática da humildade, Santa
Margarida Maria utilizava-se de imagens.
“Considerai-vos como árvore plantada ao longo das águas, que
dá seu fruto na estação. Quanto mais é batida pelos ventos,
mais reforça suas raízes na terra. Assim também vós, quanto
mais fordes batidas pelos ventos das tormentas, mais será
preciso aprofundar vossas raízes, por meio de profunda
humildade, no Sagrado Coração de Jesus”. “ As humilhações
que Jesus vos fará encontrar no interior de vós mesmas são
como escadas para vos fazer descer no abismo de vosso nada,
a fim de encontrar aí vosso prazer. Porque o Soberano de nossas
almas só se satisfaz com almas aniquiladas; e para se estar toda
Nele é preciso nada ser em si mesma”.
Santa Margarida Maria ao se referir à virtude da humildade diz
que o essencial é desejar e pedir a humildade. “ Ensinai-me,
meu amável Salvador, o perfeito esquecimento de mim mesma,
a única via capaz de dar acesso ao vosso Coração sagrado. E já
que doravante nada farei a não ser por vos, fazei que tudo o que
eu fizer seja digno de vos. Ensinai-me o que devo fazer para
atingir a pureza de vosso amor. Dai-me esse amor, muito
ardente e muito generoso. Dai-me a profunda humildade, sem a
qual ninguém vos pode agradar. Realizai em mim perfeitamente
todas as vossas santas vontades, no tempo e durante toda a
14
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
eternidade. Amém !
( Na escola do Coração de Jesus com
Margarida Maria - Pág. 26-28 ).
Leitura no café: Palavras da Madre, n° 441
Para Meditação da tarde:
Mt 11, 25-30
Oração para a beatificação de Madre Clélia
Ó Jesus, que enriquecestes vossa serva, Madre Clélia, de
ardente caridade, pelos tesouros infinitos de graça do vosso
Santíssimo Coração, concedei-nos imitar suas virtudes, para
atrair muitos ao conhecimento e ao amor de vossa divina
Pessoa. Suplicamo-vos, se for da vossa vontade, que seja aqui
glorificada a vossa fiel serva, para que possamos, confiantes,
recorrer à sua intercessão, e aprender de seus exemplos a
doação humilde e generosa ao vosso divino serviço. Amém.
Jesus, Manso e Humilde é teu coração; que seja igual ao
teu o meu coração.
Canto:
SÉTIMO DIA:
A Humildade na vida de São Pedro
“ ... revesti-vos todos de humildade em vossas relações mútuas; porque Deus
resiste aos soberbos, mas dá a sua graça aos humildes”. “ (1ª Pedro 5, 5)
Meditação da manhã.
Repreender é uma palavra que não está em
moda. Não a ouvimos muito, nem a usamos muito na sociedade
atual. No entanto, há ocasiões em que uma boa repreensão, ou
disciplina, como nos tempos antigos, é a medida certa. Uma
repreensão precisa ser usada, obviamente, com muito cuidado e
bom senso, mas há ocasiões em que ela é de fato necessária.
Para Reflexão:
15
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
Jesus efetivamente mostrou-nos como repreender. Ele reservou
suas repreensões mais severas para os intoleráveis, arrogantes e
orgulhosos fariseus. Mas também, surpreendentemente,
repreendeu
os
mais
achegados
discípulos,
quando
demonstraram orgulho e arrogância. Para nosso propósito, é
melhor concentrar a nossa atenção nas repreensões que Jesus
fez a seus discípulos. Outra importante lição que aprendemos
sobre as admoestações de Jesus é que elas não geram
deslealdade. Nenhum dos discípulos que Jesus repreendeu
abandonou-o depois. Até mesmo Pedro, a quem Jesus disse: “
Afasta-te de mim, Satanás! Tu me serves de pedra de tropeço,
porque não pensas as coisas de Deus, mas as dos homens!” (Mt
16, 23, a mais severa repreensão que eu consigo imaginar),
jamais o deixou. De fato, aqueles a quem Jesus censurou mais
severamente tornaram-se os mais bem sucedidos em suas vidas.
Leitura no café: Antologia - página 14 Mg.,I, p.122
Meditação da tarde:
Mt 16, 13 -23
para a beatificação de Madre Clélia: Ó Jesus, que
enriquecestes vossa serva, Madre Clélia, de ardente caridade,
pelos tesouros infinitos de graça do vosso Santíssimo Coração,
concedei-nos imitar suas virtudes, para atrair muitos ao
conhecimento e ao amor de vossa divina Pessoa. Suplicamo-vos,
se for da vossa vontade, que seja aqui glorificada a vossa fiel
serva, para que possamos, confiantes, recorrer à sua
intercessão, e aprender de seus exemplos a doação humilde e
generosa ao vosso divino serviço. Amém.
Oração
Jesus, Manso e Humilde é teu coração; que seja igual ao
teu o meu coração.
Canto:
16
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
OITAVO DIA:
A Humildade na vida de São Francisco Xavier
“ .Se alguém quer ser o primeiro, deverá ser o último,
e ser aquele que serve a todos ”
(Mc 9,35)
Meditação da manhã.
E Xavier reflete... “Sou criatura de Deus. Ele o
TUDO, o Senhor; eu, o nada.” E convicto, adora: “oh, Pai, a
finalidade de minha vida seja louvar-vos, venerar-vos, cumprir
vossa vontade.”
Para Refletir:
Francisco Xavier encobria-se sob as nuvens da humildade. Em
meio ao trabalho incessante de catequese, de cuidado com os
enfermos, de esmolar para seus pobres, de dirigir seus
sacerdotes e irmãos, Xavier redige sua correspondência a
Rodrigues, em Portugal; pede missionários, insistindo, porém,
sejam homens de humildade, paciência, castidade sobretudo;
que não os leve só o entusiasmo, sentido ao ler e ouvir acerca
das missões.
Aos milhares vinham escutar aquele “grande padre”, de cuja
fama tinham ouvido, mas que agora apreciavam-no ao dar de
beber aos doentes, empomadar-lhes as feridas, abaixar-se, ele,
um branco, até os páreas que todos menosprezavam...
Madre Clélia, ao referir-se à vida do Missionário, São Francisco
Xavier, recomenda às suas Irmãs a imitá-lo no zelo missionário.
Zelo este que deve ser baseado na humildade, cuja atitude sabe
conter-se, não é absolutamente indelicado, sua linguagem é
sempre moderada; suas ações sempre refletidas, a doçura e
prudência precedem sempre seus atos e conciliam os corações.
Leitura no café:
Palavras da Madre, n° 198
Meditação da tarde: Mt 25, 31-46
17
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
para a beatificação de Madre Clélia: Ó Jesus, que
enriquecestes vossa serva, Madre Clélia, de ardente caridade,
pelos tesouros infinitos de graça do vosso Santíssimo Coração,
concedei-nos imitar suas virtudes, para atrair muitos ao
conhecimento e ao amor de vossa divina Pessoa. Suplicamo-vos,
se for da vossa vontade, que seja aqui glorificada a vossa fiel
serva, para que possamos, confiantes, recorrer à sua
intercessão, e aprender de seus exemplos a doação humilde e
generosa ao vosso divino serviço. Amém.
Oração
Jesus, Manso e Humilde é teu coração; que seja igual ao
teu o meu coração.
Canto:
NONO DIA:
A Humildade na vida de Santa Teresinha
“ Se não vos tornardes como os pequenos, não entrareis no Reino dos céus”.
( Mt. 18, 3 ).
Meditação da manhã.
É interessante notar em Santa Teresinha, o mesmo
conceito que tem Santa Teresa de Ávila. Para esta, a “humildade
é caminhar na verdade”. Para Santa Teresinha a humildade é
assumir a própria realidade, ser feliz com aquilo que se é e nada
mais.
Para Refletir:
Os desejos que não são alicerçados na humildade desestruturam
nossa personalidade e tornam-nos agressivos e descontentes.
Ser o que somos e viver a vida sem cruzar os braços, mas fazer
todo o possível para aprimorar nossas qualidades.
Santa Teresinha reflete que,os apóstolos,sem Jesus, trabalharam
toda a noite e não pegaram peixe, mas seu trabalho era
agradável a Jesus. Queria provar-lhes que só Ele pode nos
18
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
dar alguma coisa. Ele queria que os apóstolos se humilhassem...
( CT 161). E continua, “ minha vida era pobre e escondida, eu
pensava não fazer nada pelo bom Deus. Agora, compreendo
porque Jesus quis nascer na indigência, e porque a humildade
lhe é muito querida”. Mais, “Sim, parece-me que não busquei
senão a verdade; sim, compreendi a humildade do coração...
parece-me que sou humilde.
Pode-se dizer então que a humildade nos aproxima de Deus, ao
contrário do orgulho que nos afasta Dele.
Leitura no café: Palavras da Madre, n° 50
Meditação da tarde:
Mt 11, 25-30
para a beatificação de Madre Clélia: Ó Jesus, que
enriquecestes vossa serva, Madre Clélia, de ardente caridade,
pelos tesouros infinitos de graça do vosso Santíssimo Coração,
concedei-nos imitar suas virtudes, para atrair muitos ao
conhecimento e ao amor de vossa divina Pessoa. Suplicamo-vos,
se for da vossa vontade, que seja aqui glorificada a vossa fiel
serva, para que possamos, confiantes, recorrer à sua
intercessão, e aprender de seus exemplos a doação humilde e
generosa ao vosso divino serviço. Amém.
Oração
Jesus, Manso e Humilde é teu coração; que seja igual ao
teu o meu coração.
Canto:
19
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
CONCLUSÃO
Disso tudo conclui-se que as pessoas humildes não
pensam pouco de si mesmas. Elas pensam pouco em si mesmas.
Partindo disso, temos necessidade de ser purificadas, a exemplo
dos Santos e da Serva de Deus, Madre Clélia Merloni, nossa
fundadora e, sobretudo, de sermos purificadas pela força de
Jesus Cristo em nós .
Peçamos, por intercessão de Maria, para cuja humildade
Deus olhou, seguir a Cristo, com a consciência de que é uma
tarefa árdua e de que estamos longe de sua meta.
No entanto, a humildade dá força à ousadia, nesse plano
de Deus. Sejamos humildes, sim; mas corajosas também. Foi,
baseado nesse princípio que Jesus disse: “ Bem-aventurados os
humildes, pois eles receberão a terra em herança” (Mt 5,5).
Devemos lembrar que a força não está em nós, mas em Deus.
Entendendo isso, podemos descobrir o segredo da ousadia,
através da humildade.
Abençoada festa de Madre Clélia !
20
NOVENA EM PREPARAÇÃO À FESTA DE MADRE CLÉLIA – NOV/2008
SUGESTÕES DE CANTOS
Primeiro dia
:
N° 609
Segundo dia :
N° 614
Terceiro dia
:
N° 608
Quarto dia
:
N° 615
Quinto dia
:
N° 613
Sexto dia
:
N° 616
Sétimo dia
:
N° 611
Oitavo dia
:
N° 608
Nono dia
:
N° 608
21
Download

novena em preparação à festa de madre clélia