O CAIXEIRO VIAJANTE OU O VENDEDOR DE ILUSÕES
Depois de várias temporadas de sucesso com "O Caixeiro Viajante ou o Vendedor de Ilusões",
por vários festivais nacionais e internacionais, segue em as apresentações do espetáculo que
vem emocionando platéias.
E isso não é exagero não. Sem dizer nenhuma palavra, utilizando uma forma arrojada e uma
linguagem corporal apuradíssima vinda do butoh, capaz de se fazer entender por qualquer
idade e nacionalidade, o ator utiliza vários bonecos, de diversos tamanhos e técnicas para
trafegar no universo dos contos de fadas e contar uma história de uma princesa que foi
transformada em sereia.
A história com os bonecos e objetos que vão saindo das malas do personagem, vai sendo
contada de forma lúdica e mágica de acordo com o aparecimento destes e assim
sucessivamente até o final da apresentação, onde o interprete guarda os objetos e parte da
mesma maneira que chegou.
O espetáculo é um estudo minucioso de contação de histórias para crianças de todas as
idades, mas muito mais do que isto. As qualidades contidas no universo deste trabalho são de
valor inestimável e foram criadas para serem celebradas ao redor do mundo. Sua genialidade
reside no fato de possuir algo que é vital tanto para crianças quanto para adultos. Seus temas
contêm verdades universais sobre a natureza humana e psicologia, cruciais para o
desenvolvimento de cada indivíduo.
Esse espetáculo possui algo a oferecer para cada um de nós, assim como a figura do "Caixeiro
Viajante".
O espetáculo teve sua estréia no X Festival Nacional de Teatro de Presidente Prudente-SP em
2003; fez temporada de muito sucesso no 13º Festival de Teatro de Curitiba/2004 e na Mostra
Metropolitana em escolas nas cidades de Colombo, Pinhais, Piraquara, São José dos Pinhais e
Araucária, fazendo um público de mais de 5.000 crianças, professores e pais de alunos.
Fez temporada em Belo Horizonte-MG em 2004 e interior de Minas Gerais.
Em 2005 voltou à programação do 14º Festival de Teatro de Curitiba e da Mostra
Metropolitana, sendo também apresentado em Colombo-PR e Araucária-PR, foi considerado
um dos três melhores espetáculos infantis do festival pela Gazetinha - Suplemento Infantil do
Jornal Gazeta do Povo de Curitiba-PR com nota 10. Também participou do 9º Festival Nacional
de Teatro Infantil de Blumenau - SC, 6º Encuentro Internacional de Teatro "En el Corazón Del
Mercosur" na Argentina, XXXI Festival Internacional Cervantino em Guanajuato - México, 2º
Festival Internacional de Teatro Popular na Cidade do México, IV Mostra Rio São Paulo de
Teatro de Rua em Paraty-RJ.
Em 2006 participou do 15º Festival de Teatro de Curitiba – PR, 6º Mostra Corumbá-Santuário
Ecológico da Dança em Corumbá – MS.
Em 2008 realizou turnê pelo interior do Estado de São Paulo.
Em 2009 estréia em São Paulo-SP nas comemorações dos 25 Anos da Ogawa Butoh Center –
Companhia.
Em 2010 participou do 19º Festival de Teatro de Curitiba – PR e realizou turnê pelo interior do
Estado de São Paulo.
Em 2012 e 2013 participou de circuito cultural nas escolas municipais de ensino fundamental
em Sertãozinho-SP.
Em 2016 participou do 25º Festival de Teatro de Curitiba – PR e participou de circuito cultural
nas escolas municipais de ensino fundamental em Ribeirão Preto-SP.
Em 2017 participou do 26º Festival de Teatro de Curitiba – PR.
OGAWA BUTOH CENTER - A Companhia – 34 anos
OGAWA BUTOH CENTER – 34 ANOS
A Cia surgiu em 1983 sob a direção de João Butoh - Fundador e diretor da Ogawa Butoh Center
Cia de Butoh e a Instituição, onde pesquisa e desenvolve a Técnica Aiar Butoh de sua autoria.
Participou de vários eventos como ator/bailarino e Maitre de Butoh na Tailândia, Malásia,
Alemanha, Portugal, Inglaterra, Estados Unidos, Austrália, Argentina, México, Equador e Brasil.
Participou em dezembro de 2009 das comemorações dos 50 anos do butoh em Bangkok –
Tailândia como professor ministrando workshop e intérprete com o espetáculo “Venezhvela".
Em 2010 voltou a Ásia para Homenagear Kazuo Ohno no 3º Nyoba Kan Butoh Festival em Kuala
Lumpur-Malásia e 6TH International Butoh Festival Thailand em Bangkok-Tailândia.
Considerado o maior expoente da dança butoh latino americano e um dos grandes nomes do
Butoh mundial.
Criação e direção:
Com extenso currículo e várias premiações nacionais e internacionais, o autor e diretor do
espetáculo João Butoh, mergulhou no projeto do primeiro espetáculo voltado para crianças de
todas as idades que utiliza da técnica do Aiar Butoh.
João Butoh ressalta que estava em dívida com o seu público mais fiel e exigente, em outras
obras, as crianças também se identificavam com os vários personagens criados em várias
situações de seu repertório que já somam mais de 35 espetáculos de longa duração, sendo
que mais da metade é de espetáculos solo.
João Butoh é o pioneiro e mais antigo bailarino em atividade com o butoh na América Latina,
ele desenvolve ao longo de sua vida desde 1983 a pesquisa e desenvolvimento desta técnica,
uma metodologia própria - o Aiar Butoh que tem exportado para várias partes do mundo por
onde ministra seus cursos e oficinas.
Fotos para a imprensa em high quality:
http://www.butoh.com.br/imprensa/caixeiro.html
Serviço:
Ogawa Butoh Center – 34 anos
em:
"O CAIXEIRO VIAJANTE OU O VENDEDOR DE ILUSÕES"
Criação, direção e interpretação: João Butoh
Release:
O espetáculo trabalha com a linguagem corporal do butoh utilizando vários bonecos, de
diversos tamanhos e técnicas. Os objetos vão saindo das malas do personagem e a história da
princesa que foi transformada em sereia, vai sendo contada de forma lúdica e mágica.
Site da Companhia Ogawa Butoh Center:
http://www.butoh.com.br
https://www.facebook.com/joaobutoh
https://www.instagram.com/joaobutoh
OGAWA BUTOH CENTER – 34 ANOS
Download

release do espetáculo